A aluna pediu transferência de escola!



Quem acompanhou o caso da aluna de Diadema, perseguida pela diretora por não usar o uniforme da escola, vendido ilegalmente na EE Aparecida Donizete de Paula, saiba que ela acabou desistindo de lutar pela própria integridade dentro da escola e pediu transferência. Leia aqui o post anterior, http://educaforum.blogspot.com/2009/11/prof-paulo-renato-prof-jose-benedito.html, em que ela relata o constrangimento que sofreu durante a "apuração preliminar" de que foi vítima.

A boa notícia é que ela não desistiu de estudar. Seria uma pena, pois poucos professores escrevem tão bem quanto essa aluna, que está apenas no 1º Ano de supletivo do Ensino Médio. Esta é a pura realidade:

A VÍTIMA QUE TEM CORAGEM DE DENUNCIAR OS MAUS TRATOS SOFRIDOS DENTRO DA ESCOLA TORNA-SE DUPLAMENTE VÍTIMA DURANTE OS PROCESSOS ADMINISTRATIVOS DA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO. ASSIM ELA DESISTE DA LUTA, O QUE FORTALECE O AUTORITARISMO E A CORRUPÇÃO DENTRO DA REDE PÚBLICA DE ENSINO.

Leia a mensagem que recebemos da aluna na sexta-feira:

Por volta das 16:00 hs vou até à diretoria de Diadema, pedir para a Dona Maria Carmem que consiga outra escola, para que eu possa realizar as últimas provas em outra, ou pelo menos garantir minha matricula para o próximo período.

Estou com a pressão nas alturas e com o corpo trêmulo. Sinceramente não compensa, pois existem outros valores, minha saúde, meu trabalho, valores que não posso comprometer por uma situação que não terá fim.

Agradeço a atenção,
Luciana Vieira Silva

Comentários

Anônimo disse…
É Luciana,
os outros valores citados realmente são mais importantes. Seria mesmo uma luta inglória. Nada ia dar em nada. Estou dentro da Rede e sei do que falo.

Abraços
Giulia disse…
Só espero que esse comentário não seja do Prof. José Benedito, que não se manifestou a respeito...
Vera Vaz disse…
O problema é que o tempo corre a favor da escola. Denunciantes não têm tempo pra esperar burocracia, precisam de respostas rápidas para seus problemas porque o ano letivo passa rápido...
Assim se vc começa uma luta com os filhos na 2a série ela se arrasta por anos e chega a hora dele deixar a escola e tudo perde o sentido (a não ser para umas "loucas" como nós que continuamos a cobrança em nome dos filhos dos outros!) Mas mesmo a sua pequena luta valeu a pena, Luciana, se todo dia alguém reclamar com a sua coragem os absurdos que acontecem nas escolas desse país as coisas vão ter que mudar e quem sabe daí não sejam mais "lutas inglórias" pois será um clamor coletivo nada fácil de calar!
Sou funcionário de escola estadual e fui impedido, por regras absurdas de uma cartilha da empresa responsável, de aplicar o SARESP/2009. Segundo a Supervisora de minha região apenas professores podiam aplicar a prova. Liguei para a empresa, liguei e enviei e-mail para a ouvidoria... Ninguém, mas ninguém mesmo se importa. Esqueçam. Estamos todos, alunos, professores e funcionários sérios, órfãos de políticas públicas sérias para a educação pública estadual.
A alternativa que nos dão é prestar outros concursos públicos ou ir pra iniciativa privada. Estou cansado de lutar!!!!

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola