Mais uma escola fechada!


Segue documento que acabamos de encaminhar ao Governador José Serra e à nova Secretária da Educação. Assunto sério!

E d u c a F ó r u m

Prof. José Serra - Governador do Estado de São Paulo

Profª Maria Helena Guimarães de Castro - Secretária da Educação do Estado de São Paulo

Ref.: Negação de vaga em São Paulo / Fechamento de escola

Prezado Sr. Governador, prezada Sra. Secretária e demais autoridades copiadas neste e-mail,

Foi com grande espanto que recebemos a mensagem de uma criança de onze anos pedindo desesperadamente uma vaga na EE Prudente de Moraes, que pertence à DE Centro. Trata-se da menina ............................, que completou a 4ª Série no ano passado. A família mudou-se para o bairro da Luz e essa é a escola mais próxima da residência, aliás a única para onde a criança poderia ir a pé.

Desde o início do ano a mãe da menina está tentando conseguir a vaga e foi encaminhada para diversas instâncias, inclusive para o Conselho Tutelar, sem obter êxito. Foi uma verdadeira via crucis:
  • Primeiro, uma funcionária da secretaria da escola forneceu à mãe a lista de documentos para a matrícula, pedindo inclusive R$ 10,00 para a APM (o que é ilegal), mas, quando a mãe voltou, "não havia vaga".

  • A mãe foi para a Secretaria da Educação e pediu ajuda.

  • A SEE a encaminhou para a COGSP.

  • Na COGSP, a Sra. Ester (muito gentil, na opinião da mãe) a encaminhou para a DER Centro.

  • Na DER Centro, a mãe falou com o Prof. Valmir, que a reencaminhou para a EE Prudente de Moraes, dizendo que poderia matricular a menina.

  • A mãe voltou para a escola na manhã seguinte e a funcionária Selma disse para voltar às 13h00 para fazer a matrícula.

  • Às 13h00 a mãe voltou para a escola, mas a mesma funcionária disse que houvera um engano e que não seria possível fazer a matrícula. A mãe perguntou então porque ela havia falado para voltar à tarde e a funcionária respondeu que "palavras são como o vento...". A mãe tentou discutir e a funcionária chamou o diretor da escola, que a ameaçou com base na lei do funcionalismo...
Sra. Secretária, a Sra. assumiu há pouco tempo e certamente não teve contato com pais de alunos, a não ser talvez alguns que lhe foram apresentados durante eventos oficiais, portanto não imagina como é difícil para pessoas mais simples enfrentar as barreiras da burocracia oficial na tentativa de ter seus direitos respeitados!
Hoje à tarde acompanhamos a mãe dessa menina para a Promotoria da Infância e Juventude e esperamos que, finalmente, ela possa ser matriculada, mesmo no meio do ano. Acreditamos que, se fosse a sua filha, a Sra. faria qualquer coisa para não deixá-la ociosa o ano inteiro, não é mesmo?
A mãe da menina informou também que soube de uma manifestação da comunidade para que a EE Prudente de Moraes não viesse a ser fechada. Estranhamos muito essa informação, pois a escola tem mais de cem anos de tradição, e resolvemos investigar. Visitamos a escola e, no quadro de avisos que se encontra no saguão, vimos um manifesto de alunos contra o fechamento da escola.
Abaixo do manifesto estava uma nota publicada em abril pelo jornal O Estado de São Paulo, informando que o Governador pretende ampliar o acervo da Pinacoteca do Estado e entre os lugares cogitados estava a EE Prudente de Moraes, cujo terreno é contíguo à pinacoteca. Por isso este e-mail é também dirigido ao Sr. Governador.
SENHOR GOVERNADOR, A ESCOLA ONDE MEUS FILHOS ESTUDARAM, A EEPSG MANUEL DE PAIVA, NA CAPITAL, FOI SUMARIAMENTE FECHADA. MAIS DE TREZENTAS ESCOLAS ESTADUAIS TIVERAM O MESMO FIM NOS ÚLTIMOS ANOS. QUANTAS MAIS ESTÃO NA LISTA? QUANTOS PAULISTAS AINDA NÃO PODERÃO MOSTRAR PARA SEUS FILHOS AS ESCOLAS ONDE ESTUDARAM?
QUE PAÍS É ESTE, SR. GOVERNADOR? QUE ESTADO É ESTE, QUE PRIORIZA OBRAS DE ARTE NO LUGAR DA EDUCAÇÃO DE SEUS CIDADÃOS? QUE ESTADO É ESTE, QUE PODE SE DAR AO LUXO DE FECHAR UMA ESCOLA COM MAIS DE CEM ANOS?
Prezada Secretária, esperamos que a Sra. possa realmente compreender as dificuldades que os pais de alunos enfrentam na rede estadual de ensino, pois não possuem canal de comunicação com a SEE, já que o site da Secretaria não oferece outro recurso a não ser o "info-educação", que equivale a nada.
Caso haja interesse em se inteirar nas denúncias que os pais costumam fazer ao EducaFórum, basta visitar nosso blog http://educaforum.blogspot.com e ler as matérias que dizem respeito à rede estadual de São Paulo.
Ficamos à sua disposição para esclarecimentos.

Comentários

Ricardo Rayol disse…
Fogo neles querida.
Giullia, peça para a mãe ou vá você ( que fala bem, a bessa...) na Assembleia Legislativa quarta feira e participe do proggrama Assembléia Pópular. VAle a pena....
Quarta feira no salão Franco Montoro as 11 horas da manhã e se inscreve para falar.A Gravação começa ao meio dia e você tem em média 3 minutos para falar, mas acho que nesse caso é a solução.
Vai você e a mãe ou alguem da familia da garota, assim terão 6 minutos.
Vai ao ar aos sábados ao meio dia pelo canal 66 ou pela net canal 13, dá para assistir pelo computador
Amanhã eu sou a sétima oradora, assista e vê se lhe interessa.
Giulia disse…
Cremilda querida, quase que eu resolvi ir, aliás, além desse caso tenho outro que uma mãe se dispôs a denunciar. Mas na última hora os pais pediram para eu dar um tempo... É sempre aquele medo de perseguições e represálias contra os alunos. Mesmo que a gente não fale o nome dos pais que denunciam, a direção das escolas sabe de quem se trata.
No caso da menina sem vaga, ela mora numa região tão perigosa que se não puder ser matriculada nessa escola, vai ficar sem estudar para o resto da vida. Aliás, matricular aluno é fácil, o difícil é depois mantê-los na escola, pois a gente sabe que a corja faz de tudo para se vingar de quem passou por cima do seu autoritarismo. Infelizmente fico de mãos atadas, porque não se trata dos meus filhos. Se fosse com os meus, eu iria para todos os meios de comunicação, como já fiz diversas vezes e por isso mesmo sou tão odiada pela "craçe", hehe. Mas não posso passar por cima da vontade dos próprios envolvidos, que preferem caminhar pelas "vias normais". Essas são mais demoradas, mas também funcionam. Já estou no pé da promotoria novamente...
Obrigada pela dica e volte sempre!