24 janeiro 2008

O papel dos pais na Escola


Pelos comentários que recebemos na postagem anterior me parece que está havendo um pequeno engano quanto ao papel dos pais na escola.

Quando se fala que os pais devem participar do processo pedagógico da escola isso não significa absolutamente que o pai vai dizer ao professor como ele deve dar sua aula! Isso seria um absurdo qualquer que fosse o nível cultural dos pais que interferissem a esse ponto.

Na verdade, o professor que fez o comentário erra totalmente ao achar que faz alguma diferença o nível cultural dos pais pois o que eles devem fazer na escola de seus filhos não implica em ter conhecimento formal da "matéria dada".

Seria como pensar que o Conselheiro de Saúde pode interferir no diagnóstico de um médico ou dizer o que ele deve prescrever para um paciente. Claro que ele NÃO PODE fazer isso! Mas pode sim saber se o paciente foi bem atendido, se o médico lhe deu um tratamento a seguir que surtiu resultado, se foi encaminhado para um especialista, se a receita é legível, se o médico chegou atrasado ou faltou, se ele ficou horas esperando, se existe ambulâncias para servi-lo, se o posto de Saúde tem higiene, etc... etc... etc...

Então qual é o papel dos pais no processo pedagógico de seus filhos e porque eles devem ter conhecimento da proposta da escola?

1 - Para fiscalizar se o que é proposto está sendo cumprido

2 - Para compreender como seu filho deve agir enquanto aluno e estar ciente dos direitos e dos deveres que foram pactuados com a escola (regras devem ser sempre pactuadas e não impostas!)

3 - A participação dos pais deve se dar para poder entender os eventuais fracassos que sejam atribuidos a seus filhos de modo que possam cobrar dos responsáveis que os recuperem

4 - Os pais devem estar atentos ao uso do espaço escolar, a como ele vem sendo tratado, se os materiais e equipamentos estão sendo usados e preservados pelo corpo docente (e não obviamente por ele, pai!)

5 - Os pais devem zelar para que alunos não sofram injustiças por perseguições de professores a determinados alunos (fato muuuuuuuuuuuito comum) - e que o clima da escola seja de um ambiente educacional voltado para a aprendizagem, em TODAS as ações do corpo docente com relação aos alunos.

6 - Os pais devem estar atentos ao número de aulas vagas e o que é feito quando isso acontece

7 - Os pais tem o direito de saber como será a avaliação dos alunos para poder acompanha-la.

8 - Enfim os pais devem exigir qualidade na Educação formal de seus filhos, mesmo que eles sejam analfabetos ou tenham poucos conhecimentos formais através da compreensão do projeto da escola poderão perfeitamente saber se este está sendo cumprido ou não, se ele é um bom projeto ou não. Todo mundo sabe distinguir um bom de um mau professor, um bom ou mau diretor, um bom ou mau bedel independente de sua escolaridade!!!!!!! (os alunos também sabem, basta ouvi-los)

Pai não foi feito pra pintar escola!!!!!!!!!!

(ele pode pintar se quiser e não tiver nada de mais útil pra fazer.... Talvez assim aproveite e dê uma fiscalizada geral no que está ocorrendo na escola... - quem sabe se não é uma boa estratégia pra ficar de olho nas aulas vagas? Mas se transformar no faz-de-tudo da escola Nãoooooooooooo!!!!!!!!!!!!! E nem vale discriminar os pais que não podem nem querem fazer isso!!!!!!!!)

Pai não foi feito pra levar bronca do professor quanto ao comportamento de seu filho!

(com aquela insuportável palavrinha "limite" sempre metida no meio desses papos) Ele pode ser chamado para discutir uma estratégia conjunta em favor do aluno, não contra este!

Pai não pode interferir na aula do professor desde que está esteja de acordo com a proposta pedagógica da escola e esteja voltada para o mundo do Saber. (E pode coibir abusos gritantes sim!!!!!!! - tipo passar Tropa de Elite para crianças...)

E pai não pode ser chamado pra ouvir que seu filho não presta atenção na aula!!!!!!! (ele simplesmente não tem como interferir nisso e isso é atribuição do professor tanto quanto a matéra que vai lecionar e como irá fazê-lo!)

Pai não pode ser chamado para fazer o papel de inquisidor no Conselho de Escola, seu papel no Conselho é o de zelar pelo bom funcionamento da escola e garantir justiça e tratamento igualitário e pedagógico para todos os alunos.

É isso por hora...

Certamente esqueci alguma coisa mas vou postar assim mesmo pois senão acaba que não posto nada... rs

10 comentários:

Conselheira EMEF disse...

Vera Vaz muito obrigada pelo carinho e pela compreensão que você tem com nós, pais de alunos.

Andarta disse...

Vera
A posição que você colocou em relação a obrigação dos pais acompanharem o processo pedagógico dos filhos nas escolas é meu sonho de diretora( 30 anos de trabalho na educação pública).
É assim que vejo a participação dos pais, com CO-Responsabilidade pela formação de seus filhos.
Digo mais, comunidade participante faz a escola ter mais direção, pois seremos mais olhos para ver, mais cabeças para pensar e ouvidos para ouvir e com certeza as decisões tomadas serão corretas e visando sempre o bem dos alunos.
Muitas vezes os filhos contam aos pais fatos que nós diretores não temos conhecimento e isso auxilia muito na correção de rumos da escola.
Pais comprometidos na educação de seus filhos participam ativamente das decisões na escola e é desta forma que vejo a melhoria de nossas escolas.
Parabéns pela sua posição, quem me derá todos os pais lessem e entendessem, mas há ainda muita omissão de todos os lados.
Nunca perco a fé e a luta por uma escola verdadeiramente democrática.
Pais e alunos felizes no ato de aprender e também ensinar e professores comprometidos com suas aulas e diretores valorizando e abrindo as portas da escola para seus verdadeiros donos ( A COMUNIDADE), afinal somos pagos apenas para administrar e não mandar.
Ainda em tempo também concordo que PAIS não são para pintar, nem limpar escolas, pois são pagadores de impostos públicos e tem o direito de exigir que seus impostos sejam aplicados de forma correta.
Há sim necessidade de se pintar, limpar e embelezar nossas escolas, mas cabe ao governo suprir de verbas e contratar empresas especializadas para isso, apra que a criança e nosso jovens sejam recebidos em uma escola limpa e com bom aspecto.
Abraços a todos

Giulia disse...

Olá, Andarta, é a primeira vez que uma diretora de escola se coloca com tanta sinceridade em nosso blog. Muito obrigada pela sua participação!
Infelizmente você é uma exceção e o que mais ocorre nas escolas públicas é o boicote à eleição dos pais nos Conselhos de Escola, apoiado pelas Secretarias da Educação. Se houvesse real interesse na participação dos pais, a eleição seria agendada com muita antecedência, seria estipulada uma única data para toda a rede, seriam distribuídos folhetos explicativos ou seria feita uma verdadeira campanha de informação e esclarecimento.
Isso não acontece em município algum, que seja do nosso conhecimento. É um problema de dimensão nacional.

Pais de Alunos disse...

Andarta você é nosso "sonho de consumo".

Andarta disse...

Giulia não acontece não, eu também não tenho conhecimento e por sinal amei a idéia que deveria, sem dúvida, ser adotada pela SE.
Aqui nós agendamos com os pais na reunião do início do ano a data da Assembléia Geral da APM e da eleição dos representantes dos pais no Conselho de escola e colocamos cartaz na escola desta data e aviso a todas as classe sempre com uns 15 dias de antecedência.
A eleição dos membros representativos dos pais sempre é muito disputada e quem coordena são os representantes do ano anterior, prefiro assim, pois ficam a vontade para eleger seus representantes.
Agora com nova direção a SE só resta acompanhar quais as diretrizes que vai adotar.
Muda demais e cada um que entra - novas idéias, mas realmente em relação a representatividade dos pais andamos as cegas ainda.
Abraços a todos e virei ler mais vezes este blog que eu não conhecia e me foi passado por uma mãe de aluno- viu só aprendi com ela e amei este espaço.
Com o tempo vou lendo as postagens passadas
Bom trabalho a vc e seus aliados

Giulia disse...

Andarta, a gente conta com profissionais como você para dar nossas sugestões à Secretaria, através dos Supervisores e Dirigentes de Ensino. O que a gente percebe é que as idéias não "sobem", ou seja, os diretores agem de acordo com sua própria experiência e realmente existem algumas (muuuuuuuito poucas) escolas onde o processo de eleição dos pais é democrático. O fato de as Secretarias da Educação deixarem de fazer campanhas mais amplas não é nada inocente.De nossa parte, por exemplo, há anos estamos "pentelhando" a SEE e a SME (Secretarias Estadual e Municipal de São Paulo) para que, NO MÍNIMO, dêem destaque à importância da eleição dos Conselhos de Escola em seus sites e simplesmente NÃO ROLA! O argumento que eles usam é que os pais da rede pública não têm internet... Mas então, por que tantos pais vêm denunciar o autoritarismo AQUI, OU SEJA, EM UM BLOG???

Andarta disse...

Giulia eu vejo isso pertinho de mim tbém, com colegas inseguras... que não conseguem argumentar com pais que querem tanto participar.

Agora este argumento de " pais não terem internet" valha-me Deus, a própria SE publica Boletim On line e também temos a sala de informática nas escola que é pra uso da comunidade também (pagadores de impostos e portanto quem comprou os computadores - só agendar para não ter sobrecarga de uso e muita espera)
Eu não sei se esta nova secretária vai valorizar o Conselho de Escola não, tenho temores a este respeito.
Antes o condidato a função de professor coordenador apresentava a proposta a todo conselho, agora depois do concurso o Diretor + supervisor( Nada do Conselho de escola) é quem escolherão o Coordenador .....RETROCESSO a vista Giulia.
Quando o Conselho ouvia as propostas e opinavam eu me sentia mais segura, pois decidiamos juntos e se não desse certo - dispensava e escolhiamos outro.
E agora como ficará?
A responsabilidade vai cair só sobre o Diretor?
Eu espero que o professor coordenador que trabalha conosco e foi aprovado por todo o Conselho passe no concurso pq ele tem todo o respeito de minha comunidade( moro no bairro em que sou diretora) e sabe muito bem trabalhar em conjunto com pais , alunos, professores e com a equipe de direção.
É duro não desanimar, mas vamos lá crianças dependem desta árdua luta.
Abraços

Andarta disse...

Esqueci Giuilia
Teremos uma reunião com a Secretaria da Educação em São Paulo dia 28/1 vou levar por escrito a sujestão da divulgação ampla da eleição do Conselho e espero ter espaço para entregar
Conte comigo.

Andarta disse...

Perdão e correção
leia-se Sugestão

Said disse...

Andarta, você é maravilhosa demais nas suas idéias, sugestões e discernimento das situações.

Admiro a sua disponibilidade em querer ajudar quem de fato precisa.

Um grande abraço e parabéns pelo seu empenho profissional, quem dera os diretores das escolas fossem só um pouquinho parecido com você.