Pular para o conteúdo principal

Só no Brasil, mesmo!...


Depois de tantas informações já divulgadas sobre a ilegalidade da exigência do uniforme, fica bem claro que o buraco é muito mais embaixo! Além da dificuldade da mensagem vingar, percebe-se que o uniforme continua sendo o assunto mais importante na     pobre "pedagogia" nacional. Só no Brasil, mesmo!

Vejam a mensagem desta mãe e a nossa resposta:

Mensagem de Rosa Maria
Gostaria de saber se mesmo o aluno estando todo uniformizado e estar vestindo mais uma blusa de frio diferente em dias mais frios, em cima da propria blusa da escola, se este pode ser dispensado por não estar segundo a coordenadora uniformizado. Eles mandam a criança tirar a blusa sobre salente e passar frio ficando apenas com o uniforme, para eles verem que estao com o uniforme.

Existe alguma lei para que eu possa me respaldar quando for falar com a direção,?Pois nem no ECA encontrei nada a respeito, meus filhos qualquer friagem já ficam ruim, fora que eles tem inicio de bronquite e com esse tempo,não da pra facilitar.

Resposta
Rosa Maria, só mesmo no Brasil - ou talvez em algum país totalitário - pode-se exigir um absurdo desses! Explique para a diretora da escola dos seus filhos que o Brasil é uma DE-MO-CRA-CIA, onde as leis são muito claras, mas certas O-TO-RI-DA-DES fazem questão de não entendê-las. Não é necessário que a lei explique que a escola não pode dispensar alunos por falta de uniforme, nem por usarem boné,  brinco, piercing ou penteado moicano, nem por terem esquecido o material, e muito menos por usarem agasalho por cima do uniforme. Enfim, por nenhum motivo os alunos podem ser proibidos de ter acesso à sala de aula. Aliás, saiba que você não precisa fazer nenhum sacrifício para adquirir o uniforme para seus filhos, gaste seu dinheiro para incrementar a cultura deles através de programas que possam suprir as deficiências de uma escola tão BURRA.

O acesso e permanência na escola é garantido aos alunos em qualquer situação, conforme Art. 53 do ECA. Caso a diretora da sua escola insista, informe para ela o seguinte artigo do Estatuto do Magistério, que ela deveria conhecer de cor e salteado, sob pena de sofrer as consequências:

Art. 63 do ESTATUTO DO MAGISTÉRIO
Parágrafo único - Constitui falta grave do integrante do Quadro do Magistério impedir que o aluno participe das atividades escolares em razão de qualquer carência material.

Comentários

cremilda disse…
Não dá Giulia. Tem hora que não tem uma palavra para expressar minha indignação, mesmo que você autorizasse um palavrão bem cabeludo...
Giulia disse…
Pode e deve falar palavrão! No mínimo, isso tudo é uma M E R D A!!!

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Recebemos a seguinte mensagem de Manaus e a respondemos no comentário. Dê também sua opinião!
Sou ex-Conselheiro Tutelar e hoje trabalho como consultor de projetos sociais na Prefeitura. No entanto, estou sempre envolvido com o problema de atitudes arbitrárias em escolas públicas onde alunos são expulsos ou suspensos sem qualquer critério legal. Por este motivo gostaria de estar recebendo informações mais detalhadas sobre a legalidade desse procedimento adotado pelas escolas. Até que ponto a escola teria poderes para expulsar alunos, ou trata-se de um ato totalmente ilegal? Favor encaminhar informações jurídicas sobre o caso.

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola

Este é certamente o problema mais grave da escola brasileira: a expulsão de alunos. Além de não ser inclusiva, ela é inóspita para os alunos já matriculados e, na primeira oportunidade, eles são "convidados" a sair da escola, ou então, sumariamente expulsos. E aqui sempre fazemos o mesmo apelo aos pais: não permita que seu filho seja expulso, procure entender o que está por trás dessa atitude da escola! Tenha a coragem de enfrentar essa questão de cabeça erguida, não seja mais uma vítima de um sistema de exclusão.
Já falamos aqui exaustivamente sobre a expulsão na rede pública de ensino, que se dá de várias formas: "oficialmente", através do Conselho de Escola,  através de manobras dos diretores de escola, ou de forma "branca".

A expulsão na rede particular é tão ou até mais frequente do que na pública, e isso também já demostramos aqui diversas vezes. Mas na rede particular ela costuma ser melhor disfarçada, através de um "convite" para buscar …

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

De vez em quando a gente atende uns pais de alunos bem descontrolados, difícil manter a linha. Faço questão de reproduzir aqui toda a troca de mensagens com um cidadão que quase me tirou do sério... rs
Dia 4 de setembro "Por um acaso deparei com seu site. Gostaria de que me informassem se é LÍCITO aluno de escola pública ser agraciado; com merenda substanciosa ; material escolar, transporte, uniforme e até tablets, pelos quais pouco se exige de cuidados e/ou devolução; pelos PODERES PÚBLICOS, enquanto que alunos de escolas particulares, cujo custo é elevado e que foi assumidos pelos pais como opção, para que tenham uma escola  de melhor qualidade; não é fornecida merenda, material, livros, transporte,nem tablets em pé de IGUALDADE? Será que os cursos das escolas particulares são regidos por diretrizes, normas, conteúdos, ou programas de entidades estranhas ao Ministério da Educação do Governo Federal? Será que as crianças das escolas particulares não são Cidadãos Brasileiros? Será…