Extra! Secretário da "educação" xingando alunos



É uma vergonha como os pais e alunos da rede pública são tratados dentro da escola e pelas autoridades da educação. O cúmulo do absurdo ocorreu hoje em Barueri, SP: veja o vídeo aqui http://g1.globo.com/Noticias/Vestibular/0,,MUL454147-5604,00-ALUNOS+SAO+PROIBIDOS+DE+ENTRAR+EM+ESCOLA+NA+GRANDE+SP.html
O próprio Secretário Municipal da Educação reuniu 41 alunos expulsos de uma única escola e os chamou de macacos, bandidos, vagabundos e disse que deveriam ir estudar "nos quintos dos infernos". Infelizmente os alunos não puderam usar o celular para registrar essa cena dantesca, pois - como você sabe - o uso do celular foi proibido nas escolas. Agora será a palavra do Secretário contra a dos alunos, sendo que o Secretário da Educação de Barueri é irmão do prefeito e do presidente da Câmara Municipal. Sem comentários...

Registrando as informações sobre este caso:

Nome da Escola: EMEF TARSO DE CASTRO

Nome da diretora: Myrian Aparecida Rosa Campos

Endereço da Escola: Rua Marta -20 - JARDIM BELVAL - Barueri - SPCEP: 06420-160 -

Fone: 4163.6957-4163.6941

E-mail: emef.tarso@barueri.sp.gov.br

Nome do Secretário de Educação: Celso Furlan

Nome do Prefeito de Barueri: Rubens Furlan gabinete@barueri.sp.gov.br

Nome do Presidente da Câmara Municipal de Barueri: Antonio Furlan, irmão do prefeito.

Um recadinho para a família Furlan: a educação vem de casa, viu?

Comentários

Mauro disse…
Giulia,

Você viu o resultado dessa ilegalidade?
Vão formar uma comissão de pais e proefessores para investigar a "indisciplina dos alunos"!!!
Ninguém está preocupado em punir as autoridades escolares que ilegalmente estão suspendendo e expulsando alunos.
Sônia Regina disse…
Giulia,


Até onde eu sei não há amparo legal que dê suporte a expulsão de alunos. As escolas públicas tem usado artifícios para evitar esta situação. Convocam o responsável pelo aluno para uma reunião onde "gentilmente" disponibilizam para o pai a transferência do aluno, entre os argumentos, um deles é o de que a escola não tem o perfil adequado a personalidade do aluno, e isto vai atrapalhar sua educação...etc. Desta forma os diretores trocam figurinhas entre escolas , desestimulando o aluno.
Outra alternativa, que algumas escolas encontram é a expulsão através do CE, uma saida nada ideal, isso porque neste país a impunidade começa cedo.

Mas, assim dessa forma, eu nunca tinha visto.

É...Chegamos ao final dos tempos.
Vera Vaz disse…
Mauro -->Não tem resultado ainda! Isso vai depender da força que a sociedade fizer para que os alunos sejam ouvidos e que se dê crédito a seus depoimentos. E nós estaremos aqui alertas! (você também, com certeza, pra nossa sorte!)
Coloquei os dois videos pra que, assim juntinhos, possamos comparar as falas dos alunos e de seus pais (esses "delinquentes" "marginais") e os poderosos. Alguém tem dúvida de quem está mentindo?
Na sexta-feira mesmo no programa do Jô a juiza Luizlinda dos Santos, a primeira juíza negra brasileira, contou um relato bem parecido com o de uma das garotas que disse ter ouvido que devia ir se dedicar aos serviços domésticos invés de ir à escola. (isso pra se alguém duvidar que essas coisas existem mesmo...)
A diferença fundamental desse caso é que não pisaram na bola com um aluninho fácil de ser acuado mas em 41 alunos!!!!! Juntos vai ser mais fácil provar o que foi dito!
Enlouqueceram? Olha as caras dos molequinhos!...
Muito pertinente a fala do promotor! Parece que só a escola mesmo não vê o próprio descaminho!
Acho que não vai acabar em pizza não!
Será que sou muito otimista confiando na seriedade dos adultos que estão aí para zelar pela Educação e pela Justiça?
Será que vão conseguir rasgar o ECA com a aceitação de 41 famílias caladas diante deste descalabrio?
Claro que não!
Vera Vaz disse…
Ah! Pra gente não esquecer e cobrar:
Nome da Escola: EMEF TARSO DE CASTRO

Nome do Diretor: Myrian Aparecida Rosa Campos

Endereço da Escola: Rua Marta -20 - JARDIM BELVAL - Barueri - SP
CEP: 06420-160 - Fone: 4163.6957-4163.6941
E-mail: emef.tarso@barueri.sp.gov.br

Nome do Secretário de Educação:
Celso Furlan
Nome do Prefeito de Barueri:
Rubens Furlan
gabinete@barueri.sp.gov.br

(Informações públicas colhidas no site da Prefeitura de Barueri)
cremilda estella teixeira disse…
E o Secretário continua ameaçando, dizendo que tudo que os alunos fizerem ele vai mandar para o Promotor
O Gilberto Nascimento do SBT ontem no Noticiário, ficou do lado do secretário de modo inflamado
Muito bom que nós mandássemos um emails para ele, infelizmente não tenho, mandei para o site do SBT
Ele diz sempre que é marido de uma professora.....
Giulia disse…
Vera, eu não tinha visto o segundo vídeo que você colocou no blog, mas não tenho nenhuma esperança quanto ao promotor. No primeiro vídeo, ele estava visivelmente nervoso e preocupado de ter que mexer no "vespeiro" do secretário xingar os alunos. No segundo vídeo, ele toca apenas na questão da indisciplina, certamente ele não vai fazer absolutamente nada contra o secretário. Você viu que é uma família inteira que governa Barueri... Por isso coloquei o recadinho para eles, parafraseando o que os professores e diretores costumam jogar na cara dos alunos: a educação vem de casa. Esse secretário mostrou que é um verdadeiro "cavalo" e só se complicou porque os 41 alunos foram procurar seus direitos, mas ele nem sonhava que isso pudesse acontecer. E de qualquer forma, é a palavra dele contra a palavra de 41 "di menor". Todos nós sabemos que as crianças foram sinceras, elas foram superespontâneas e não mentiriam descadaramente, porque teriam medo dos "cagüetas" que poderiam estar no meio do grupo.
Aliás, vou contar uma história interessante: o aluno da EE Lucas Roschel (post das flores), que foi acusado injustamente de ter atirado a bolinha queimada da janela da classe, sabe direitinho quem foi, mas não delatou o colega. Esses garotos dão de dez a zero nessas "otoridades" asquerosas...
Vera Vaz disse…
O que eu gostei da fala do promotor foi o recado para as escolas que tem que cuidar de seus problemas de maneira inteligente dentro da própria escola.
Ele está certíssimo nisso!Indisciplina escolar não é pra ser problema de polícia, de juiz, nem de secretário de Educação (diretamente). Tem que estar dentro do plano pedagógico da escola a sua maneira de lidar com esses problemas, que não são nenhuma novidade na rotina escolar, mas que agora a escola trata chamando a polícia, a professora chora (!?), jogam a culpa nos pais, no ECA e não se resolve nada e nem se ajuda ninguém a melhorar e a crescer! Foi isso que gostei da fala do promotor, agora a atitude dele para com os poderosos só esperando pra ver....
Giulia disse…
Pois é, Vera, o promotor falou o óbvio ululante, mas que ainda é tabu neste país onde a criança ainda é tratada como um ser inferior, especialmente na rede pública de ensino, que é propriedade da corporação e de "otoridades" como esse Secretário da "educação"...
O Estatuto da Criança e do Adolescente não podia mesmo "pegar" no Brasil. Ele está sendo interpretado das formas mais absurdas, porque a sociedade "adulta" não se conforma em reconhecer a cidadania infantil e juvenil. No blog da Rosely Sayão tem tido algumas colocações interessantes mostrando que, talvez, tudo não passe de inveja dos "adultos" com respeito à vivacidade, à alegria e ao potencial intelectual da criança, quando ainda não esmagado pelo "rolo compressor" escola.
Mas eu não gosto de conclusões simplistas e continuo achando que faltam, no Brasil, estudos sociológicos que expliquem a forma cruel e mesquinha com que são tratados crianças e adolescentes. Este fato é inegável, pois provocou a criação do ECA e agora, quinze anos depois, mostrou o fracasso estrondoso de uma lei que pretendia proteger as crianças...

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola