Uma pausa


Caros visitantes deste híbrido blog, após as absurdas comilanças do Natal e no aguardo das próximas de Ano Novo, quero compartilhar com vocês a letra de uma canção sensacional de Eduardo Dusek, que ouvi ontem durante o preparo das iguarias, no programa Supertônica, da Rádio Cultura FM.
Feliz 2007 para todos!

Rock da cachorra

Uauuu, Uauuu, Uauuu... Ahhh...
Uauuu, Uauuu, Uauuu... Uhhh...
Baptuba, uap baptuba
Baptuba, uap baptuba
Baptuba, uau uau uau uau uau

Troque seu cachorro por uma criança pobre
Sem parente, sem carinho, sem ramo, sem cobre
Deixe na história de sua vida uma notícia nobre

Troque seu cachorro (uauuu)
Troque seu cachorro (uauuu)
Troque seu cachorro (uauuu)
Troque seu cachorro (uauuu)

Troque seu cachorro por uma criança pobre
Tem muita gente por aí que está querendo levar
uma vida de cão

Eu conheço um garotinho que queria ter nascido
pastor-alemão


Esse é o rock de despedida pra minha
cachorrinha chamada "sua-mãe"

É pra Sua-mãe (é pra Sua-mãe)
É pra Sua-mãe (é pra Sua-mãe)
É pra Sua-mãe (é pra Sua-mãe)
É pra Sua-mãe

Esse é o rock de despedida
pra cachorra "Sua-mãe)
Seja mais humano, seja menos canino
Dê güarita pro cachorro, mas também dê pro menino
Se não um dia desse você vai amanhecer
latindo, uau, uau, uau


Troque seu cachorro por uma criança pobre
(latilda-uau-latilda)

Sem parente, sem carinho, sem ramo, sem cobre
(latilda-uau-latilda)

Deixe na história de sua vida uma notícia nobre

Troque seu cachorro por uma criança pobre
Sem parente, sem carinho, sem ramo, sem cobre
Deixe na história de sua vida uma notícia nobre

Baptuba, uap baptuba
Baptuba, uap baptuba
Baptuba, uau uau uau uau uau

A imagem é da minha cachorra Cakey, que vive uma boa "vida de cão".

Comentários

Ricardo Rayol disse…
Mas adote uma criança pobre né... essa letra é muito contundente
Giulia disse…
Pegue leve, Ricardo, a letra é muito engraçada e nada como o humor para mexer com pessoas insensíveis! São essas que a gente procura atingir. Existem muitas formas de se ajudar ou prejudicar uma criança carente. Eu não pretendo trocar a Cakey por uma criança pobre...rsrs. Eu faço o que posso procurando manter crianças pobres na escola e melhorar a qualidade do ensino, o que é às vezes muito difícil, pois as madames que ficam nos gabinetes das Secretarias e Ouvidorias da Educação, Diretorias de Ensino e outros órgãos públicos de "fiscalização" e "planejamento pedagógico" preferem ficar inclausuradas no ar condicionado do que bater pernas pelas escolas e ver o que realmente se passa na rede pública. Não existe "salvador da pátria", existe o trabalho de formigas procurando diminuir os desmandos e a indiferença geral.
Santa disse…
Giulia
Dá pra conciliar vida de gente e vida de cachorra. Pessoalmente refiro gente. Já tive cachorra (cada uma no seu habitat, é claro) da qual nada tenho a reclamar.

Bjs
Olá Giulia:

Venho desejar-te uma passagem de ano com óptima disposição.
Que 2007 te propicione todas as metas que para ele tens traçadas.
Muitas felicidades


Um beijo,
Giulia disse…
Caro José Alberto, obrigada pelos votos de além-mar! Não sou de traçar metas, principalmente para não me frustrar. Me bastam os pequenos êxitos do dia-a-dia, como por exemplo esse de conseguir manter uma criança na escola. Aqui no Brasil não é fácil! O aluno expulso no dia 11/12 da EE Presidente Kennedy continua sem vaga e agora todos estão de férias: diretoria da escola, diretoria de ensino e certamente a Secretária da Educação, que não dignou-se a responder se ela avaliza a expulsão ilegal de alunos. Quem cala consente? Todos eles devem estar certos: em primeiro lugar suas férias! Para quê esquentar a cabeça com a expulsão de alunos?...

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola