Qual dia não é nosso?


Desejo hoje um Brasil mais feminino, mais acolhedor, mais voltado para o cuidado das pessoas, das crianças. O que somos nós, mulheres, sem os nossos filhos, sobrinhos, netos, sem o sorriso dos bebês, sem a risada espontânea das crianças e a energia do adolescente? Desejo um Brasil menos mesquinho, menos corrupto, menos panfletário, menos autoritário e burRocrático.
Desejo um Brasil mais humano, preocupado com a preservação da vida, disposto a abrir novos caminhos na conquista do conhecimento, da sabedoria, da seriedade sem a qual nenhum futuro é possível.

Comentários

Anônimo disse…
SE ME PERGUNTAREM DIGO QUE VCS SAO LOUCOS, TAL BRASIL NAO EXISTE, NEM VAI EXISTIR.
Giulia disse…
Dizem que sou louca
Por pensar assim
Se eu sou muito louca
Por eu ser feliz
Mais louco é quem me diz
E não é feliz, não é feliz
Ricardo Rayol disse…
todo dia é dia da mulher, deixo aqui meu abraço.