A escola que deseduca VII - Aluno amordaçado


Mais uma notícia que
você não vai ver
no Fantástico:

FOLHA.COM
16/06
Professora amarra e amordaça aluno no Distrito Federal
A Polícia Militar do Distrito Federal autuou uma professora por maus tratos, constrangimento ilegal e por expor um aluno à situação vexatória, no início da tarde desta quarta-feira.
Segundo a PM, uma professora da escola Jardim Botânico amarrou uma criança na cadeira e colou a boca com fita adesiva para que ela não atrapalhasse a aula.
Outra professora viu a cena e chamou a direção da escola e o conselho tutelar. A polícia não informou o nome e idade dos envolvidos.



Alguém se atreve a comentar?...

Comentários

Nicolau disse…
Professor leva soco de aluno no interior de SP
Docente afirma que estudante não gostou de ser advertido.
Jovem de 17 anos diz que pensou que seria agredido.
Do G1 SP, com informações da TV Tem

Um professor levou um soco no rosto de um aluno na escola estadual Regente Feijó, em Itu, a 101 km de São Paulo, na quarta-feira (16). De acordo com o docente, a agressão ocorreu após o estudante, de 17 anos, ter sido advertido por mudar de lugar na sala durante uma prova.

O adolescente, porém, disse que apenas queria mudar de lugar e que o professor puxou sua cadeira para ele cair. Segundo o jovem, ele só reagiu porque achou que seria agredido pelo professor.

A escola não quis se pronunciar sobre o caso. Em nota, a Secretaria de Estado da Educação informa que já foi convocada uma reunião do conselho escolar para tratar do caso. Na data, serão definidas as medidas punitivas que serão aplicadas ao aluno. O jovem está suspenso das aulas até a realização do conselho. O caso foi registrado no 3º Distrito Policial da cidade
Victor Zazuela disse…
É, minha gente. Lamentável. Estamos nos tempos derradeiros.
Agora, estou vindo pela última vez, após longo período, avisar que não frequentarei o blog. Não faço falta, pois meus comentários, como já disseram aqui, são estranhos. Lamento mais ainda canais tão frequentados como este insistirem em apenas um lado de uma questão tão complexa. Não preciso mais esmiuçar o que quero dizer. Essa "profissional" errou e muito, talvez tenha chegado ao seu limite.
Só quem está em sala de aula sabe o que falo. Os demais praticam uma tautologia. Só pra lembrar, o contrário tem existido: em Itu um professor levou um soco na boca, mas... pra quê? De nada adianta. Boa sorte ao blog e, principalmente, a todos nós! Reféns dessa Educação Pública falida e podre!
Giulia,

A "bonequinha playmobil" da TV globo não mostrou a professorinha.
Mas você pode ver o vídeo completo na reportagem da TV Record:
http://www.youtube.com/watch?v=RDMevd7wHrU&feature=player_embedded
Anônimo disse…
NO meu tempo de 5a série, em 1985, tinha um colega bagunceiro que pedia para outros amarrarem ele na cadeira para não atrapalhar as aula. Tem que ver o que ele aprontou para merecer isto.As vezes dava certo. Tem que ver o que ele aprontou para merecer isto.
Anônimo disse…
Dá uma lida no Folha On Line
São quase cem comentários de pessoas a favor da professora.
A favor do espancamento de aluno
E dizendo que esse aluno deve ser viciado em crack e coisas assim
Ofendendo os pais
Comentários absurdos.
Uma delas escreveu que a professora está fazendo um favor para os pais.
Assim se o aluno for para as forças armadas vai aguentar os treinamentos de lá.
Coisas que a gente tem que ler duas ou mais vêzes, parece que não entendemos...
Anônimo disse…
O caso de Itu a culpa são os pais mesmo
O professor é acostumado a bater em aluno e os pais não se reunem pare defender esse aluno ?
O "santo" do professor puxou a cadeira para o aluno cair e o aluno que já tinha levado uns catufes várias vêzes empurrou o professor que se desiquilibrou e caiu de bunda do não. Foi correndo reclamar com a diretora, e ela passou para o sindicato que passou para a imprensa....
Era hora de apurar direitinho e então o professor coitadinho que do nada foi agredido...ia aparecer a verdade.
Mas quem é que quer a verdade ?
O aluno fica de vilão e pronto, todo mundo aceita.
O professor é muito agressivo, e todos os pais sabem disso, porque não reagem ???
Anônimo disse…
Pior é que o aluno foi punido com a suspensão.
Suspensão é crime
O professor vai continuar bancando a vítima e espancando aluno, que aluno não pode reagir...
Os pais ficam lá, como aquí de boca aberta...
Giulia disse…
Victor, a questão não é tão complexa assim. Na verdade, hoje a escola é um "mal necessário", onde o aluno não aprende quase nada que lhe sirva ao desenvolvimento intelectual, moral, emocional. E ainda por cima corre o risco de ser agredido por aqueles que deveriam zelar pela sua integridade física e moral. Você não consegue enxergar a questão de que o exemplo vem de cima, e nisso está em sintonia com toda a sociedade. Este é um dos únicos espaços que mostram o outro viés da questão. Se a sociedade brasileira se preocupasse com os mais fracos, o país não seria o poço de desigualdade que é. A desigualdade é fato, isso você vê em todos os poderes, principalmente no judiciário. E hoje a escola pública é um imenso tribunal ilegal a favor da expulsão do aluno, vítima desse sistema perverso. Então vamos, sim, continuar a mostrar os abusos do MAIOR contra o MENOR, até porque sabemos que a sociedade e a mídia vão continuar a bater na tecla contrária. Espero que você continue por aqui, opiniões contrárias são sempre bem-vindas, desde que colocadas de forma educada, como você costuma fazer.
Nicolau disse…
é preocupante ver que as pessoas ainda defendem o agressor, no caso, o aluno, pelo simples fato de ser aluno. Quer dizer que se for aluno, pode atear fogo, pode explodir a sala... e se ele disser que fez isso porque "achou que o professor ia bater nele", tá tudo certo?

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola