Xô, corvos!


Lembram daquele "famoso" Termo de Compromisso que os pais de alunos são obrigados a assinar em muita escolas da rede estadual de São Paulo, comprometendo-se a zelar pelo bom rendimento escolar e pela disciplina dos filhos, caso contrário perderão a vaga? Leia nosso primeiro post sobre o assunto, datado de 28/08/2006, clicando aqui.

Esse "documento" circula na rede desde a década de 90 e continua sendo usado, como por exemplo na EE Pequeno Cotolengo de Dom Orione, que pertence à DE Carapicuíba. Ele foi "atualizado" e hoje até ameaça encaminhar para o Conselho Tutelar o aluno... defasado nos estudos. Como sempre, os pais são responsabilizado pelo fracasso da escola! Rir para não chorar!!!

Realmente, a escola estadual tem se tornado cada vez mais excludente, principalmente após a distribuição da cartilha Normas Gerais de Conduta Escolar, a "Cartilha dos Corvos", que valida práticas ilegais e inconstitucionais como a suspensão e a transferência compulsória de alunos. Esse documento, que muitos diretores de escola divulgam como se fosse uma lei, "permite" a substituição de qualquer procedimento pedagógico por atos ilegais e autoritários, desde chamar a polícia na escola para prender aluno menor de idade até obrigar os pais a assinar um termo de compromisso sobre o rendimento escolar dos filhos. Escola falida!

Levamos hoje essa discussão para o Comitê Educação da Comissão de Defesa da Cidadania da OAB-SP, pedindo uma avaliação da cartilha e desses pontos críticos. Pretendemos depois levar a mesma discussão para o Secretário Estadual da Educação, Hermann Voorwald, a fim de que a cartilha seja corrigida dentro da lei.

Contamos com a ajuda dos advogados da Comissão de Defesa da Cidadania para fazer uma boa avaliação da cartilha até à próxima reunião do Comitê Educação, dia 11 de maio.


Comentários

Eu, francamente como um ex-funcionário decente, pleno - hoje -da certeza de que os bons, conscientes, preparados, dotados e capacitados para além da função, não servem pra nada na Educação Pública Estadual Paulista. Ciente de que o Estado (B-A-N-D-I-D-O!!!)se orienta pela construção de políticas públicas que almeja o desmonte de qualquer estrutura que sirva ao interesses dos alunos, da construção de uma Educação Pública de qualidade, enfim, na contramão do que espera a cidadania e um futuro melhor, não posso mais sonhar com nada que seja ir trabalhar e assinar o ponto. Aguardar, ansiosamente, o 5º dia útil, receber o miserável salário e torcer pra que, logo logo, saia da Rede Estadual de Ensino. Não há espaços pra sonhos na SEE. Não há espaços pra decência na SEE. Não há saída pra SEE. Pobre sociedade. Coitados dos alunos!!!
Anônimo disse…
pois é
nunca entendemos a onde vocês querem chegar com estes comentários
a constituição diz que o dever de educar ´e da familia do estado e da sociedade
tentar inocentar os pais é proselitismo de quem almeja algum cargo público (na camara, assembleia,etc)
os pais são responsáveis sim a legislação é clara
Giulia disse…
Anônimo, leia direito: "da família, DO ESTADO e da sociedade". Você acha que a escola é o que?...
Anônimo disse…
E A FAMILIA É O QUE?

QUAL É O PAPEL DA FAMÍLIA?
ENTREGAR TODA RESPONSABILIDADE DA EDUCAÇÃO PARA O ESTADO ?
É PENSAR DESTA FORMA QUE AS CRACOLÂNDIAS VÃO SE FORMANDO POR ESTE PAIS A FORA

POXA MONTA UMA ONG PRA TENTAR ACABAR COM OS MENORES ABANDONADOS, OS IDOSOS, O S MENDIGOS, AS CRACOLANDIAS, O CAOS NA SAÚDE , ETC..
TALVEZ OS ARGUMENTOS SERÃO MASI RICOS NÉ?
cremilda disse…
Anônima...
Bem a pessoa já se esconde através de anonimato, não mereceria resposta mesmo, mas considero que são uma "legião" então anônimo serve.
Os pais pagam os mais altos impostos do mundo e recebem uma escola pública corrupta violenta e incapaz.
Os pais mandam seus filhos para a escola. Nâo podem acompanhar seus filhos na escola como querem os maus professores. Do portão para dentro é responsabilidade do professor e nem isso fazem, qualquer coisa chamam a policia.
Os pais se interessam sim pela vida escolar de seus filhos. Serão seus filhos para toda vida.
Não temos ex-filhos e nem colocamos os nossos filhos difíceis para fora de casa.
Vocês se não vão com a cara de um aluno e perde a paz. Não fica bem em nenhum lugar da escola.
Muisa disse…
Os pais podem escolher os filhos
mas os filhos nao podem escolher os pais!
Os pais nao somos donos dos filhos e SIM responsavéis por eles!
Somos donos de coisas,objetos que compramos e pagamos.
A onde comeca a democrâcia?
O que é direitos humanos?
Mluisa disse…
-Criancas tem os pais como ponto de referência.
-A escola é uma continuacaoda socializacao,junto com oambiente
onde a crianca vive e cresce.
-Nao deve-se esquecer que os primeiros professores que a crianca tem sao os psis!
Anônimo disse…
O que as soras não querem, definitivamente é gente defendendo aluno rs.rs.rs.
Ela aceita que você defenda velhos crianças abandonadas, qualquer coisa, menos alunos. rs.rs
Cremilda e Giulia ,
" Os pais se interessam sim pela vida escolar de seus filhos. Serão seus filhos para toda vida." Somos adultas o bastante para saber que não é bem assim. Esta é uma boa discussão para o país inteiro. É claro que a escola não está conseguindo cumprir suas metas, algumas nem metas têm. Mas há muito a família vem fracassando no seu papel mínimo de pelo menos cuidar da integridade física de nossa crianças. Desonerar a família não é a solução, nem mesmo um caminho e só faz piorar a situação. O ideal seria em vez de trocar farpas, famílias e escola se unirem para propor soluções.
As crianças agradecem.
Giulia disse…
Maria Elvira, eu já disse que você é uma professora diferente... Cuidado para não fazer o jogo dos sindicatos, que usam sua forte assessoria de imprensa para culpar a família pelo fracasso da escola. Ninguém aqui quer desonerar a família! Acontece que nossos blogs se tornaram um observatório da escola como ela é por dentro, assunto ainda tabu. O que postamos é apenas a ponta do iceberg: você não imagina o número de e-mails que recebemos! E não há outras instâncias onde os pais possam reclamar daquilo que você mesma colocou em outro comentário: os CRIMES cometidos contra seus filhos por quem deveria zelar por eles...
Não sou uma professora diferente não Giulia, sou apenas uma professora. Tenho muitas colegas que discordam de mim, sim.Mas tb tenho muitas que concordam comigo. Ultimamente tenho me sentido desanimada, mas adoro o meu trabalho e dai eu não desisto. Só que quando eu entro aqui a decepção bate muito forte. Decepção com a classe, com a escola que eu julgeui ser outra cosia antes de me formar e decepção com os pais também. Imagino que vc receba muitos emails, eu mesma sou abordada pelos pais de muitos dos meus alunos pedindo orientação sobre como agir contra o que julgam ser errado. Mas ainda tem um bom número que não investe na educação de seus filhos. E eu não estou falando de $$.
Mas pode ficar certa de que eu acredito na luta deste blog.