Se...


Se os professores deste país
tivessem a responsabilidade
de um puxador de samba,
de um mestre de bateria
ou de uma comissão de frente,
sem dúvida,
este país escreveria um outro
enredo para a sua educação.

Glória Reis
(Intertexto - Texto original do autor Hélio Aroeira)

Comentários

Saramar disse…
Giulia, vim agradecer ao seu apoio ao nosso movimento Evolução e dizer que contamos com você, seu profundo conhecimento da educação e suas críticas e sugestões.
Obrigada.

beijos
Olá Giulia:

Formidável ironia.
Uma boa semana.

Beijos,
Giulia disse…
Não me comprometa, José Alberto, rsrs, quem escreveu isso não fui eu, mas a professora Glória Reis, que escreveu o livro "Escola, instituição da tortura". Aliás, a Revista Educação deste mês publicou um depoimento do seu xará José Pacheco, aí de Portugal, dizendo que "um terço dos professores é muito bom, um terço pode ficar bom, um terço deve mudar de profissão"... Será que no Brasil a percentagem regula?