Pa-pa-pa-papibaquígrafo!



Leia, no blog da Cremilda, http://cremilda.blig.ig.com.br, o texto de Mauro Alves da Silva sobre o papibaquígrafo, esta invenção da criatividade brasileira que o nosso amigo utilizou com sarcasmo para definir o péssimo serviço que a rede Globo (e a mídia em geral) prestam à educação. Aqui um trecho impagável:

O conhecimento dos repórteres da TV Globo sobre o que seja "ensino/aprendizagem" pode ser resumido em uma única palavra: Papibaquígrafo!
Não... não adianta procurar o significado de "papibaquígrafo" no dicionário Aurélio e nem no Houaiss... Também não adianta falar que ouviu tal palavra no "Programa do Jô"... e nem adianta falar que o menino "Aurélio" recebeu palmas e o cumprimento do "culto" Jô Soares por ter soletrado corretamente (sic) a palavra "papibaquígrafo"...
A palavra "papibaquígrafo" simplesmente não existe! Repetir mecanicamente um palavra que não existe é coisa de papagaio... É o mesmo que soletrar "C-U-R-R-U-P-A-C-O"!!!

Comentários

Mário disse…
Giulia, deixei uma homenagem e uma lição de casa para você lá no APOIO FRATERNO. Estou de esperando, professora. Abraços, Mário.
Mauro disse…
Giulia,

Gostei da sua ilustração. Inspirada nela, também criei uma refer~encia mais direa entre os papagaiso e os repórteres da TV Globo.
Patrick Gleber disse…
Muito bom!

Veja no meu blog a montagem que o governo boliviano fez com a imagem de um soldado brasileiro. É estarecedor. Aguardo sua opinião.

www.blogdopatrick.br21.com

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola