Ela merece! Nós merecemos!

Resolvi criar um site com os textos da minha amiga, irmã de alma, companheira de luta GIULIA PIERRO.
É um site dedicado a Giulia Pierro escritora.
Lá quero deixar guardados seus textos incrivelmente bem montados e suas histórias cheias de significados.
O primeiro texto publicado se chama O ESTUPRADOR e é uma história comovente das relações de um garoto na escola baseada em fatos reais. Todos que tem relação com a Educação deveriam ler e fazer uma reflexão sobre ele.
O endereço é www.giuliapierro.xpg.com.br
Espero que ela goste! Ela merece ter um espaço só seu e nós merecemos poder ler as coisas maravilhosas que ela escreve!
Obrigada por existir, Xipó!
Um beijão
Xipó

Comentários

Glória disse…
Que boa notícia! Adoro a Giulia, não só como escritora, mas também pelo ser humano fantástico que ela é... Já li seu livro "O estuprador" e são pouquíssimas as pessoas neste país que têm a visão realista da escola que a ela mostra no livro. Por mim, Giulia seria Ministra da Educação... Oh, Giulia, nem parece que sou sua amiga... Já pensou ter de enfrentar a corporação para fazer uma nova escola?
Giulia disse…
Xiiii, este blog tá ficando com cara de "irmandade"... Ainda bem que não é secreta, como tantos blogs por aí cujos "donos" não colocam sua cara para bater. Pois é, Xipó, o que posso dizer? Tantos elogios são por conta da sua "corujice de alma". Da Glória idem. Eu é que tenho que agradecer a oportunidade dessas trocas sempre tão intensas, mesmo que a gente esteja sempre repetindo as mesmas coisas e queixas. Mas acho que uma coisa a gente está conseguindo: mostrar caminhos, soluções, metas, mesmo que ninguém se importe... Infelizmente o site do EducaFórum ficou parado no tempo, não deu para reativá-lo, mas às vezes volto lá e fico impressionada como nada mudou desde que deixou de ser atualizado, em 2002. Ainda bem que agora temos o blog, esta ferramenta fantástica que até uma "interanta" como eu consegue manusear. Acho que "quem" merece realmente elogios é a Internet, essa nossa companheira fantástica, pois há vinte anos atrás ninguém sonharia que três irmãs "de alma" pudessem se comunicar instantaneamente e por escrito, uma em Sampa, outra em Curitiba, outra em Leopoldina...
Quanto aos meus "escritos", estão aí para quem se habilitar, não pretendo que alguém coloque dinheiro no bolso para lê-los. E muito menos que o faça para dar satisfação a quem quer que seja. Não sou uma "escritora", sou uma ruminante de idéias e - como dizia meu velho e sábio pai - uma advogada de causas perdidas... Grande beijo para vocês também!!