Repensando a escola


A escola formal não está só na forma. Está dentro da fôrma. O pior é quando está no formol. É um cadáver.

Esta frase é do educador mineiro Tião Rocha, vencedor do Prêmio Empreendedor Social 2007. Ele desenvolve desde 1984 formas diferentes para a criança aprender brincando. Se você é daqueles que torcem o nariz à idéia de que a criança possa aprender brincando, não leia a entrevista http://educaforumtxt.blogspot.com/2008/02/tio-rocha.html.

Mas se você, como eu e nossa querida Vera, que nos trouxe esse interessantíssimo texto, acredita na beleza e na alegria da vida, leia a entrevista e comece a repensar a escola.
Leia também a excelente matéria Brincar pode ser a solução, http://revistaescola.abril.com.br/online/reportagem/repsemanal_270257.shtml, publicada na Revista Nova Escola, comentando declarações da psicopedagoga argentina Alicia Fernández, Diretora do Espaço Psicopedagógico Brasil-Argentina-Uruguai.

Comentários

Anônimo disse…
É Giulia vc tem razão, ninguém comentou a ótima entrevista do fabuloso Tião Rocha. Parabéns pelo texto!
beijos Danielle
Cadinho RoCo disse…
Posso estar enganado, mas o Brasil vive momento educacional dramático. A começar pelo que Preside o País, que prefere acreditar na educação da mentira.
Cadinho RoCo
Anônimo disse…
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse…
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Gostei demais da tirada do professor mineiro. Tinha que ser vencendor mesmo! Vou ler a sugestão do post, depois me manifesto. abs a todos daí

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola