Guia Escolas, uma boa pedida



Temos recebido MUITAS reclamações de pais de alunos da rede particular, a maioria com problemas de aprendizagem, sendo que em muitos casos fica patente a própria incompetência das escolas. Em outros casos as queixas se referem à simples falta de urbanidade no trato com os alunos e até mesmo à diferença entre o que a escola promete na matrícula e o que entrega durante o ano letivo. Estão também chovendo denúncias de escolas que  "convidam" os pais de alunos a retirar seus filhos até mesmo no meio do ano, alegando os mais variados motivos. A maioria desses pais aceita o "convite", por medo de que os filhos passem a ser perseguidos na escola, caso eles insistam em mantê-los matriculados. Clique nos links para acessar alguns textos anteriores sobre problemas da escola particular:


E assim começa uma via crucis de correria em busca de outra escola, sendo que muitas vezes a escolha é apressada e não resolve o problema...

Tivemos acesso a um guia que pode ajudar os pais que se encontram nessa situação: é o Guia Escolas, da Editora Educacional, que você pode acessar clicando aqui. Ele traz informações de várias capitais do país e diversos outros municípios. Todas as escolas citadas apresentam seu histórico, a proposta educacional e os principais dados, inclusive o valor da mensalidade. Veja também as escolas que se dizem adequadas para alunos com necessidades especiais e converse bastante com a coordenação, antes de efetuar a matrícula. Se você estiver insatisfeito com a escola do seu filho, procure alternativas no seu município ou bairro. Acompanhe diariamente o trabalho que a escola realiza com seu filho, converse sempre com os professores, com a coordenação pedagógica e, principalmente, exija que a escola do seu filho tenha apoio psicopedagógico, principalmente na Educação Infantil. Veja o caso dessa mãe, que matriculou seu filho de 4 anos numa das escolas mais caras de São Paulo, onde foi colocado numa classe com 24 alunos, sendo que a escola não dispunha sequer de psicólogo para auxiliar na integração das crianças:


Cobre sempre resultados da escola dos seus filhos, de acordo com o que ela promete em sua proposta educacional, você está amparado pelo Código do Consumidor.

BOA SORTE! 

Comentários

Adriana disse…
Sou docente da rede pública e privada.
Estou assustada com a quantidade de escolas particulares abrindo por aí. Querendo, visando apenas lucro. Contratando professores despreparados, nem sequer formados. Que formam 90% do quadro docente. Como ter ensino de qualidade assim?
Inocentes (ou não) os pais aue são ludibriados por instituições de ensino assim.
Giulia disse…
Adriana, é mesmo uma lástima! Só mesmo esclarecendo os pais a respeito, mas infelizmente a maioria deles não cobra informações nem providências. Em nosso blog sempre alertamos sobre escolas não regulamentadas e cobramos maior fiscalização das autoridades. Você é de qual estado? Um abraço!

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola