Pular para o conteúdo principal

A escola tabu nº 54 - EE Afiz Gebara, que investigação é essa???


Esta é a quarta postagem sobre a EE Afiz Gebara, essa escola-faroeste onde a lei vale tanto quanto papel de embrulho. Infelizmente, apesar de todas as expectativas, a diretora continua na escola, mandando e manipulando a investigação em curso. 

Muito bem, diretora: continue mostrando que A ESCOLA É SUA!!! Assim, a cada dia que passa será possível medir o nível de autoritarismo, de ilegalidade e de perversidade da rede pública de ensino, onde o aluno é um mero detalhe, usado apenas para manter o imenso cabide de empregos que mantém essa monstruosa instituição.

Se houver, entre os sociólogos brasileiros, alguém interessado em estudar a instituição escola, é só ler as quatro postagens sobre a EE Afiz Gebara para obter um quadro bem consistente. Mas já sabemos que esse sociólogo não existe: se existisse, já teria se apropriado de muitos outros exemplos dados aqui desde o ano de 2000, quando inauguramos o antigo site e depois em 2005, com a criação deste blog. 

 Seguem as últimas mensagens recebidas da comunidade da EE Afiz Gebara, condensadas em um único texto. Para ler as postagens anteriores, clique aqui

Infelizmente temos mais novidades, e vindo da Escola Afiz Gebara as novas são mescladas de corrupção e perseguição. No dia que o EducaFórum publicou no blog os ultimos acontecimentos, a escola recebeu a visita de duas supervisoras de ensino, uma aparentemente séria e compromissada com a educação, que tem menos de 3 meses na DE Sul II, e outra "muitíssimo" amiga da diretora do Afiz Gebara! 

Conclusão: AS MERENDAS VENCIDAS E AS NÃO DADAS AOS ALUNOS, VISTO QUE   A DIRETORA PROIBIU, FORAM CAMUFLADAS NA CANTINA DA ESCOLA, FECHADA POR PERTENCER À DIRETORA E NÃO HAVER PRESTAÇÃO DE CONTAS. NESSE DIA UM HOMEM DESCONHECIDO CHEGOU COM UM CARRINHO DE FEIRA E CARREGOU TODAS AS MERENDAS, COLOCANDO-AS NUM SACO PRETO E TRANSPORTANDO-AS PARA UM CARRO, VÁRIOS ALUNOS QUE ESTUDAM NO PERÍODO DA TARDE VIRAM TODA A AÇÃO, ONDE A MERENDEIRA AJUDAVA NO DESCARTE DAS MERENDAS, PARA ONDE FORAM? NÃO SE SABE! 

ANO PASSADO, A ESCOLA FEZ UMA EXCURSÃO AO HOPI HARI E A ESCOLA FATUROU EM TORNO DE 3 MIL REAIS. TODOS OS PROFESSORES QUE FORAM AO PASSEIO NÃO TIVERAM NENHUM TIPO DE BENEFICIO, TIVERAM QUE DAR SUAS AULAS NO OUTRO DIA NORMALMENTE. PORÉM ESTE ANO AS COISAS MUDARAM! COM O FECHAMENTO DA CANTINA É VISÍVEL O INCENTIVO PELA EXCURSÃO AO PLAYCENTER NO DIA 16 DE JUNHO, E SEGUNDO OS COORDENADORES PEDAGÓGICOS A ORDEM É A SEGUINTE: OS PROFESSORES IRÃO REPOR AS PONTES DADAS PELO GOVERNADOR, QUEM FOR AO PASSEIO DO PLAYCENTER NO SÁBADO VAI REPOR AS DUAS PONTES! OU SEJA, A EXCURSÃO SERÁ A "REUNIÃO PEDAGÓGICA", ONDE OS PROFESSORES IRÃO DISCUTIR E PLANEJAR ESTRATÉGIAS PERTINENTES À APRENDIZAGEM DOS ALUNOS, MELHORAR O RENDIMENTO DOS ALUNOS, PORÉM NO AFIZ GEBARA NÃO SE FAZ ISSO E NEM TÃO POUCO SE PREOCUPAM COM ISSO! ACORDOS INTERNOS PARA BENEFICIAR QUEM?...

E NÃO PARA POR AQUI! A DIRETORA TEVE QUE RESPONDER A OUTRA APURAÇÃO PRELIMINAR: A PERSEGUIÇÃO AO SECRETÁRIO DA ESCOLA, ASSIM FORAM CHAMADAS PARA DEPOR DUAS PROFESSORAS QUE PRESENCIARAM A TODAS AS AMEAÇAS FEITAS PELA DIRETORA E PELO MARIDO DELA. ONTEM, PORÉM, SEGUNDA FEIRA DIA 04 DE JUNHO, UMA DAS PROFESSORAS QUE TRABALHAM NO PERÍODO DA TARDE, QUE NUNCA TEVE ACESSO À DIREÇÃO ESCOLAR, PERMANECEU DAS 18HS E 30 MINUTOS ATÉ ÀS 21HS DENTRO DA SALA DA DIRETORA, ALUNOS E PROFESSORES VIRAM E ESTRANHARAM TAL "SIMPATIA". CONCLUSÃO: HOJE, DIA DOS DEPOIMENTOS NA DE SUL II, LÁ ESTAVA A TAL PROFESSORA JUNTAMENTE COM A DIRETORA E MARIDO. ATÉ QUANDO ESSA DIRETORA VAI MANIPULAR, FORJAR E ATRAPALHAR AS INVESTIGAÇÕES? SERÁ NECESSÁRIO QUE HAJA TRAGÉDIAS DENTRO DA ESCOLA PARA QUE A JUSTIÇA E O COMPROMISSO COM A EDUCAÇÃO VOLTEM A IMPERAR NO AFIZ GEBARA? 

E NÃO ACABA AQUI: HOJE, DIA 5 DE JUNHO, OUTRO FATO ACONTECEU NA ESCOLA. É SOBRE O COORDENADOR, QUE NÃO TEM URBANIDADE COM OS PROFESSORES, BASTA CHAMAR OS PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO PARA COMPROVAR. O SECRETÁRIO CHAMOU A ATENÇÃO DO COORDENADOR PEDAGÓGICO DO ENSINO MÉDIO PELO PÉSSIMO COSTUME DE URINAR COM A PORTA DO BANHEIRO ABERTA, CAUSANDO CONSTRANGIMENTO PARA TODOS QUE PASSAM EM FRENTE AO BANHEIRO, VISTO QUE ESTÁ NO MESMO CORREDOR DA SECRETARIA DA ESCOLA, COM ACESSO A FUNCIONÁRIOS, PAIS DE ALUNOS, ALUNOS E PROFESSORES. RESULTADO: O COORDENADOR DISSE QUE IRÁ "PEGAR O SECRETARIO LÁ FORA, DAR UM PRESTA ATENÇÃO NELE", E AINDA AOS GRITOS DIZENDO: "MIJO ONDE EU QUISER, INCLUSIVE NA SUA CARA..." A DIREÇÃO ACEITOU COMO SEMPRE, PORQUE NA VERDADE O INTUITO É FAZER COM QUE O SECRETÁRIO ENTRE NUM ESTADO DE PÂNICO E SAIA DA ESCOLA PERDENDO TODOS OS DIREITOS. O QUE NOS RESTA FAZER É CONTAR COM AJUDA DE VOCÊS, POIS SOMENTE A PUBLICAÇÃO E A COMOÇÃO PUBLICA VAI NOS TRAZER SEGURANÇA E JUSTIÇA! 

Essa do banheiro foi o fim, o coordenador com a porta aberta, com a mão no pênis, e não podemos fazer nada! Contraria essa mulher, ela faz cada armação! Dá risada, diz que é amiga pessoal da Dirigente e não vai sair da escola! A escola não tem muitas reuniões pedagógicas, e usar esse momento pra obrigar os professores a ir ao Playcenter é ilegal, imoral! Estamos numa terra sem lei! E ela continua na escola, escondendo merenda, humilhando e perseguindo professores e funcionários, fazendo acordos internos, persuadindo professores a mentir nos depoimentos! Sempre com a orientação da supervisora Maira, que ainda frequenta a escola e avisa quando algum outro supervisor vai até à escola! Sim, ela continua, mas nós também, somos muitos e buscamos nos fortalecer! Nos ajudem, por tudo que é mais sagrado! 
Forte abraço, que Deus nos ilumine e proteja nossas famílias!

Comentários

Anônimo disse…
cara Giulia
gostaria de lhe dizer que este caso da EE Afiz Gebara é "café Pequeno" há casos nuito mais sérios envolvendo escolas da sul 2 . Casos que envolvem as escolas EE Miguel Munhoz, EE Maud Sá Miranda Monteiro, EE Paulo Octavio de AZevedo, Republica do Panamá, EE Francisco Antonio Martins Junior, EE Oscar Pereira Machado entre outras
os casos vvão desde recusa de vagas (e olha que na região do capão redondo há muita criança sem escola pq estas escolas negam vagas e olhe que precisa investigar pq as salas destas escolas estão vazias?) há casos de negação de vagas, diretor que não aparece na escola, devio de verbas , salas de aula vazias , alunos fantasmas, isto vai longe
a dirigente da sul é conivente com estas práticas ela não toma nenhuma providência
Giulia disse…
Pois é, anônimo, não viram que confusão deu a investigação da EE Afiz Gebara? Querem uma dessas em cada escola?...
Anônimo disse…
cara Giulia
tomei conhecimento dos fatos ocorridos através de uma amiga que trabalha em uma dessas escolas, ela disse que lá trabalhava um ótimo coordenador pedagógico do primário e ele teve que sair por não querer fazer parte da roubalheira que é nesta escola, diz ela que é uma japonesa, mora no Morumbi

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Recebemos a seguinte mensagem de Manaus e a respondemos no comentário. Dê também sua opinião!
Sou ex-Conselheiro Tutelar e hoje trabalho como consultor de projetos sociais na Prefeitura. No entanto, estou sempre envolvido com o problema de atitudes arbitrárias em escolas públicas onde alunos são expulsos ou suspensos sem qualquer critério legal. Por este motivo gostaria de estar recebendo informações mais detalhadas sobre a legalidade desse procedimento adotado pelas escolas. Até que ponto a escola teria poderes para expulsar alunos, ou trata-se de um ato totalmente ilegal? Favor encaminhar informações jurídicas sobre o caso.

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola

Este é certamente o problema mais grave da escola brasileira: a expulsão de alunos. Além de não ser inclusiva, ela é inóspita para os alunos já matriculados e, na primeira oportunidade, eles são "convidados" a sair da escola, ou então, sumariamente expulsos. E aqui sempre fazemos o mesmo apelo aos pais: não permita que seu filho seja expulso, procure entender o que está por trás dessa atitude da escola! Tenha a coragem de enfrentar essa questão de cabeça erguida, não seja mais uma vítima de um sistema de exclusão.
Já falamos aqui exaustivamente sobre a expulsão na rede pública de ensino, que se dá de várias formas: "oficialmente", através do Conselho de Escola,  através de manobras dos diretores de escola, ou de forma "branca".

A expulsão na rede particular é tão ou até mais frequente do que na pública, e isso também já demostramos aqui diversas vezes. Mas na rede particular ela costuma ser melhor disfarçada, através de um "convite" para buscar …

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

De vez em quando a gente atende uns pais de alunos bem descontrolados, difícil manter a linha. Faço questão de reproduzir aqui toda a troca de mensagens com um cidadão que quase me tirou do sério... rs
Dia 4 de setembro "Por um acaso deparei com seu site. Gostaria de que me informassem se é LÍCITO aluno de escola pública ser agraciado; com merenda substanciosa ; material escolar, transporte, uniforme e até tablets, pelos quais pouco se exige de cuidados e/ou devolução; pelos PODERES PÚBLICOS, enquanto que alunos de escolas particulares, cujo custo é elevado e que foi assumidos pelos pais como opção, para que tenham uma escola  de melhor qualidade; não é fornecida merenda, material, livros, transporte,nem tablets em pé de IGUALDADE? Será que os cursos das escolas particulares são regidos por diretrizes, normas, conteúdos, ou programas de entidades estranhas ao Ministério da Educação do Governo Federal? Será que as crianças das escolas particulares não são Cidadãos Brasileiros? Será…