A Escola Pesadelo


Escola é lugar de sonhos!

Sonhos do futuro, sonhos de realizações, sonhos de relacionamentos, sonho de formação, sonho de descobertas, sonho de crescer!...

Infelizmente, para algumas crianças ela se torna um pesadelo e o pior é que este pesadelo se estende e vira um pesadelo coletivo de toda uma família!

Quem viveu isso sabe do que estou falando!...

O problema escolar permeia toda a relação pais-filhos, filhos-familiares-pais, pais-sociedade, filhos-sociedade, pais-escola.... e por aí vai... Um pesadelo sem fim!

Sei que isso pode parecer radical demais mas o conselho que dou pra quem caiu nessa teia é: esqueçam a escola!!!!!!!!!

É uma luta insana onde todos vão sofrer muito, o tempo vai passar e nada vai se resolver pois as pessoas que se dizem "profissionais de ensino" - e a própria sociedade em geral - não estão preparadas pra lidar com isso!

E o que é esquecer a escola?

Esquecer a escola é coloca-la com sua devida importância dentro da vida da criança e das relações familiares e sociais. Não se pode deixar que o pensamento e as ações de pessoas despreparadas transformem a vida num pesadelo! Então para algumas crianças (com dislexia ou outros problemas de aprendizagem) a dica é: não deixem que esse problema se aproprie de suas vidas! Escola é só um lugar onde se aprende o saber formal de maneira pasteurizada, focada nas capacidades médias de comportamento e habilidades. Inclusão seria saber lidar com o que escapa disso (desde o grau mais leve até os mais profundos) e como se pode perceber não estando a escola preparada pra lidar com isso acaba por transformar diferença em fracasso quando isso não é necessariamente verdade (mas pode se tornar se insistirmos na idéia!)

Por outro lado esquecer a escola não significa não lutar pela mudança, somente não envolver a criança nessa luta! (o que é muito complicado, quem já passou por isso sabe!)

Desejamos a esse pai que decidiu processar a escola boa sorte, força e cabeça fria! O bicho vai pegar! (e pega por todos os lados, além da escola dos mais diversos lugares partirão olhares de preconceito, indiferença ou desconfiança...)

O pesadelo vai ser turbulento mas nós estaremos aqui pra dar a força e o apoio que precisar!

Escola é lugar de sonhos! Ninguém tem o direito de transformar a vida de crianças em pesadelos!

Comentários

Giulia disse…
Aê, xipó! Hoje recebi o telefonema de uma mãe daquela escola municipal onde o Conselho expulsou treze alunos. Ela não quis bater o pé e resolveu mesmo mudar o filho de escola, aliás, para a rede estadual. Dei os parabéns para ela: uma escola-pesadelo dessas, só tirando a criança de lá! Pois bem: quando ela foi pegar o papel da transferência, entregaram junto um "laudo" para ela encaminhar ao psiquiatra do filho (ele tem hiperatividade) com as maiores mentiras: que o menino rouba, agride os colegas, faz trapaça, enfim, pintaram o aluno como se fosse um marginal. O garoto e toda a família ficaram em estado de choque. Mandei eles esquecerem a escola, exatamente como você diz! É claro que a escola tinha que "justificar" a expulsão dos alunos, depois que fizemos a denúncia à Secretaria. Mas já que o menino vai para uma escola de outra rede e que o psiquiatra dele não é nada bobo, esqueçam!... Bola pra frente e que o pesadelo acabe!!!
Said disse…
ESQUECER A ESCOLA?????????

Eu acho que eu perdi um pedaço desse "filme"!?
Elvirinha disse…
Humilhar uma criança dentro da escola é crime! Concordo em gênero, número e grau. Contudo, o ECA foi criado para proteger as crianças de seus próprios pais. Tamanhas foram as denúncias de abusos e violências cometidos dentro das residências que enfim nasceu o ECA. É claro que deve ser aplicado dentro da escola, principalmente, afinal é conosco que elas passam a maior parte do seu tempo. Entretanto, ficar escandalizado quando um (mau)professor trata mal uma criança e ao mesmo tempo fazer vista grossa quando é o pai ou a mãe que o faz é no mínimo hipocrisia. Visitem hospitais infantis, conversem com médicos, com assistentes sociais e com enfermeiras. Melhor ainda, visitem escolas públicas que atendem favelas, conversem com as crianças. Vocês não vão gostar do que vão ouvir. Parte do esforço de vocês deveria ser direcionado aos próprios pais. Diariamente recebemos nas escolas crianças com cicatrizes horríveis, sujas, mal alimentadas, que sofrem abusos sexuais, humilhações e que acabam sendo abandonadas antes da adolescência. Ai ninguém denuncia, não tem ECA, não tem blog, nem conversa ao pédo ouvido. Fica tudo por isto mesmo.
Repito, sou contra a violência na escola ou em qualquer espaço destinado a atender menores. A começar pela suas próprias casas.
( se quizerem exemplos de talhados dos maus tratos doa pais que nós observamos na escola é só fazer contato comigo: ehrealves@gmail.com)
um abraço
Giulia disse…
Elvirinha, obrigada pela sua contribuição! Você está cheia de razão, também abominamos os maus tratos da própria família que atingem tantas crianças e adolescentes. Isso porém criou uma imagem muito negativa da população carente no Brasil, criou um preconceito contra os pobres e os favelados, como se todos fossem "vagabundos". Muitos professores falam de seus alunos generalizando e usando esses termos mesmo: vagabundo, marginal, laranja podre...
Os verdadeiros educadores sabem lidar com os alunos, independentemente da sua origem.
Professor Anônimo disse…
E as mães da EMEF Imperatriz Dona Amélia?
Seria correto elas tirarem seus filhos daquela escola?
Por que o que elas e seus filhos sofreram o ano passado naquela escola não foi brincadeira.
Giulia disse…
Professor anônimo, as mães da EMEF foram de uma coragem ímpar, denunciando os abusos para a Secretaria da Educação e enfrentando as represálias que seus filhos sofreram. Este é um caso entre mil e essas mães são verdadeiras heroínas.
Samara disse…
Elvira, eu acho que você tem muita razão no que diz mas, só um detalhe: Cabe a direção da escola levar ao conhecimento do Conselho Tutelar esses fatos, para que assim, sejam tomadas as devidas providências.
Um abraço
Said disse…
E cabe aos PAIS levarem ao conhecimento das devidas autoridades os descasos, os maltratos, as humilhações e constrangimentos que as crianças sofrem dentro da escola, seja pela direção ou pelos professores.

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola