Professores no orkut


Alguns “anônimos” se ofenderam porque criticamos as comunidades de professores no orkut, como se a gente estivesse falando da Internet de um modo geral. Não, o orkut é um veículo sui generis, diferente de certas listas e grupos de discussão sérios. Geralmente é dado a fofocas e o conteúdo é muito pobre. Reproduzo a seguir uma pequena amostra da comunidade Professores Heróis, que é das “melhorzinhas”, não chega aos pés de outras, como por exemplo Professores Sofredores, ex-Professoras Assassinas.

Por acaso (ou de propósito, rsrs) o diálogo a seguir se refere ao nosso blog. A professora Fabiana tem razão: somos mesmo uns idiotas que perdem tempo discutindo os motivos do fracasso da educação.

Velho conhecido o EducaFórum: apenas com objetivo de proteger os pobres aluninhos contra os péssimos professores e contra a Escola opressora...

Se a escola é uma merda, pq não acabam c/ ela? Ou então, pq não ficam só c/ os professores perfeitos? Aqueles q não arrotam, não peidam, não precisam comer, não têm sentimentos, se doam unica e exclusivamente p/ a profissão...

Olha gente...Se vc faz seu trabalho de forma correta,não deveria se preocupar com esses filhos da puta...Sempre existirá a oposição...Pegue firme no trabalho e seja uma pessoa correta em suas atitudes e deixem os malditos reclamarem...Os cães ladram ,mas a caravana não para!

To usando a psicologia da vaca pra eles.......cagando e andando pra não fazer monte muito alto.....cumpro com a minha obrigação, não saio de casa as 6;20 da manhã pra ir até a escola e brincar ou fazer hora, cumpro com o meu papel, precisa saber se os alunos querem aprender , alguém saberia responder ( esses otários)?Durmo de consciência tranqüila.E tem Mais, Não vale a pena dar ibope pra esses caras.

Concordo! Concordo! Acho que todos os professores deveriam ter aposentadoria precoce por não saber trabalhar, por ser inútil e por rebaixar a qualidade de ensino no Brasil!Quero ser a primeira!Não vejo a hora de passar o resto dos meus dias tomando água de coco na beira da praia enquanto esse povo idiota fica discutindo os motivos do fracasso na educação!
Ilustração: Marcel Duchamp, Fonte

Comentários

Ricardo Rayol disse…
é muito fácil appontar o dedo, mas esquecem que outros 3 estão apontados para si mesmo.
Anônimo disse…
Para refletirem: “Há quem passe pelo bosque e só veja lenha para a fogueira.” ( Toltoi)

Paz para vocês! Por que estão precisando e muito...

Gisele Telles
Anônimo disse…
Correção: a frase acima e de : Tolstoi. Esqueci o "s".

Gisele Telles
Giulia disse…
Gisele, de paz todos precisamos, neste mundo conturbado em que vivemos. Mas ficamos cada vez mais preocupados com o ambiente escolar, onde nossos filhos passam metade do seu dia. Sinta o ranço e o ódio nos comentários desses professores, além do linguajar de baixo nível. Eu só trouxe esse texto porque vários professores (ou um só? como é difícil lidar com "anônimos"...) aqui no blog ficaram ofendidos porque classifiquei de "abobrinhas" as conversas de professores no orkut. Também não trouxe esse texto por despeito ou falta de assunto. Eu sinceramente acho que faltam, no Brasil, estudos sociológicos para entender o "rombo" da educação, ou seja, essa área tão importante da vida pública que só dá prejuízos ao país e principalmente às crianças e adolescentes excluídas e expulsas da escola. Quem sabe, começando a estudar o comportamento da classe, além daquele dos políticos e da mídia, possa-se chegar a algumas conclusões... Alguém se habilita?
Anônimo disse…
Apresentar as idéias da realidade com que convivemos há anos não é uma tarefa fácil. Tudo parece óbvio e ao mesmo tempo difícil de expressar, principalmente das instituições em que estou inserida.

Durante 20 anos de trabalho em dois sistemas: prisional e educacional, onde considero-os como, perversos, hipócritas e discriminatórios, pois são as únicas definições para estas instituições públicas, voltadas para a população menos favorecidas, na sua maioria,"cidadãos" negros, pobres e marginalizados e estigmatizado pela sua condição social, me questiono- onde erramos?

Como manter os nossos jovens na escola sem motivação, com a auto-estima baixa, a qualidade de ensino precária, com projetos pedagógicos desconectados com a realidade dos alunos, sem diretrizes de uma educação para a cidadania, democracia e para a liberdade, uma escola cidadã, tendo como prerrogativa a formação do cidadão que se mobilize, participe e que tenha bem claro o seu papel não como mero reprodutor de um discurso demagogo que exclui o sujeito da sua cidadania, e sim de produtor de conhecimentos. Daí a importância da construção de uma escola inovadora, criativa, com projetos ousados e bem articulados, focados no aluno e nos seus interesses, uma escola que rompa as prisões curriculares, feitas para modelar, circundar e repreender.

V.L.J
Anônimo disse…
Cara Giulia, não foram vários professores que fizeram comentários no outro tópico, fui eu mesma, inicialmente identificando-me como "Professora" e depois com meu nome, portanto, ao contrário do q vc disse, não sou anônima, coloquei meu nome e sobrenome. Não tenho necessidade de manter anonimato, porque faria isso, minha senhora? Acho q vocês precisam de muita paz sim, porque um blog dedicado a alimentar rancores é algo na minha opinião muito "pesado". Se vc acha que o Orkut é um espaço onde na maioria das vezes se colocam opiniões fúteis, então porque se deu ao trabalho de copiar e colar as mesmas opiniões fúteis de professores q escreveram por lá? Por que não colocou aqui na mesma proporção as opiniões significativas? Sinceramente, como já disse anteriormente, vocês têm todo direito de denunciar e reivindicar, mas sejam pelo menos imparcias. Colocar a figura do professor como "vilão" não resolve nada. Graças a Deus em TODAS as escolas em que lecionei os pais sempre foram nossos parceiros, atuando inclusive como "Amigos da Escola". Encerro aqui minha participação e fico feliz por meus comentários terem produzido alguma polêmica, e pelo menos um pai concordou comigo de que "brigar" com o proefessor não resolve nada... uma alma foi salva... rsrsr.

Paz para todos vocês e fiquem com Deus.

Gisele Telles
Anônimo disse…
Oras bolas, essa Gisele Telles...

� n�tido e not�rio que vc se amarrou neste blog e que nem come e nem dorme longe dele....rsrsrs

V� procurar sua turma, l� no orkut...
L� sim existe baixarias, l� sim, existe pessoas podres..., l� sim, existem pessoas do seu n�vel.

Se aqui n�o t� bom, porque vc resolveu morar aqui, fica antenada 24 horas...Me poupe!

Pare de bancar a v�tima aqui, pois n�s te conhecemos e muito bem..

Mais agitadora do que vc, vc gosta � disso mesmo, pol�mica � a sua cara, adora chamar a ten�o pra si.

N�o esque�a, promessa � d�vida!

Tchauzinho.

Vc sabe quem sou eu.
Anônimo disse…
Achei que vcs gostariam de saber:
Existem 336 comunidades no Orkut entituladas Odeio meu professor, 315 Odeio o meu pai e (!!!) 385 Odeio a minha mãe. Parabéns, vcs ganharam.
Vera Vaz disse…
Que coisa mais maluca é essa?????? Não estamos aqui competindo com professores no ódio ou no amor dos jovens!!!!!!!! Estamos tentando chamar à responsabilidade os professores irresponsáveis - isso quer dizer TODOS (ou quase todos) pois os que não se enquadram por ação se enquadram por omissão, mergulhados num corporativismo incompreensível!!!

Por que quem não tem razão sempre tenta levar a conversa para os argumentos burros de particularizar e analisar os que aqui estão querendo buscar soluções? Não importa se sou uma prostituta, uma ignorante ou uma idiota, se sou boa mãe ou não imponho os tais limites.
O que vale é o que estamos colocando aqui que no fundo é muito simples:
Diagnóstico:A ESCOLA NÃO FUNCIONA, não está atingindo seus objetivos mais elementares. Os responsáveis para fazer a escola funcionar são os PROFESSORES e Diretores e os órgãos públicos. Detectamos várias falhas no procedimento dos professores. Estamos aqui apontando-as!
O mesmo fazemos com as atitudes das secretárias de Educação.
Não é uma guerra pra destroçar o inimigo, é um clamor pra ver se os que assim agem tomam vergonha na cara e mudam de atitude! É um pedido aos que assim não agem para que engrossem esse clamor e acabem de uma vez por todas com essa história de dar vez pra maus profissionais! Nossas crianças merecem isso!

Por que quem não tem razão sempre tenta levar a conversa para os argumentos burros de particularizar e analisar os que aqui estão querendo buscar soluções? Não importa se sou uma prostituta, uma ignorante ou uma idiota, se sou boa mãe ou não imponho os tais limites.
O que vale é o que estamos colocando aqui que no fundo é muito simples:
Diagnóstico:A ESCOLA NÃO FUNCIONA, não está atingindo seus objetivos mais elementares. Os responsáveis para fazer a escola funcionar são os PEOFESSORES e Diretores e os orgãs públicos. Detectamos várias falhas no procedimento dos professores.
Estamos aqui apontando-as!
Não é uma guerra pra destroçar o inimigo, é um clamor pra ver se os que assim agem tomam vergonha na cara e mudam de atitude! É um pedido aos que assim não agem que engrossem esse clamor e acabem de uma vez por todas com essa história de dar vez pra maus profissionais!
Anônimo disse…
Concordo com vc Vera. Não é com troca de acusações que vamos mudar a escola pública. A escola como é hoje está mesmo uma porcaria, muito por nossa culpa ( nós os professores) pq nos omitimos nos momentos em que ela ( a escola) começou a se desmantelar. Não é um pedido de desculpas, mas uma mea culpa se faz necessária. O que nós temos que fazer para mudar as nossas atitudes, isto é, partir para cima dos problemas, apontar os erros e os errados ( e ai incluem-se os pais tb). Contudo e acima de tudo, parar com acusações simultâneas. Tem Orkut com abobrinha de professor, tem orkut com abobrinha de aluno e tem até orkut de gente que tortura animais. Logo, o Orkut deve ser descartado. Como professora repudio as mensagens que acabo de ler escritas pelos colegas, mas sugiro que este blog divulgue as boas mensagens tb. Eu ainda acredito na escola pública e os meus alunos também. Nós ficamos 3 meses esperando acabar a "guerra" aqui no Complexo de favelas do Alemão e agora voltamos pra valer.

Professora Danielle de Freitas
Giulia disse…
Professora Danielle, obrigada por sua colaboração! Divulgamos também boas mensagens, sim, e ficamos chateados de que as "piores" tenham tanto ibope. Veja por exemplo o excelente artigo do professor Júlio Groppa Aquino. Quase nenhum comentário!
O trabalho da escola Celso Abbade Mourão: quase ninguém comentou.
Mande notícias de seu trabalho na favela do Alemão. Teremos o máximo prazer em divulgar.
Glória disse…
Amigas, como admiro a paciência e disposição de vocês de ainda tentar dialogar com esses exterminadores do futuro. As coisas só mudariam com alteração nas leis. Outro dia fui dar uma lida no estatuto dos servidores. Realmente, eles podem tudo, aquela minha colega está certíssima: podem até matar um aluno que nada acontece. Não aguento esse argumento fajuto de que há bons profissionais, bons professores...Será que eles não sabem que uma andorinha só não faz verão? Ao contrário, os bons ainda sofrem pressão, humilhação e ataque dentro das escolas. Lembro-me quando professora, tendo de entrar escondida com meus materiais (metro, pesos, bolo e frutas para ensinar fração, etc) na escola para não ter de aguentar as zombarias das colegas.Certa vez, já no fim, como eu estava na secretaria, comecei a dar aula de reforço para um aluno defasado que estava para repetir o ano e eu queria evitar porque ele já estava grande e com vergonha de continuar a estudar na turma dos mais novos. Quando soube, a coordenadora da turma me chamou na sala dela e me passou um sermão que não admitia que eu me intrometesse na área dela. Na verdade, é tudo para manter a má-vontade e o comodismo delas, se eu fazia aquele trabalho, poderia despertar para outras terem de fazer. Enfim, elas são livres para serem comodistas e cruéis, odeiam os alunos e só estão na escola pelo salário e o emprego fácil que tanto renegam. Imaginem essa gente trabalhando numa empresa privada, elas virariam outras, gostando ou não, porque, sendo incompetentes, sem apresentar resultados, é caminho da rua. Arre, estou farta...
Anônimo disse…
SERÁ QUE VCS AINDA NÃO PERCEBERAM QUE TUDO ISSO FOI FEITO POR UMA ÚNICA PESSOA.
PUXEM A FICHA DESSA TAL GISELE TELLES, VÃO SE SURPREENDER...
IGNOREM-A, ELA MERECE TODO NOSSO DESPREZO.

ELA SABE DO Q ESTAMOS FALANDO.
Anônimo disse…
...Ela sabe quem eu sou...
...Ela sabe do q estamos falando..

Anônimos e anônimos da Cremilda baixaria...

Como tem gente ingênua neste mundo....
Anônimo disse…
Oi,
Só duas coisinhas:
1. Concordo (novamente) com a Giulia, os dois textos aos quais ela se referiu são ótimos e nos dão estímulos para trabalhar.
2. Concordo e discordo da Glória; concordo quando ela fala que alguns (muitos) profissionais da educação são preguiçosos e desinteressados de seus trabalho. E outras coisas mais que ela também escreveu.
Discordo quando ela culpa o estatuto. Nas secretarias de todas as escolas estão afixadas as obrigações de professores, coordenadores, supervisores e diretores. Acontece que tem muitas colegas que ignoram isto. Infelizmente estão na escola pensando somente no salário, na aposentadoria, no empréstimo consignado, etc. Em nenhum estatuto está escrito que professor pode falar mal do aluno, faltar as aulas, desrespeitar os pais. Os que o fazem estão burlando a lei. Na minha humilde opinião o professor de escola particular é em muitos casos explorado e professor de escola pública é em sua grande maioria folgado.
saudações do Rio!
Danielle de Freitas
Mãe de aluno disse…
Concordo integralmente com a Danielle de Freitas.
Anônimo disse…
Eu nunca li tanta besteira na minha vida, a maioria dos professores fazem um trabalho de tirar o chapeu, mais vocês não sabem o que é isso pois é fácil ficar ai criticando e generalizando. A maioria dos alunos que dão problemas na escola tem pais neuroticos e irresponsáveis, ai fica fácil jogar a culpa no professor. Eu só vejo criticas, sugestões que é bom nada. D.Giulia vai passar uma semana numa escola da zona leste e depois a senhora me fala. Quero ver a senhora aplicar toda essa conversa mole com os alunos.
Anônimo disse…
Nossa, quanta revolta....rsrs
É superdifícil escutar umas verdadese ficar quieta....rs
Vai fazer alguma coisa que não seja ficar o dia inteiro antenada neste blog.
Vc já se tornou uma mala sem alça....

Bjus...................
Eu sou o Professor Brutus ...
Alguém quer me falar algo diretamente?
Assino o que disse...
Os cães ladram mas a caravana não para!

Continuo meu trabalho de retirar os jovens das garras do poder que a novela de vocês insiste em joga-los...
Anônimo disse…
Falam de anonimato no orkut mas aqui ta muito pior!!!!!!!!!
Anônimo disse…
Vai tomar no cu Brutus!!!!!!!!!!!
Nossa ...
Olha o nível oas pessoas desse fórum...
Sabia que isso não prestava...

Quando tiverem algo de substancial pra dizer me falem...
Lixo... só isso que posso dizer de vcs...

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola