Espaço para opinar

Recebi no Orkut essa comunicação e repasso aqui porque acho importante todos os espaços onde possamos fazer ouvir nossa voz:
_____________________________________________________________
Presidência da RepúblicaNúcleo de Assuntos Estratégicos
Brasília-DF, 30 de janeiro de 2006
Exmo(a). Senhor(a),

Assunto: MELHORIA DA QUALIDADE DA EDUCAÇÃO BÁSICA NO BRASIL

O Núcleo de Assuntos Estratégicos da Presidência da República - NAE - e o Ministério da Educação, por meio do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - INEP, vêm, através desta, informá-lo e pedir seu apoio para um projeto conjunto, de grande envergadura, que trata da "MELHORIA DA QUALIDADE DA EDUCAÇÃO BÁSICA NO BRASIL".
O Núcleo de Assuntos Estratégicos - NAE/PR - é um órgão essencial da Presidência da República e tem por finalidade assessorar o Presidente em temas estratégicos de longo prazo, trabalhando com projetos de Nação independente de anseio político-partidário.
O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - Inep - é uma autarquia federal vinculada ao Ministério da Educação - MEC - cuja missão é promover estudos, pesquisas e avaliações sobre o Sistema Educacional Brasileiro.
Desde 2004, o Projeto Brasil 3 Tempos, elaborado pelo NAE/PR, tem colocado à disposição do País, após amplo debate público, objetivos estratégicos de longo prazo. O Projeto trabalha com os marcos temporais de 2007, 2015 e 2022.
No desenvolvimento do Projeto, foi realizada uma pesquisa nacional sobre 50 temas estratégicos mais importantes. Buscando-se medir a percepção da sociedade com relação ao nosso futuro, os resultados indicaram, no momento, a "MELHORIA DA QUALIDADE DA EDUCAÇÃO BÁSICA DO BRASIL" como o principal anseio da população. Possui um caráter inovador; contribui significativamente para a construção do futuro do Brasil; e destaca o conhecimento como o fator propulsor do desenvolvimento nacional.
O Presidente da República, ao tomar conhecimento dos resultados, determinou que fosse atribuída prioridade máxima ao tema e buscadas soluções inovadoras para a consecução deste objetivo estratégico.
A educação é, ao mesmo tempo, um direito fundamental assegurado pela Constituição e uma tarefa obrigatória do Estado brasileiro. A educação básica, que integra a educação infantil, o ensino fundamental e o ensino médio, é condição estrutural para que seja oferecida a nossa sociedade igualdade de oportunidades e acesso competitivo ao mercado de trabalho do Século XXI.
A qualidade da educação básica é um desafio a ser enfrentado com urgência pela área educacional e pelo País como um todo. Os avanços significativos em termos de universalização do acesso à educação primária, redução das taxas de evasão e aumento no número de matrículas não impediram que o Brasil ocupasse um dos últimos lugares na pesquisa mundial sobre desempenho de estudantes do Programa Internacional de Avaliação de Alunos - PISA -, da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico - OCDE.
Melhorar a educação significa, dentre outros parâmetros, inserir o conhecimento como a mola propulsora de nossa sociedade, posicionar a escola como a entidade de maior destaque nacional, valorizar o professor, aprimorar as condições gerais de ensino, aprender a aprender e oferecer novas facilidades para que os alunos possam se dedicar à árdua tarefa de aprender para a vida.
Gostaríamos de solicitar sua participação na busca de soluções para a melhoria de nossa educação básica, divulgando esta Pesquisa Delphi, de modo a permitir que o máximo de pessoas possa opinar acerca de tão relevante tema para nossa Nação.
A pesquisa divide-se em duas rodadas: 1ª de 6 a 26 de fevereiro e 2ª de 13 a 26 de março de 2006 e estará na Internet no endereço www.nae.gov.br/qe.

Comentários

Giulia disse…
Bom, de todo esse blá-blá-blá resume-se que a sociedade brasileira chegou à conclusão de que o ensino básico é prioridade e que o Governo resolveu "tirar a bunda da cadeira", em ano eleitoral, é claro... Então vamos pentelhar esses caras até o osso,né, pessoal?? Vamos nos cadastrar e encher eles de opiniões e sugestões. Mas vamos também cobrar, principalmente o INEP, que até agora se mostrou INEPTO para pesquisar os problemas principais do ensino público: a aula vaga, a aula de má qualidade e e a avaliação do aluno.
Giulia disse…
A primeira rodada termina em 26 de fevereiro, tá, pessoal? Não vão cair no samba antes de participar!!
Glória disse…
Já fui lá dar meus palpites... Mas achei tão fora da real, como sempre. Enfim, alguma coisa é melhor que nada... Hoje então, ainda estou sobre o impacto do início das entrevistas que vamos fazer com os meninos na rua para a monografia da minha filha, que vai ser sobre o não cumprimento da lei dentro das escolas. Entrevistamos 4 meninos: um disse que saiu da escola porque levava muita reguada, outro por ser negro as professoras o chamavam de "macaco", outro a escola chamou o Conselho Tutelar por causa de uma briga, outro disse que vai sair porque não tem como comprar o uniforme e a escola não deixa entrar... Fico à beira de um ataque de nervos...
Giulia disse…
Glória, a gente sabe que esse tipo de atitude é demagogia pura. Mas a nossa melhor arma é a divulgação, pois não faltam leis, falta a indignação da sociedade para exigir que as leis sejam cumpridas. Muito interessante a monografia da sua filha! Aguardo maiores informações para publicar no blog, claro, sempre preservando os nomes das crianças e da escola, para que não haja novas vítimas.