A hora é agora!


O diretor de escola Amarildo Reino de Lima, do Distrito Federal, desenvolveu um lindo trabalho de recuperação da defasagem de seus alunos com relação à idade, um problema que aflige cerca de 50% dos alunos brasileiros.

Quando assumiu a direção da escola, em janeiro de 2008, Amarildo deixou para lá a cômoda "aprovação automática" e criou o projeto de aceleração A hora é essa, que permitiu aos alunos recuperarem dois ou até três anos de defasagem em apenas um ano. Para realizar esse projeto, ele promoveu a união da equipe gestora e teve que convencer professores, pais e os próprios alunos de que sua meta era possível. Com gestão participativa, focada em resultados, e um intenso acompanhamento de cada caso, conseguiu que o Centro de Ensino Fundamental 427, de Samambaia, fosse a escola melhor avaliada do DF. Ele foi também escolhido Gestor Nota 10 no prêmio Victor Civita 2009. Parabéns, Professor Amarildo!

Experiências como esta mostram como é absurda e cruel a postura geralmente adotada nas escolas públicas com relação aos alunos defasados ou repetentes, chamados de "casos perdidos", "laranjas podres" e outros apelidos ofensivos ou depreciativos.

Leia aqui a reportagem da Revista Nova Escola, que traz inclusive um vídeo com depoimentos de pais, alunos, professores e do próprio diretor.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola