Insignificância global


O menos pior programa da TV Globo é na minha opinião o Casseta e Planeta. Esse, pelo menos, ridiculariza a própria emissora. Seu personagem Gato Barcellos é o retrato da superficialidade do jornalismo da rede e o programa Profissão Repórter é a negação do jornalismo investigativo, servindo apenas para o que interessa à mídia atual: manter o ibope. Em lugar de informar, o programa vai criando bate-papos furados com os entrevistados, o que agrada muito àqueles cujo maior sonho na vida é aparecer na TV. Assim o sonho se mantém a cada terça-feira e a esperança de ser entrevistado pelo galã do Profissão Repórter aumenta cada vez mais...

Ontem fiz MUITA questão de assistir ao Profissão Repórter, após a chamada da amiga Cremilda, essa sim uma "repórter" de verdade. O assunto "dificuldades em sala de aula" foi tratado de forma tão morna que nem dá para criticar direito, rsrs... Não vi dificuldade alguma! Foram mostrados alunos desinteressados por uma escola absolutamente chata e anacrônica, professores ainda mais desinteressados em "passar matéria" e no final você se pergunta: qual o sentido de aquelas pessoas serem obrigadas a passar horas do seu dia dentro daqueles prédios mal cuidados, esperando por outras que poderão ou não comparecer, recebendo ou não "lições" que não fazem o menor sentido ou não acrescentam nada ao seu conhecimento?

Pelo menos, desta vez a Globo não conseguiu emplacar a figura do professor santo e mártir nem a do "aluno demoníaco", como costuma fazer o repórter de sua afilhada RBS Luiz Carlos Prates, um daqueles psicopatas que a mídia contrata para que o noticiário deixe de informar e se torne um show de baixarias.




A Globo trata o assunto educação como algo absolutamente insignificante e isso não é por incompetência. No ano de 2001, eu mesma cutuquei a emissora para fazer uma matéria sobre dislexia, esse assunto seríssimo e cada vez mais atual, em um país que até hoje não se preocupa com essa questão. A matéria saiu no Fantástico e ficou ótima, indiquei algumas pessoas para serem entrevistadas e lembro de depoimentos muito significativos. Depois disso o assunto caiu no esquecimento, bem no padrão de nem-te-ligo que a emissora global reserva para as questões educacionais.

Pois hoje quem vai fazer um furo de reportagem é este humilde bloguinho! Lembram daquele pai de uma aluna de Belo Horizonte, expulsa de uma escola particular de alto padrão por ser dislexa? Relembre o caso clicando no título:


Ele entrou com ação contra a escola no início de 2008, já ganhou em duas instâncias e, por ter-se negado a fazer acordo, o processo passou para julgamento final. Estamos aguardando o desfecho. O pai exige o ressarcimento de todas as parcelas pagas desde o primeiro ano até a quarta série (do currículo antigo), bem como danos e assédio moral tanto para a aluna, quanto para os pais.
Leia clicando aqui a primeira mensagem que recebemos desse pai, em janeiro de 2008, e imagine o sofrimento de toda a família pelo tratamento recebido da escola.

O pai da menina prometeu nos enviar a gravação de uma entrevista que ele deu para uma emissora de rádio de BH e aí vai a mensagem que ele me pediu para transmitir aos pais de alunos:

Oriente sua comunidade, através do seu blog, que é possível mudar isto, que é possível colocar um basta em adestradores travestidos de professores, em criaturas que, por uma questão conjuntural, são denominados “mestres”.

Repito: essa criança foi expulsa de uma ESCOLA PARTICULAR DE ALTO PADRÃO.

Comentários

cremilda disse…
O ponto alto do programa foi quando a professora explicou porque a escola com 1200 alunos matriculados só estava com 280
Ela explicou que os 280 bateram nos 1220 e eles desistiram.
Pronto !!! Resolvido o enigma da evasao
O aluno que se evade é por culpa do que não se evade. rs.rs.
cremilda disse…
E tem mais, tinha uma classe com uma aluna só, toda reclamona que era ruim estar sozinha
Claro qeu ela não estava sozinha, claro que foi remanejada para outra classe, claro que os professores daquela sala continuam ganhando
A pergunta é a seguinte:
Será que ela espancou os seus 39 coleguinhas e por issso eles se evadiram. ???
cremilda disse…
Sábado no canal 66 da TVA ou no Canal 13 da Net, na tv camara, estará a fala da Vilma do Mauro e minha, falando um pouco desse programa
victorzazuela disse…
" O assunto "dificuldades em sala de aula" foi tratado de forma tão morna que nem dá para criticar direito(...)"
Mas trouxe ao menos à tona à sociedade as mazelas.
Faltou cobrar das autoridades (governo, secretarias) entrevistá-las...
Giulia disse…
Pois é, Victor,eu já estou tão cansada dessas palhaçadas globais que nem coloquei o "Mídia nota 0" no título... Cobrança é o que eles não fazem mesmo!

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola