Racismo e desempenho escolar



As escolas brasileiras não estão atentas para as práticas sutis de racismo existentes entre alunos e professores, prejudicando, assim, a mobilidade educacional e social de crianças e jovens negros.

Leia completo no Blog da Glória


Comentários

Giulia disse…
Gente, esse vídeo é de cortar o coração! Ninguém vai comentar? Só interessa aqui a questão professor x aluno, sociedade x governo?
Percival Nunes disse…
Ola Giulia !, É um video dificil, sugere muita reflexão, no entanto, sabemos que para muitos, nesse pais, a omissão é mais facil, coisas que acham menos importantes ficam para segundo plano, é evidente que o comportamento de um adulto depende muito do que ele passou na infancia, não se leva muito a serio o fato que se deve cuidar de nossas crianças, enquanto pequenas, para não puni-las depois de adulto.
Renato disse…
Giulia

Será que essa situação é comum? Parece-me surreal. Não posso acreditar que isso seja o caso para a grande maioria das crianças negras.
Marcelo disse…
Não tinha um vídeo nacional sobre o assunto para postar?
O racismo norte-americano é mais incisivo que o brasileiro. Você é negro ou branco e pronto.Existiu pouquíssima mistura étnica durante a história dos EUA, seja a européia, indígena ou negra. Aqui, gostando ou não certos grupos mais ideologizados, houve mestiçagem. E mestiçagem não é sinônimo de igualdade ou justiça social, apenas de que as relações entre as etnias foi diferente da norte-americana.
Quem assistiu a entrevista com Demétrio Magnoli ontem, 4/10, na Bandeirantes, pôde perceber como nossa situação é mais complexa e delicada. E imitar os procedimentos norte-americanos, por mais justos que pareçam, pode instalar um ódio racial que não existe em nossa sociedade, que já é racista à sua maneira.
MARCELO disse…
Não tinha nenhum vídeo nacional para postar? De fato o racismo norte-americano é mais incisivo. Você é branco ou você é negro, ponto final. A formação da sociedade foi mais fechada neste aspecto da miscigenação. Colonos não se misturavam muito com índios ou com negros. Enquanto o nosso é mais sutil. Entretanto, nossa sociedade é miscigenada e, portanto mestiça. Queiram ou não alguns ideólogos mais radicais. Por mais justas que sejam as reivindicações, não dá para imitar os americanos neste ponto.
Fique claro que sociedade mestiça não é sinônimo de igualdade de direitos, justiça social etc. Nosso passado e presente não é um conto de fadas. O racismo está presente no Brasil. Porém, não existe aquele ódio racial extremo e irreconciliável que há em terras ianques ou na África do Sul, por exemplo. Quem assistiu com atenção a entrevista de Demetrio Magnoli no Canal Livre da Band pôde compreender as graves implicações disto tudo.

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola