Claudia Costin para Presidente do Brasil!






Gosto muito da Dilma, figura digna, competente, humana! Ela tem ajudado a mudar muita coisa para melhor no Brasil, principalmente na concepção do princípio de igualdade. No entanto, o maior problema do país, a educação, continua andando a passos muito pequenos, quando a questão urge. Trata-se do fator que poderia acabar com a desigualdade social em tempo muito menor do que todas as previsões sugerem. E dá para esperar??

O assistencialismo, já sabemos, adianta muito pouco. Trata-se de paliativo e só é necessário porque, lá atrás, o cidadão não teve respeitado seu direito constitucional a uma escola de qualidade. O "ensinar a pescar" já é um pouco mais construtivo, mas também depende de uma formação à qual o cidadão, novamente, não teve direito.

E também não adianta se vangloriar da posição do país como potência mundial: essa situação pode não ser sustentável a longo prazo!

É necessária educação de qualidade já! E isso já acontece no Brasil, não apenas nas conhecidas e esporádicas ilhas de excelência, mas no município do Rio de Janeiro como um todo. Claudia Costin e sua Educopédia, que já está no segundo ano de atividade, estão mostrando que a educação de qualidade é possível e barata! 





Basta que a política educacional seja séria e clara, com treinamentos bem focados para os professores e que os resultados  sejam mensuráveis, não apenas através de testes anuais, mas da avaliação diária dos alunos. A Educopédia, elaborada para estimular a participação de todos os alunos de uma mesma classe a cada atividade, parece ser uma das práticas mais rápidas, participativas e democráticas de ensino.

Se a Claudia Costin, em tão pouco tempo, conseguiu elaborar uma política que pode revolucionar a educação no Brasil, que seja a próxima presidente! Ainda temos dois anos para avaliar o desempenho da Secretaria Municipal da Educação do Rio de Janeiro e vale a pena ficar de olho, na esperança de que a classe "docente" não boicote esse lindo programa... Claudia Costin para Presidente do Brasil!

Se a sala de aula se tornar um lugar de estímulo, participação e aprendizado, irão diminuir todos os vícios que tornam a escola pública brasileira esse paquiderme de estagnação, autoritarismo e exclusão.

Vamos pensar seriamente nisso?

Comentários

Prof Carlos disse…
Nossa!!!! Fiquei muito feliz!!! Parabéns pela bela iniciativa. Adoramos a Cláudia Costin e toda a sua equipe.
Giulia disse…
Pois é, prof. Carlos, mas cadê o coro?rsrs Até agora ninguém mais se manifestou.

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola