Melhor palhaço ou omisso???


O secretário Paulo Renato não nos deu bola. Normal... Entretanto, os comentários no seu blog são liberados e alguns bem interessantes, como o abaixo. Ao contrário, o blog do secretário Alexandre Schneider é controlado e nada entra a não ser bajulação...

Do leitor Antonio Carlos Vasconcelos da Silva de Souza

Secretário Paulo Renato, saiu publicado na Revista Veja desta semana na capa "BASTA DE IMPUNIDADE". Concordo plenamente, mas o padrão de comportamento não muda, as respostas são sempre as mesmas, todos são contra a impunidade e todos colocam suas opiniões quase que automaticamente de forma descrente, de que as denuncias não viram nada, do esquema de blindagem dos políticos, de que não dá em nada porque as denúncias tratam de pessoas "poderosas", que há um corporativismos muito grande e os políticos, dessa forma, ficam inatingíveis. Observe que nos comentários à revista foi muito usado o termo "Blindagem legal e institucionalizada", país da malandragem, que no Brasil todas as denúncias não seguem adiante por causa da pouca vergonha, porque os políticos são safados, que todas as denuncias são abrandadas.
Então lhe pergunto: "TODOS SOMOS IGUAIS PERANTE A LEI, SEM DISTINÇÃO DE QUALQUER NATUREZA", de acordo com o Artigo 5º da Constituição? As discussões não avançam meu amigo. Como no caso tão combatido da Diretoria de Ensino de de Araraquara. Nada acontece, nada muda, sou de lá e passo todos os dias na diretoria de ensino no finalzinho da tarde e acompanho de perto a reação dos diretores, supervisores, que se sentem verdadeiros "astros" da internet, não se sentem nem um pouco incomodados ou que um dia poderiam vir ser punidos, estão sempre felizes, estão rindo das denúncias publicadas nos blogs sobre Araraquara, eles acham o máximo e morrem de rir. E ficam esperando a próxima. Não é do Lula, do Serra ou de Senadores ou Deputados que eles riem e fazem piadinhas. Para eles o Brasil é e continuará sendo o país da Impunidade, acham graça do dinheiro na cueca, consideram uma pessoa de "mente brilhante", de uma inteligência digna de admiração, a dirigente de ensino de Araraquara, que por 12 anos manipulou milhares de "talões de firmas" que não existiram e saiu completamente impune como todos sairão, por isso ela se tornou "Idolatrada Salve, Salve", e é admirada por todos a sua astúcia.
Secretário Paulo Renato eles acham graça do esquema do "mensalão", ou "mensalinho" - Sandra Rossato, como eles chamam o esquema de Araraquara, tudo é normal meu caro amigo e não vira nada mesmo.Para eles os que denunciam são "Palhaços "Ridiculos", e são mais engraçados do que os que cometem as irregularidades.Como eles adoram ler as denuncias e se reunem para comentá-las no fim do expediente, ou na hora do cafezinho. Cosiderando a leitura como um dos principais elementos o enriquecimento do conhecimento, vamos em frente.Vamos continuar a fazer a alegria do povo que trabalha nos estabelecimentos educacionais estaduais de Araraquara. Entendo que é melhor ser palhaço do que ser omisso.

Comentários

Ana Claudia de Camargo disse…
Bom dia Giulia, como tem mais blogs sendo tratados como "Palhaços". E aos Impunes continuaremos a nos dirigir e a combater, porque os políticos como a própria "revista veja" já destacou em sua principal matéria que são "inatingíveis". Concordo plenamente como o freqüentador da diretoria de ensino de Araraquara.
Eles precisam ler está matéria publicada no blog do amigo Glauco de outro internauta que está tentando entender o que está acontecendo na Província Conservadora de Araraquara que os fazem rir e considerar Palhaços aqueles que combatem a corrupção na Educação.
Eles vão rir muito quando os Pais que assinam cheques em branco para eles forem "alertados" e orientados didaticamente de tudo o que está acontecendo, porque é muito complexo muito cara. Parece-me que quanto mais complexas as leis para o entendimento dos pais membros das APMs mais fácil enganá-los e assim solidificar o esquema de corrupção. Os pais, todos os eleitos em Assembléia Geral devem conhecer o Estatuto Padrão das APMs do estado de São Paulo e o Manual de Procedimento para utilização de verbas, uma vez que a "FDE", coloca no "colo" das APMs uma responsabilidade enorme, nem um contador com anos de experiência consegue por em prática todas as orientações o "obrigações" e responsabilidades que os pais passam a ter.
Haja vista que ela já existia, mas agora está institucionalizada com objetivo especifico de orientar os pais que entram de "gaiato", nas APMs e depois vão ter que responder por Crimes caso não cumpram o ali estabelecido e o diretor de escola, também ri dos "Pais Palhaços da APM", será que eles sabem de que foram desviados corruptamente das APMs de Araraquara entre 2004 e 2005 mais de 2 milhões de reais? Com certeza não.

INTERNAUTA: PROBLEMA DA EDUCAÇÃO EM SÃO PAULO NÃO É SÓ DO PSDB; É PRECISO FORMAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DE PAIS PARA ATUAR NAS APMs
23 Junho, 2009

Perversidade, futilidade e ameaça: Educação Pública Estadual de Araraquara – SP

João Silvério de Lemos – Araraquara – SP

Perversidade, futilidade e ameaça. Esses são os argumentos básicos que, de acordo com Albert O. Hirschman, os conservadores utilizam para criticar políticas que podem introduzir mudanças progressistas na ordem social. Como tais políticas perseguem, em geral, objetivos nobres, os conservadores não podem a elas se opor frontalmente. É necessário desqualificá-las. Assim, tenta-se mostrar que elas produzem efeitos inversos aos pretendidos (argumento da perversidade), ou que elas não têm resultados (argumento da futilidade), ou ainda que tais políticas põem em risco outras conquistas (argumento da ameaça). Leia o resto deste post »
Cremilda disse…
Nem palhaço e nem omisso.
Nâo tem outra alternativa ?
Enquanto os comentários forem liberados estarei lá, contando os horrores da escola pública para ele....
Acho importante ocupar todo espaço que aparecer...
Maria Rita de Carlos Pinho disse…
Giulia e tem mais...;
A “situação” funcionários estaduais legalmente investidos em cargos públicos na diretoria de Ensino de Araraquara voltam a defender a falta de transparência, e a impunidade. Sem a menor autenticidade, “lançaram” (Ha! Ha! Ha!), os supervisores de ensino Claudicéia e Newton da diretoria de ensino de Araraquara- SP, declararam à diretores de escola que “nada foi feito escondido”, já que a diretoria de Ensino de Araraquara sempre teve a aprovação do Governo Estadual para fechar as “parcerias” com empresas prestadoras de serviços às escolas e a mesma parceria com o Escritório de Contabilidade Atlas já que o mesmo fundou as APMs há 19 anos atrás. Mostram recortes de matérias jornalísticas sobre diversos elogios quanto a capacidade da diretoria de Ensino em gerenciar os recursos repassados pelos órgãos estaduais e Federais. E para os que dizem o contrário (Há! Há! Há).

Maria Rita de Carlos Pinho
Edgar Nunes Marques disse…
Giulia a Frase mais comentada no meio Educacional sobre a "Impunidade":
"Não pedi para esconderem ou desviarem nada. Se algum criminoso não levou adiante a responsabilidade de aplicar adequadamente a verba, não é culpa minha"
Sandra Maria de Camargo Rossato.
Rafael Pereira Alves disse…
"A crise é geral"
Não adianta cada dia ter uma denuncia, porque há briga interna entre os funcionários da diretoria de ensino de Araraquara - SP e cada um pega um papel e vai fazendo denuncias, pressões e ameaças.
A responsabilidade é dos servidores públicos, diretores de escola, funcionários e supervisores de ensino, que desviaram os recursos públicos das escolas com apoio e ordem da ex dirigente de ensino.
Estamos nos aproximando de eleições. Tem que se acautelar, buscar a confiança da população. E isto cabe ao Governador José Serra e ao Secretário da Educação. Porque as chuvas de notas fiscais frias cairão pelas cidade e pela região. Basta de Impunidade.
Houve e há uma disputa política pelo cargo de dirigente de ensino na diretoria de Araraquara, ela é dividida inclusive por funcionários e por aqueles que deveriam ter tido a responsabilidade moral de acompanhar os atos dos diretores de escola e que muito provavelmente praticaram atos ílicitos fazendo o uso da imoralidade.
O governador Serra e o Secretário Paulo Renato devem tomar providências urgentes, o povo merece uma resposta contra esse antro de corrupção ainda lá encalacrado e encastelados.E afastar os 22 diretores corruptos das nossas escolas.
Rafael Pereira Alves
Antonio disse…
Estou com a Cremilda ser considerado "Palhaço" por corruptos é até normal, estranho seria nos considerassem ídolos pop da internet. Na verdade eles devem estar com um "MEDO" da coisa ainda virar contra eles, eu que não gostaria de estar na pele deles. Eu jamais desistirei deles, e agora será para sempre, todas as irregularidades farei as denuncias necessárias, nunca em desmacará-los, a punição ainda que tardia chegará.
Antonio
Beatriz Amarante Barbosa disse…
Giulia mesmo sendo ignoradas todas denuncias pelo Senhor Secretário Paulo Renato de Souza, continuo em defesa da educação de Araraquara, sua amiga e admiradora;
Beatriz
Boa tarde,
Senhor Secretário da educação Paulo Renato de Souza:
Vou fazer algumas denuncias sobre a diretoria de ensino de Araraquara em seu blog mesmo sendo ignorado:
1- A diretora da escola estadual Dr. João Pires de Camargo - Senhora Ivana Marcondes, designou a sua irmã Andréia Marcondes como professora coordenadora pedagógica da escola.
A dirigente Sra. Maria Santana Gagliazzi nem se incomodou com a irregularidade e a supervisora da escola Sra. Claudicéia tbém não fez nada. a certeza da impunidade é crescente nesta diretoria de ensino.
Agora o Senhor tbém já sabe, pode até não fazer nada tbém, mas já sabe, não vai poder alegar o mesmo da ex dirigente Sandra Rossato, que nada sabia, que nunca mandou isto ou aquilo...
2- O ex diretor da escola estadual Dr. Alberto Alves Rollo no município de Américo Brasiliense, diretoria de ensino de Araraquara, praticou as seguintes irregularidades na escola:
3- Este diretor "Ronaldo", contratou indevidamente uma funcionária para prestar serviços na secretaria da escola - Sra. "Célia Virginia dos Santos", já está lá há mais de 3 anos (irregular)
2- Deixou e continua funcionando irregularmente uma cantina e venda de uniformes na direção da escola;
3- Desapareceram vários bens permanentes da escola: geladeira, computadores, mesas, fogão etc.
4- Classes noturnas com número reduzido de alunos, muito abaixo do permitido.
5- Este diretor "Ronaldo" deixou uma dívida de mais de 8,000 mil reais (oito mil reais) e apresentou notas inconsistentes em prestações de contas. E a Sra. Maria Santana está lá como dirigente só para abafar?
O Senhor precisa tomar providência. Pelo menos agora já sabe.

Boa sorte!
Beatriz Amarante Barbosa
Alcides Muniz Braga disse…
Giulia:
Sobre "O PSDB e o Brasil Moderno", A Lei Antifumo e a Saúde passaram por mudanças importantes no seu financiamento, foi criado o programa dos Genéricos, da Saúde da Família e dos mutirões da saúde, bem como o Programa de Combate à AIDS, premiado pela ONU e reconhecido internacionalmente como o melhor do mundo.
Giulia, tenho a questionar o seguinte:
A Assembléia Legislativa de São Paulo aprovou o projeto de lei antifumo do governador José Serra (PSDB), que proíbe o consumo de cigarro e similares em recintos coletivos do Estado de São Paulo.
Com a lei, ficará proibido fumar em espaços coletivos, públicos ou privados, "total ou parcialmente fechados em qualquer dos lados", exceto em residências, estabelecimentos que comprovem ser exclusivamente destinados ao fumo, como tabacarias, e em locais de culto religioso em que o fumo integre o ritual.
Não há dúvidas que o PSDB trouxe mudanças, avanços importantes, mas ainda deixa muito a desejar no que tange a diretoria de ensino de Araraquara, e aos descalabros que ocorrem dentro das escolas invalidando toda e qualquer lei Estadual, Municipal e Federal, um completo desrespeito a comunidade escolar.
"Gestão moderna" é usar todos os aparatos que tem o Estado para atender melhor os seus usuários.
Meu filho estuda na EE. Prof. Victor Lacorte e lá a diretora da escola fuma tal qual uma "caipora desvaraida", e em todos os espaços públicos fechados existentes, sua sala, secretária, sala dos professores, corredores, atendimentos a alunos. E a lei antifumo não é aplicada lá por quê?
Assim acredito ser porque a Senhora Diretora é protegida de um diretor de escola refugiado no PSDB como assessor parlamentar.
Meu filho tem Asma e tem me reclamado constantemente destas ocorrências na escola.
Fui falar com a diretora e ela nem me atendeu.
Será que aqui neste blog serei ouvido?
Já fiz denuncia a ouvidoria de SP - educação e nada foi feito.
Estou nos passando a imagem que as escolas de Araraquara viraram currais eleitorais do PSDB, porque esta diretora garante que de lá ela não sai por ser importante e de interesse do partido sua permanência , quero crer que isso seja apenas um devaneio da referida diretora, que esta não é a linha do PSDB.
Isto pude constatar em reuniões de pais nas quais compareci e presenciei a diretora fumando alopradamente mas já estamos nos movimentando contra esta situação haja vista pelos comentários neste blog.
Porque permitir que a diretora da escola que deveria ser e não é exemplo máximo dentro da escola adote este procedimento contra a lei do governador Serra?
Aguardo resposta.
Alcides Muniz Braga
E-mail - alcidesmuniz@yahoo.com.br
Eugênio Joaquim Marques Figueiredo disse…
Giulia quero ver minha carta ao Secretário Senhor Paulo Renato Publicada em seu blog.
Aguardo o seu atencioso atendimento:
E E “PROF. VICTOR LACORTE” EM ARARAQUARA – SP
Violência e drogas nas escolas de Araraquara e Região licitas e ilicitas(cigarro e bebidas alcoólicas e drogas). E a Lei do Serra jamais é cumprida por aqui reina a Impunidade. Entendemos que a atenção precisa ser diferenciada para aquele adolescente tido como indisciplinado ou que tem dificuldade de aprendizagem. Ao invés de rotular e propor a expulsão, a escola pública e estadual paulista deve investir pedagogicamente no aluno e isto nem longe as escolas estaduais de Araraquara e Região estão fazendo.
A violência nas escolas estaduais de Araraquara é assunto antigo das conversas sobre educação. A UDEMO realizou uma pesquisa com quase 500 escolas públicas de todo o estado de São Paulo, 44% afirmaram que a violência aumentara em relação aos anos anteriores,
É importante ressaltar que a violência escolar não vem desacompanhada de outros fatores. Não é algo que surge e termina dentro da sala de aula. É apenas uma das facetas dos variados tipos de violência que acercam o jovem diariamente: a violência familiar, social, estatal, verbal, física, comportamental, entre tantas outras. O aluno influenciado por tipos de violência em casa ou na rua é meio de transporte para que esta violência adentre as escolas.
O assunto é vasto e merece muitas discussões e reflexões. Contudo, para o professor, além de combater as causas, é de imediata importância também entender e tentar controlar suas conseqüências. Para isso, muitas possíveis soluções estão sendo apontadas a fim de que esse sério problema seja resolvido. Uma das ações que pioraram os resultados tem mostrado é a péssima gestão das escolas Araraquarenses. Ou seja, a má vontade dos diretores de escola e supervisores de ensino e dos professores em mudar o quadro depredado da escola é ZERO. Como Maus exemplos podemos citar as escolas como a EE. “Prof. Victor Lacorte a diretora “Caipora ambulante”, ou “Chaminé em decomposição”, que transformou esta território onde ESTÁ TUDO DOMINADO POR ELA, e sem nenhum piedade transformou a escola em um depósito de alunos em tempo integral , jogados como objetos, sem nada fazer, ou os alunos fogem com a anuência desta diretora da escola, ou fica lá entediando só pensando e fazendo bobagens.
Outra escola abandonada é a EE. João Manoel do Amaral os pais de alunos e a vice diretora fizeram um abaixo assinado reclamando da sujeira, da depredação e do abandono. E sabe o aconteceu? A dirigente de ensino pegou o abaixo assinado, ameaçou a vice diretora de processo administrativo, mandou entrar de férias e sua designação será cessada e ainda indicou um vice a diretora efetiva da escola, como está cheia, mas com um caminhão de notas fiscais frias, geladas, acatou submissamente a ordem da sua superior. Existe diferença da Cartilha Rossato?
Eugênio Joaquim Marques Figueiredo disse…
Nenhuma diferença! A Senhora Maria Santana Gagliazzi rasgou o abaixo assinado e jogou no lixo e depois queimou diante de pais de alunos, da diretora da escola, da vice, e prometeu melhorar as condições da escola. É assim que resolve os problemas, é assim que se valoriza a participação da comunidade escolar e dos pais?Depois sozinhas a dirigente mostrou sua ira e força ordenou que a diretora da escola cessasse a designação da vice diretora.
A diretora que não contava com nenhum apoio da dirigente e era vista muito mau vista na diretoria de ensino e com uma auto estima baixíssima, a beira do zero, gosta de ser “mimada” e diante de sua péssima atuação diretora, nem pestanejou fez o acordo caseiro com a dirigente e passou a ter benesses na diretoria e foi garantido um certo “status” se cumprisse o determinado depois das férias da vice ela será expurgada da Escola João Manoel do Amaral,. Para entender melhor na época a diretora da escola “titular” Sonia Maria Donizete como sempre foge dos problemas”tratou de entrar em férias”, por medo de enfrentar a imprensa, pais de alunos etc., saiu voando...E a vice substituindo a diretora da escola e o prédio escolar, já estava uma porcaria, completamente abandonada, suja, depredada e o bicho começou apegar na imprensa e diretora saiu de cena “férias” e deixou a bomba nas mãos da vice diretora que teve que fazer a reunião dos pais que foram até a radio local e jornal e sua cabeça rolará em breve. Mas a dirigente “Santana” alertou a diretora Sonia Donizete não quero”Abaixo assinado aqui”, este é o segredo (Ato Secreto) da má gestão.
Eugênio Joaquim Marques Figueiredo disse…
Uma gestão de qualidade inclui projetos que tragam os professores, pais e voluntários para perto dos alunos, dentro da escola. Projetos como atividades internas nos períodos em que não se tenham aulas, aos finais de semana etc., assim como o conhecido Amigos da Escola, ou mesmo outros de iniciativa própria nas comunidades.
O importante é acreditar no aluno. Não se pode desistir daquele aluno que não consegue aprender e tem dificuldades dentro e fora da escola, sentindo-se intimidado com a frustração, ele pode reagir com violência. “Sem conseguir sobressair, os jovens se juntam em grupos e partem para a violência”, explicitando a importância das atividades extracurriculares na rotina do jovem.

As Drogas nas Escolas Estaduais de Araraquara e Região:

Um dos principais motivos da violência escolar está no uso e no tráfico de drogas (ilícitas ou não). Muitos alunos usam e comercializam drogas dentro e nas proximidades da escola. Isso também atrai maus elementos para os arredores das instituições. Na mesma pesquisa da UDEMO,

“27% das escolas pesquisadas relataram que alunos portavam e consumiam bebidas alcoólicas durante as aulas. 19% das escolas foram invadidas por estranhos, com objetivo de furto, roubo, estupro, tráfico, de drogas. 18% acusaram porte ilegal de armas, por parte dos alunos.”
Eugênio Joaquim Marques Figueiredo disse…
A solicitação de um bom policiamento às autoridades, como se já não fosse um dever, pode ajudar. Às vezes, apenas a presença de uma viatura da Guarda Municipal já é o suficiente para intimidar possíveis problemas nas saídas das escolas e o comércio de drogas - pelo menos em frente aos portões.

Um levantamento publicado pelo jornal argentino Clarín, no ano passado, mostra que o Brasil é o 3º em uso de cocaína na América do Sul,

“1,7% dos brasileiros matriculados no ensino médio já consumiram a droga.”

O Brasil perde apenas para a Argentina e para o Chile. Isso pode nos dar uma idéia de como o problema é grande.
Sem contar o uso de bebidas alcoólicas e de cigarro comum (diretora da EE. Prof. Victor Lacorte). A criança com muito tempo livre ocioso acaba por assistir a muitos programas violentos e que incentivam o uso de álcool, por exemplo. Silvia nome fictício para não prejudicar os alunos, a aluna da EE. Victor Lacorte fala da Violência na Escola, das Drogas licitas e ilícitas e da percepção dos Alunos e Professores que se calam diante da situação por medo e represarias.
A aluna sugeriu campanhas e projetos, seminários sobre o uso e o efeito das drogas e do cigarro no organismo podem ajudar no combate a esse uso indevido na rua e nas salas de aula, mas são sempre vetados pela diretora da escola, Sra. Silvana Corbi.
Senhor Secretário Paulo Renato de Souza É PRECISO ABRIE ESSA CAIXA PRETA da Educação de Araraquara, das Escolas Estaduais e Requerer cópias de todas as prestações de contas da APM FDE dos anos de 2003 a 2006 da EE. Victor Lacorte, E DE OUTRAS ESCOLAS QUE NÃO FORAM AUDITADAS, sabemos que se encontram na FDE cópias, balancetes, documentos, etc, que comprovam que o Sr Boschiero Diretor refugiado em gabinete de Deputado do PSDB de Araraquara, se utilizou do esquema de notas fiscais frias junto com a ex dirigente de ensino e por medo este diretor sem qualquer escrúpulo mandou a sua substituta e amiga dar queimar tudo e se refugiou no gabinete de um deputado local do PSDB, até que tudo terminasse. o nome completo do refugiado é Diretor Eduardo Boscheiro.
Se o Senhor quiser mesmo desvendar a verdade dos fatos, a FDE é o caminho mais fácil e mais ágil, para a punição deste “sujeito liso” o Senhor terá acesso a todas as notas fiscais frias, aos balancetes e explicações dos próprios auditores fiscais que ele amortizou em prestações de contas da FDE/APM, pois quem fazia sua Contabilidade era o Escritório Caçado pelo CRC – Atlas.
Eu tenho notas fiscais frias, geladas deste diretor e são muitas e em seu gabinete devem ter tbém porque mandei tudo por sedex com aviso de recebimento, já distribui por todas as secretarias do governo estadual, ministério público, mas como um mistério este diretor refugiado está sendo “poupado”. Já encaminhei a todos os seus antecessores sem nenhuma resposta , mas ele não está na lista dos diretores de escola processado por isso faço e essa manifestação, solicitação urgente e depois veremos.
Eugênio Joaquim Marques Figueiredo disse…
Não desistiremos de provar que este diretor como outros e também supervisores de ensino devem ser punidos, responsabilizados. E isso o Senhor com certeza irá fazer.
Atenciosamente;
Aguardo respostas:
Neste blog. Porque na ouvidoria de SP já fiz mais de 100 denuncias e nunca obtivemos respostas da CEI o Senhor “Rubens Mandetta” manda dizer que é invenção nossa, que jogamos no ventilador mentiras, vamos ver Senhor Mandetta quem mente!
Não temos medo de suas ameaças, nenhum medo, estamos todos preparadíssimos para os seus ataques de sempre Senhor “Mandetta”, nunca fomos se quer recebidos pelo Senhor, o Senhor não pode falar de quem não conhece, nunca viu e nunca ouviu, não existimos, Sr Secretário para o coordenador da CEI, não passamos de fantasmas denunciantes e enchemos o saco..., . Isso vamos ver futuramente. Os denunciantes ao invés de serem bem tratados, por estarem contribuindo para melhorar a Educação Pública Estadual são mau tratados como se fossemos lixo, mas não somos, somos em muitos, temos representantes, e essa história de continuar a perseguir, maltratar, desqualificar, como se denunciar fosse crime os denunciantes vai acabar estamos só esperando a próxima represaria do Senhor Mandetta.
Eugênio Joaquim Marques Figueiredo

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola