Campanha a favor da Abrinq


Sugerimos, para o prêmio Ignóbil de Educação 2011, a Fundação Abrinq, por promover uma campanha contra a divulgação do IDEB (Índice do Desenvolvimento da Educação Básica) no portão das escolas públicas. Nega o direito de pais e alunos saberem o índice de qualidade da escola, o nível do ensino e de evasão. Com o pretexto de proteger crianças e adolescentes, na realidade essa atitude visa "proteger" do constrangimento maus profissionais, gestores, secretários, prefeitos e governadores, por oferecerem um péssimo ensino aos nossos alunos. Nossos alunos vivem constrangimentos diários, quando seus professores, por exemplo, os criticam publicamente. Ao contrário do que pensa a Abrinq, o IDEB é um índice que mede não o desempenho de cada aluno, mas a qualidade da escola enquanto conjunto de profissionais e gestores. Por isso o eventual constrangimento não é dos alunos, mas de quem tem a responsabilidade de alfabetizá-los e orientá-los nos estudos.

Espanta-nos extraordinariamente essa atitude da Abrinq, pois ela põe a perder o valioso trabalho construído em duas décadas, ao vestir a carapuça de uma sociedade que varre seus maiores problemas para baixo do tapete.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola