Depredação: protesto ou vandalismo?



Do blog da Glória http://gloria.reis.blog.uol.com.br/, a pessoa que pensa a educação no Brasil:

Depredação de professor é PROTESTO
Depredação de aluno é VANDALISMO
Hoje saíram duas notícias no jornal.
Uma dos professores invadindo a Assembléia Legislativa com gritaria e quebra de vidros.
A outra, semelhante, com quebra-quebra de alunos na escola.
A imprensa chamou a depredação dos professores de PROTESTO.
E a depredação dos alunos de VANDALISMO.
Por que a diferença? Por que quebra de professor é protesto e de aluno é vandalismo?

Não deveria ser o contrário? Adultos não deveriam ser mais cobrados? (E os professores ainda se queixam de falta de prestígio... Eta, gente ingrata).

Senhores professores, se fossem os alunos que tivessem invadido a Assembléia Legislativa de Minas Gerais, gritando e quebrando, como vocês fizeram, a essa hora estariam fichados numa delegacia de polícia, encaminhados ao Conselho Tutelar, ao Promotor de Justiça, ao Judiciário, e as pobres mães estariam rezando em casa, pedindo a Deus para seus filhos não irem parar num centro de medidas sócio-educativas, que nós todos sabemos o quanto são "educativas". São como no campo de concentração de Auschwitz, com a famosa frase na entrada "O trabalho liberta".

Na entrada das nossas escolas também deveria ter uma frase bonita como a de Auschwitz, assim: "A educação liberta".
A foto em cima:
Vigilantes tentaram impedir que os professores em greve invadissem o prédio. Quatro vidraças foram quebradas na confusão na entrada do Legislativo. (Fotos: Marcelo Sananna/EM/D.A Press)
A foto em baixo:
Alunos depredam a Escola Estadual Murgy Hibraim Sarah, no Bairro Cristina, em Santa Luzia, na Grande BH. (Foto: Sidney Lopes/EM/D.A Press)

Comentários

Edilva Bandeira disse…
Giulia acho que VANDALISMO é vandalismo seja de professores ou de alunos, mas concordo contigo, de professor é muito mais grave, pois o sujeito em tese é mais maduro, possui mais conhecimento e tal.
Na passada e recente greve promovida pelo Sindicato paulista dos professores, você sabe as pedradas que levei por posicionar-me contra, tem ex-aluno meu da faculdade, que agora é professor filiado a APEOESP que fala comigo escondido, com medo de retaliação do tal sindicato, você acredita? Acho um absurdo, e aposto meu "miserável" salário de professora como a APEOESP faz questão de chamá-lo que os "protestos" eram por aumento salarial. Errei? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Abraços
Giulia disse…
Pois é, Edilva, o texto não é meu, é da professora Glória Reis. O que ela queria na verdade mostrar não é a questão do vandalismo, mas o viés que a mídia sempre apresenta, ou seja: quando se trata do professor, é protesto, quando se trata do aluno, vandalismo. Essa é uma visão típica da sociedade brasileira, que costuma responsabilizar o menor de idade e isentar o maior. Eu, francamente, tenho muita dificuldade para entender isso!!! Certamente o ECA foi criado justamente porque "alguém" percebeu essa distorção e inversão de valores, mas parece que o próprio ECA está sendo usado contra a criança e o jovem. É uma imensa covardia em nível nacional!
BATALHADOR disse…
O ATO É O MESMO , SÓ MUDA OS NOMES.

O MESMO ACONTECE COM O POBRE QUE ROUBA UM PÃO E VAI PARA A CADEIA , O RICO ROUBA O MESMO PÃO E É TIDO COMO DEPRESSIVO , ESQUECIDO E OUTROS MAIS.

UM PEQUENO DETALHE FAZ A DIFERENÇA.

$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
Anônimo disse…
PROFESSOR É A RAÇA DE CANALHA DE ULTIMA LINHA QUE CONHEÇO, EXCETO ALGUNS, SÃO FALSOS , SINICOS HIPOCRITA, LADRÃO,NÃO É CONFIAVEL DEIXAR UMA BOLSA NAS SALAS DE PROFESSORES ELES ROUBAM OS SEUS PROPIOS COLEGAS.DEPOIS ALGUEM AINDA TEM CORAGEM DE DEFENDER ESSA RAÇA PODRE.SE ESCONDE ATRAS DE UM DIPLOMA.
Anônimo disse…
Quem lê seu blog imagina q a sra é uma professora única. Amor, carinho, atenção, não pode brigar, não pode repreender... blá, blá, blá...

Se é tão fácil como diz, se és tão eficiente como deixa transparecer em seu mister de docente, pq não sai da net e vá p/ uma sala de aula tentar "fazer um mundo melhor"

Desculpe-me, mas a senhora fala como uma pessoa q aparenta nunca ter convivido com uma criança.
Anônimo disse…
anônimo das 11.19, vc tem razão professor não presta. Afinal de contas te ensinou a escrever sinico e propio. Só pode ser canalha.
Anônimo disse…
Sua parceira não pode mais publicar nada sobre a EE.Lucs Roschel Rasquinho, foi proibida por lei estes sites são chulos mesmo, vocês são escandalosas e mentirosas duvidodo expor o nome da minha escola no site,nem para falar bem é uma ordem uma ordem deve ser respeitada porque se não respeitar estes sites chulos vão sair do ar . Ela retirou até os comentários que foram feitos.
Anônimo disse…
Vocês so publicam o que é de interesse de voces.
Professora de São Paulo disse…
Quanta perseguição com a escola Lucas não sei lá das quantas... Quanto ódio no coração... Quanta crítica aos professores que ganhando muito pouco fazem tudo o que podem para dar aulas aos alunos dentro das condições que o Estado oferece (nenhuma)... Tem horas que alguns posts da Dona Cremilda dão a entender que os professores roubam o dinheiro que é para ser investido na educação... até parece que receber o mísero salário no fim do mês é um crime...
Aposto qualquer coisa que dentro das condições que o Estado oferece para o professor trabalhar (sem material didático, sem tempo para preparar as aulas interessantes, sem tempo para corrigir as provas,com salas superlotadas de adolescentes quase sem família) nenhuma das autoras destes blogs faria melhor do que os professores de hoje fazem...
Porque se pudessem fazê-lo, estariam nas salas de aula dando amor, carinho, atenção aos alunos... Mas como só sabem incitar o ódio, tenho quase certeza que uma escola pública com Giúlia (que parece ser a mais sensata) e Cremilda como professoras se tornariam o caos...
Glória disse…
Giulia, os comentários desses anônimos hoje estão hilários. Fico cada vez mais apavorada... Que mentes tacanhas! Será que são professores? Então a causa tá perdida, amiga...Podemos pendurar a chuteira.
Professora de São Paulo disse…
Já está perdida há um bom tempo... Os melhores professores estão saindo das escolas públicas há muito tempo... O jeito é procurar uma escola particular que pague bem ou então mudar de profissão.
É isto que estou fazendo, estudando para mudar de profissão... Não quero ficar enlouquecer em meio a tanto desrespeito pelo poder público para com os professores e o desrespeito de pessoas que fazem blogs como este...
Os alunos, a gente se entende bem, é só juntar o grupinho que quer aprender perto da mesa e explicar as matérias para eles, quem não está afim é só não mexer com eles que eles não mexem com a gente... Esses casos de professores que apanham só acontecem porque estes professores querem exigir que todos fiquem na escola estudando ou aprendendo...
Eu não sou boba não, comigo aprende quem está afim, ficar forçando o aluno a prestar atenção, obrigando ele a fazer trabalhos e atividades não é comigo não... Eu e muitos preferimos continuar fisicamente bem...
Essa coisa de ficar pegando celular de aluno eu também não faço... Cada lei maluca! Se o cara quer ficar ouvindo o som dele no celular com fones de ouvido, eu deixo ele ficar "de boa", não atrapalhando quem quer aprender já está de bom tamanho... até dou uma nota cinco para ele deixar os colegas estudarem tranquilos, inclusive tenho vários alunos que querem prestar as provas do Senai e outras Escolas Técnicas...
O pessoal deste blog passa uma imagem muito negativa dos professores, em meio a tantos problemas da profissão nem protestar por melhorias os professores podem mais...
Por isso que vou colocar meus futuros filhos em escola particular. Se os pais deixam a coisa como está, e os professores são criticados por seus protestos, sinceramente não há mais esperança...
Trabalhar de graça ninguém quer, como não há aumento há anos, o único jeito é cair fora... Ficar dependendo de bônus também não dá pois tem muito aluno que entrega a prova do Saresp até mesmo em branco... (só se eu fosse fazer a prova para eles...rsrsrs)
Fui
nosságora disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
nosságora disse…
Parabéns pelo blog!
Já linkei no meu !!
Sou professor em São Paulo.
Dêem uma entrada depois no meu blog. É sobre educação também, e outros temas.

Sobre o assunto tratado acima, acredito que a grande causa pela qual se deve lutar é realmente uma melhor condição de trabalho aos profissionais da educação.

No entanto, não significa dizer que as condições desfavoráveis justifiquem atitudes inadequadas dos mesmos.

abraços a todos
Mauro disse…
giulia,

Tem reunião na COGSP nesta quinta-feira (02/10/2008)?
Favor confirmar, inclusive o horário e a pauta.
Anônimo disse…
Tambem irei nessa e comigo levarei a mãe Renata Affonso.

Até 5a feira as 14:30 na porta da COGSP , onde alguns ficarao de boca aberta ao rever essa mãe.
Anônimo disse…
O povo vai ficar com medo e correr de lá. nao espalha ,não espalha.
Todos nós sabemos que muita cosia ruim tem acontecido na escola (instituição). Mas, nem tudo é ruim, venham, vamos ver coisas boas também. Divulguem o nosso blog, tem muita gente feliz dentro da nossa escola e nós gostaríamos de compartilhar isto com vcs.
http://emjbniteroi.blogspot.com/
http://somosdomorrodocastro.blogspot.com/
Continuemos na luta, mas sem perder a ternura pelos nossos alunos.
bjs
Anônimo disse…
muito engraçada a sora
ela vai colocar a sua filha em escola particular, e ela ganha tão pouquinho....
ora é uma piada mesmo
coitadinha da vítima
ela dá aula só para uns quatro que ela encosta na sua mesa, o resto ela deixa andar e dá nota cinco para quem nao sabe nada
mas não é uma cara de pau das grandes mesmo?
ela avalia a Giulia ponderada, eu também
mas acho que é apenas questão de estilo...
a cremilda bota para quebrar e tem que ser assim mesmo
tem que chutar para pegar no focinho mesmo.
Professora de São Paulo disse…
Eu não dou aula só para 4! Dou aula para os que estão interessados podem ser 10, podem ser 5, podem ser 15, podem ser todos... Chego na sala e já aviso, por exemplo, hoje o tema da aula é algebra, mostro alguns exercícios que cairam em testes, e quem quer aprender álgebra vem para frente... Nada de obrigar... Nada de ficar gritando para eles prestarem atenção, nada de ficar tomando celular, nada de ficar dando lição de moral e até mesmo humilhando aluno para a ficha dele cair e ele resolver estudar...
Minha função na sala de aula é apenas ensinar, e isto eu faço todos os dias... Explico, re-explico, explico de novo, mas claro para quem está afim... Quero manter minha integridade física e psicológica... Não sou mãe e nem pai de aluno para exigir deles tantas coisas... Ser odiado por aluno, falarem mal de mim, nem pensar! Mas cada um, cada um... Quer bater de frente? Dar murro em ponta de faca? Vai em frente mas, depois não reclama quando furarem o pneu do seu carro, te xingarem, te odiarem, e até mesmo te agredirem fisicamente... A vida infelizmente é assim...
E quanto a dar 5 de nota para quem não atrapalha, eu acho que está de bom tamanho pois essa coisa de "não sabe nada" não existe! pode ser que aquela pessoa não saiba aquele assunto, por exemplo, álgebra, mas isto não significa que como pessoa ele não saiba nada... Se sabe cooperar e cuidar de sua vida sem causar problema, para mim já está na metade do caminho, por isso merece 5, e com louvor...rsrsrs
Não sou um coitadinho, mas nesta vida para sempre não ficarei...rsrsr vou procurar coisa melhor, breve, breve... e vou ganhar mais também....rsrsrs
Anônimo disse…
www.barracoonline.com.br
Oi porque vocêS não entram lá pra discutir o assunto?
acho mais interessante ;]

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola