Expeçiau Seu Creysson


O EducaFórum está sendo duramente criticado por apoiar Seu Creysson para Ministro da Educação. Temos uma forte razão para isso: ele mostra que qualquer brasileiro consegue pensar algo melhor do que está aí.

Meu pôvio! Finaumentis xeguei a cumpretá minha pratafórmica, com sua ajúdia, a ajúdia de VOCÊ de Leupoudínia,VOCÊ de Maringália, VOCÊ de Curitíbia, da Xapádia dos Viadeiro, do Chingó, do Xuí e intché dos Isteitis.

Pratafórmica do Seu Creysson:
DO XAUM NAUM PÁÇIA!

A derradêria sujestaum, a mais sençaçionálica, a mais estraordinárica, a mais promiçôrica, reçebi em estádio de grátis, diretcho de um prâno superiôrico, lá em címia do píquio do Jaraguálio, guau Moiséios em Israélico.

Proméçia 10
Todo pédrio escolárico vai sê derrubádio, naum vai fica pédria sôbre pédria. Xêga de ciépio, ciáquio, ciéuzio! No lugário da escólia xata, parádia, caretcha, eu vô colocá a escólia ambulântcha, a escólia de rodínias, como mutcho educadôrio já pidiu e nunca um govêrnio deu!

Vai xamá TRÊILER PEDOFILÓGICO do Seu Creysson. Cada trêiler, uma craçe. Cada dia útiu, um paçeio diferêntio. Cada craçe de alúnio vai deçidí o rotêrio, com ou çem professôrio. Pode trocá o professôrio no meio do paçeio por brinquêdio, pulseirínia, aneuzínio, xicréte, pirulítio, bomba de xocolátio, pé-de-moléquio, pé-de-pátio, isquêitis, gibí, barálio, bolínia de gúdio, canivétio suíçio...

Eçe é o porgrama de Ensínio Itinerântico, Interurbânico, Interestaduálio e Interamericânico do Seu Creysson.

SEU CREYSSON: O MINÍSTRIO QUE SE ADAPITA A QUARQUÉ PRESIDÊNTIO


DISPOIS DO PRESIDÊNTIO OPERÁRICO, XEGÔ A VEIZ DO MINÍSTRIO ANAUFABÉTICO!

Comentários

Anônimo disse…
Meu, que é isso? uma resposta às professoras assassinas? rsrsrs
Giulia disse…
Oi, anônimo, que tal você inventar um nome? Anônimo parece sempre alguém subversivo, meio terrorista. Mas o que você colocou na brincadeira é bem verdade. Se existe um site de "professoras assassinas", que - segundo elas - desopilam o fígado inventando fantasias sobre como matar aluno, por que o aluno não pode ter a fantasia de trocar o professor "tranqueira" por qualquer coisa?
Anônimo disse…
Você sabe muito bem o meu nome, né? Mas não se incomode com as ríticas, é assim mesmo.
Giulia disse…
Quer saber? A história das críticas é mais uma brincadeira. Fazer o quê? Quando os assuntos tratados seriamente não sensibilizam, o humor atinge dois objetivos: mexe com o senso crítico e desopila o fígado. Acha pouco?