Os idiotas "politicamente corretos"


Leia aqui sobre a censura às obras de Monteiro Lobato pelo Conselho Nacional de "Educação".
Perfeito para um país analfabeto e autoritário!
Certamente os nobres doutores já receberam a visita da Mula sem cabeça!

Comentários

victorzazuela disse…
Sem comentários. Monteiro Lobato, um ícone de nossa Literatura, censurado, só podia advir de bestas humanas. Quanta ignorância!
Giulia disse…
É isso Victor! Mas veja o seguinte: você, mesmo dizendo "sem comentários", comentou esse absurdo. Já a sociedade continua inerte quanto a esse e a todos os demais absurdos que mostram que vivemos em um país autoritário.
Vitor disse…
Foi a amesma coisa quando em alguns lugares tentaram impedir o uso de um livro de contos por causa de um conto "pornográfico" do Inácio Loyola Brandão. Quanto absurdo!!! Aquele conto oferece um milhão de questões para serem trabalhadas em sala de aula, e as mentes tacanhas e retrógradas só enxergaram pornografia.
Giulia, peço-lhe que faça uma reflexão mais aprofundada sobre o caso.

A polêmica sobre o parecer do Conselho Nacional de Educação (CNE) sobre o livro “Caçadas de Pedrinho” fez emergir a hipocrisia que domina a grande imprensa no Brasil. Acusar o CNE de censurar a obra de Monteiro Lobato foi a forma usada pela imprensa para combater os que denunciam o “racismo cordial” (ou nem tão cordial) que vigora no Brasil desde o seu descobrimento em 1500.
Uma rápida leitura do Parecer CNE/CEB nº 15/2010 é suficiente para esclarecer o caso:
“A obra CAÇADAS DE PEDRINHO só deve ser utilizada no contexto da educação escolar quando o professor tiver a compreensão dos processos históricos que geram o racismo no Brasil. Isso não quer dizer que o fascínio de ouvir e contar histórias devam ser esquecidos; deve, na verdade, ser estimulado, mas há que se pensar em histórias que valorizem os diversos segmentos populacionais que formam a sociedade brasileira, dentre eles, o negro”.

Reparem que a “polêmica” divulgada pela grande imprensa serviu para esconder um outro caso relatado pelo Conselho Nacional de Educação na mesma data: “Denúncia de racismo na Escola Estadual Delmira Ramos dos Santos, localizada no Bairro Coophavilla II, Município de Campo Grande, MS“. (Parecer CNE/CEB nº 16/2010):
Conselho responsabiliza diretora por bullying e racismo
Estudantes de escola estadual de Campo Grande sofreram agressões e discriminação racial.

Parabéns ao programa Balanço Geral (TV Record do Mato Grosso do Sul)… Vejam os vídeos:
- Adolescente de 13 anos alega preconceito racial em escola da Capital (28/06/2010);
- Adolescente vítima de preconceito racial na escola não quer mais voltar às aulas (29/06/2010);
- MP apura caso de racismo em escola estadual na Capital (06/07/2010).

Leia o artigo completo aqui.
http://movimentocoep.ning.com/forum/topics/monteiro-lobato-e-o-racismo
Giulia disse…
Mauro, a polêmica não ajudou a esconder nada, simplesmente não há espaço na mídia para os crimes na escola... Racismo é crime, sim, quando existe a intenção de denegrir. Não é o caso das obras de Monteiro Lobato. Essa proibição é apenas burra e autoritária, como aliás a política educacional brasileira de modo geral - e você sabe bem disso...

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola