Salário não é desculpa

Fui no blog da Rosely Sayão - http://blogdaroselysayao.blog.uol.com.br - pois ela também comentava a reportagem do Estadão sobre as escolas que não ensinam.
O que vi lá como respostas foram muitos professores aborrecidos com os comentários dela e do jornal dizendo as costumeiras frases que ouvimos aqui também para as quais gostaria de dar respostas definitivas do pensamento do Educafórum quanto a essas questões:
1 - Quanto a questão do salário dos professores não permitir uma boa atuação temos a dizer que:
Isso não pode ser usado como desculpa para o mau desempenho de nenhuma profissão muito menos na de um profissional de ensino!!!!!!!!!
Caso isso fosse uma resposta que se aceitasse como verdadeira deveríamos ter prédios caindo por aí aos milhões (olha quanto ganha um pedreiro!), nos restaurantes somente comidas com açúcar no lugar de sal, frias, com pedaços de osso ou até pior com baratas ou com cuspe (da cozinha até o garçon...confiram os salários!), as babás deveriam largar os bebês sozinhos na pracinha, o padeiro... credo... nem imagino como poderia ser a massa do pão que ele acorda todo dia às 5 da manhã pra fazer... (sem três meses de férias! sem sábado e sem domingo!)... Bom e os enfermeiros então?... com a vida sacrificada que levam... Motoristas de ônibus... de táxi... que stress! Quantas linhas, quanto transito, quanta gente pra levar pra lá e pra cá... quanto medo e insegurança... Quanto ganham?... Ah! deveriam só passar no vermelho com esse salário aí!... E o lixo?... os lixeiros deveriam jogar tudo pela rua!... As vendedoras das lojas deveriam se recusar a dobrar as roupas... Os porteiros de prédios deveriam convidar os ladrões pra entrar...E os pequenos agricultores? ... FOME já para todos!

E assim o caos estaria instalado em tudo como está na Educação!
E quando reclamássemos diriam os garis: "Fale com o Prefeito! Ele que temque resolver sobre o lixo! Já viram que o povo não tem educação e suja tudo? E eu que tenho que limpar? Eu não! Mande o povo se educar pra depois mechamar pra ser gari!"...
...E assim todos teriam o seu "culpado" pra apontar, sem perceber que a simples ação deles é que mudaria tudo...
Postura e ação de cada um na sua sala de aula muda a Educação em geral!...

2 - Não adianta vir aqui culpar o sistema. É com o professor mesmo que queremos falar e a ele vai a responsabilidade direta de EDUCAR seus alunos
"Reclamem com o Ministro dos Transportes, com a Saúde Pública, com o Ministro da Economia, com o Presidente"... Isso é falar pro vazio, pro nada...
Aqui falamos pra quem está em contato direto com as crianças: os diretores e professores das escolas!
Portanto, caros professores, que escolheram essa profissão e já sabiam do salário e das condições de trabalho, deixem de usar isso como desculpa para dar aula mal dada ou não dar aula, para não Educar as crianças que têm sob a sua responsabilidade TODOS OS DIAS na sua frente na sala de aula! (ontem eu soube que uma menina que ficou cega não teve assistência especial por mais de um ano numa escola porque ninguém avisou a Secretaria da Educação do caso dela! - E bastava um telefonema! Assim que uma professora de verdade se sensibilizou e avisou as providências foram tomadas! Em outra escola fui informada que a média de faltosos no dia é de 8 ou 9 professores!!!!!!!!!!! Isso é espantoso!!!!!!!!!! - a escola tem 20 professores...)
Que escola é essa? Que educadores são esses? Que salário precisariam ganhar pra ter ao menos CORAÇÃO - já que não têm consciência?
O que paga a conscientização deles? e como eles conseguem apagar a própria consciência depois de tanta irresponsabilidade?
"Escola não é assistência social"...(eu escuto professores dizendo isso...) mas onde senão na escola o poder público tem acesso aos problemas da família tão claramente? Como se pretende formar um cidadão sem ampara-lo? "Carcando"conteúdo vestibularesco em cima dele?
E se as famílias estão em crise como a escola pode se furtar a fazer essa ponte?
Isso não é uma questão de salário não... para mim é ignorância pura, é não saber ou desprezar o tamanho da influência que uma palavra de Mestre pode ter na vida de muitas "pessoinhas" em formação.
Por isso por aqui no Educafórum, professor que tratar mal a qualquer ser humano que tenha sob sua responsabilidade formar (e tratar mal não é ser severo, por favor não confundam isso!) será chamado a responder sim por suas falhas (com educação e dentro do diálogo civilizado mas sem desculpas esfarrapadas pra encobrir seus erros) ganhe quanto ganhar, seja quem for o governador, o prefeito, o secretino ops o secretário da Educação...
O item 3 vai em outro post pra não ficar tão longo... (dizem que alguns professores não gostam de ler e não quero correr o risco que eles abandonem o texto pela metade....)
Os bons professores que não se ofendam porque não é com eles esse papo, os maus que por favor tomem consciência antes de reclamar dessa mensagem!
(e segura que vem mais por aí...)
Há mais de dez anos que repito tudo isso... me animo, desanimo e vejo que nada muda...
Até quando?...
Vera Vaz

Comentários

Giulia disse…
É isso aí, Vera! Adorei seu posicionamento apaixonado e assino embaixo. Infelizmente os bons professores também vestem a carapuça, não entendo por que. Outro dia entrei no meu orkut e vi que perdi a amizade da professora maluquinha, justo aquela que a gente coloca como exemplo para os demais...
Glória disse…
Vera, vou também repetir mais uma vez: professor é assim porque PODE. Imagine se todas essas profissões que você citou PUDESSEM cometer horrores no trabalho e, como os professores, não fossem cobrados nem fiscalizados. Aconteceria o que acontece na educação: anos e séculos do mesmo jeito, como mudar? Hoje li na FSP, num artigo do Roberto Busato, que a OAB pune os advogados que faltam com a ética e cometem crimes, inclusive com expulsão.
E ele completa: "O que há, isto sim, é criminoso eventualmente travestido de advogado, que precisa ser banido da profissão, tal como o que se traveste de médico, jornalista, político, engenheiro etc." Já os crimes dos professores são acobertados pelos seus sindicatos, aliás por toda a sociedade.
Xipó disse…
Vera, cadê o item 3? Seria muito legal você fazer alguma das suas boas colocações sobre a Progressão Continuada. Não agüento mais ouvir esse papo de "empurração automática", quando todos sabemos que o que falta é o empenho e o esforço do professor na avaliação do aluno e na tentativa de suprir suas deficiências de conhecimento.