Educar ou conter?

Para começar o ano, finalmente uma visão inteligente sobre indisciplina na escola!
Leia na Revista Educação entrevista com a doutora da Unicamp Telma Vinha
http://revistaeducacao.uol.com.br/textos.asp?codigo=12593

"Precisamos ir às causas dos conflitos, e a solução tem de representar princípios de justiça. Às vezes, o problema está mesmo em uma aula que ninguém aguenta. A escola tem de ser um lugar bom para se ir."

Comentários

Anônimo disse…
Interessantíssimo o artigo.
Apenas faço uma ressalva: dá-se muita importância ou quase relevância total à escola. Que tal questionarmos os papéis dos pais no processo. Sim, os pais que não têm dado nenhuma contribuição nos dias atuais, só deseducam seu filhos, criam seres despreparados para o mundo e atribuem à educação, leia-se Escola, o papel que deveria ser deles: E-D-U-C-A-R
SPLISH disse…
É preciso ler com calma... senão abstraimos dos textos somente aquilo que condiz com nossa visão individual.

A autora inicia falando sobre os problemas "externos"... e da escola como extensão destes...

Muita calma nessa hora colega!!!rs
Anônimo disse…
Realmente: Educar não é papel única e exclusivamente da escola pública.
Atribuir à escola os deveres da família é de um absurdo sem igual.
Se temos crianças, adolescentes, que não têm a mínima educação não é culpa da escola pública. Se assim o fosse a escola particular seria o paraíso.
Os pais é que têm que dar educação aos filhos.