Pular para o conteúdo principal

A escola tabu nº 35 - A escola contra o aluno


ATENÇÃO: ESTE POST FOI ESCRITO EM OUTUBRO DO ANO PASSADO E HAVIA SIDO TIRADO DO AR A PEDIDO DO ALUNO AO QUAL SE REFERE, AUTOR DE UM TEXTO QUE LHE RENDEU SÉRIA PERSEGUIÇÃO NA ESCOLA, ORQUESTRADA DE FORMA MAQUIAVÉLICA: PROFESSORES INSTIGARAM COLEGAS DO ALUNO CONTRA ELE, CONTANDO O ANTIGO CONTO DA CAROCHINHA DE QUE CRÍTICAS E DENÚNCIAS CONTRA A ESCOLA PODEM PROVOCAR SEU FECHAMENTO. O ALUNO CHEGOU ATÉ A SER AMEAÇADO DE MORTE POR COLEGAS, POR ISSO DELETAMOS OS DOIS POSTS, O DELE E ESTE. NO FINAL DO ANO O ALUNO COMPLETOU 18 ANOS,  SE FORMOU E ESTÁ FINALMENTE FORA DA ESCOLA, POR ISSO VOLTAMOS A PUBLICAR OS DOIS TEXTOS.

Como sempre dizemos, na rede pública de ensino o aluno não tem voz, ou melhor, ele prefere relevar os abusos de que é vítima, por medo da FATAL perseguição. A perseguição é a maior PROVA do autoritarismo da escola brasileira, e nisso podemos incluir também a rede particular.

A Cremilda costuma dizer que "ai" do pai ou aluno que se atreve a fazer uma denúncia sobre a escola e cujo nome é descoberto. Como fica então o aluno que faz sua denúncia abertamente e de cabeça erguida? Alguém tem dúvidas sobre o que vá acontecer com ele?...

Pois é! Hoje tivemos que deletar o primeiro post da série "A voz do aluno", pois recebemos tantos comentários cheios de desaforos e palavras chulas que deu vontade de chorar. O aluno que teve a coragem de apontar as falhas da sua escola está sendo absurdamente criticado tanto pelos professores, quanto pelos colegas. O que mais dói, claro, é a posição dos colegas, que deveriam ser solidários, pois eles sabem - ou deveriam saber - o quanto estão sendo prejudicados por uma escola ruim. SIM, ESCOLA RUIM! A nota do IDESP 2009 para o 3º ano do Ensino Médio dessa escola, que o aluno teve a coragem de criticar, foi 1,58 sobre 10!

Leiam agora um dos comentários ANÔNIMOS que recebemos, cuja publicação na íntegra não permitimos, por ser impublicável, mas, tirando os palavrões, já dá para perceber o nível da escola e a lavagem cerebral que a classe "docente" está fazendo nos alunos para calar a boca daquele que se atreveu a tecer críticas:

"eu quero dizer a esse troxa ai que comentou que ele é um otario do ....... ele naum tem coragem de se assumir frente a frente com pessoas civilizadas para falar o que te encomoda na escola pois ele msm sabe que naum passa de uma frescura no ...... que le tem pura mentira desse mongo naum ta satisfeito tem muitas outras escola ai que deve ser melhor seu otario pois essa é a melhor escola que ja estudei e naum é só eu que acho, seu vacilão do ....... acho melhor vc toma cuidado com o que fala sem ter certeza seu ........ do ........ vai toma no .... seu otario"

Esclarecemos que não mudamos "uma vírgula" (aliás, não havia mesmo vírgulas...) no comentário, só omitimos os palavrões. Os professores dessa escola deveriam ter vergonha de fazer a cabeça dos alunos contra aquele que teve a coragem de se colocar. Tem mais: esses professores precisam ser urgentemente reciclados, ou então demitidos. Precisamos explicar por quê?

É interessante que a primeira denúncia do aluno não foi sobre a qualidade da escola, foi sobre o abuso moral que ele sofreu por parte da vice-diretora, que o tratou usando palavrões do mesmo nível daqueles que deletamos do comentário acima. Essa, portanto, não é apenas uma escola ruim: é uma escola perversa, que trata seus alunos como MERDA, uma das palavras usadas pela vice-diretora no trato com o aluno.

Este caso mostra que o autoritarismo, na rede pública de ensino, chegou a um ponto insuportável. Por isso, estamos novamente de luto e vamos pedir à COGSP intervenção nessa escola.

Comentários

Anônimo disse…
está vendo giulia, como funciona? estou com pena desse menino, ele esta "marcado" como gado na rede. é assim que ocorre com diretores tambem, pior ficou porque não temos maos o benedito, santo benedito. ajuda esse garoto giulia.
Giulia disse…
Este garoto já está "salvo". Para isso, tivemos que tirar o post do ar durante quatro meses, até a poeira baixar e o aluno sair da escola. Simples assim! rsrs (rindo para não chorar...)

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Recebemos a seguinte mensagem de Manaus e a respondemos no comentário. Dê também sua opinião!
Sou ex-Conselheiro Tutelar e hoje trabalho como consultor de projetos sociais na Prefeitura. No entanto, estou sempre envolvido com o problema de atitudes arbitrárias em escolas públicas onde alunos são expulsos ou suspensos sem qualquer critério legal. Por este motivo gostaria de estar recebendo informações mais detalhadas sobre a legalidade desse procedimento adotado pelas escolas. Até que ponto a escola teria poderes para expulsar alunos, ou trata-se de um ato totalmente ilegal? Favor encaminhar informações jurídicas sobre o caso.

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola

Este é certamente o problema mais grave da escola brasileira: a expulsão de alunos. Além de não ser inclusiva, ela é inóspita para os alunos já matriculados e, na primeira oportunidade, eles são "convidados" a sair da escola, ou então, sumariamente expulsos. E aqui sempre fazemos o mesmo apelo aos pais: não permita que seu filho seja expulso, procure entender o que está por trás dessa atitude da escola! Tenha a coragem de enfrentar essa questão de cabeça erguida, não seja mais uma vítima de um sistema de exclusão.
Já falamos aqui exaustivamente sobre a expulsão na rede pública de ensino, que se dá de várias formas: "oficialmente", através do Conselho de Escola,  através de manobras dos diretores de escola, ou de forma "branca".

A expulsão na rede particular é tão ou até mais frequente do que na pública, e isso também já demostramos aqui diversas vezes. Mas na rede particular ela costuma ser melhor disfarçada, através de um "convite" para buscar …

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

De vez em quando a gente atende uns pais de alunos bem descontrolados, difícil manter a linha. Faço questão de reproduzir aqui toda a troca de mensagens com um cidadão que quase me tirou do sério... rs
Dia 4 de setembro "Por um acaso deparei com seu site. Gostaria de que me informassem se é LÍCITO aluno de escola pública ser agraciado; com merenda substanciosa ; material escolar, transporte, uniforme e até tablets, pelos quais pouco se exige de cuidados e/ou devolução; pelos PODERES PÚBLICOS, enquanto que alunos de escolas particulares, cujo custo é elevado e que foi assumidos pelos pais como opção, para que tenham uma escola  de melhor qualidade; não é fornecida merenda, material, livros, transporte,nem tablets em pé de IGUALDADE? Será que os cursos das escolas particulares são regidos por diretrizes, normas, conteúdos, ou programas de entidades estranhas ao Ministério da Educação do Governo Federal? Será que as crianças das escolas particulares não são Cidadãos Brasileiros? Será…