Pular para o conteúdo principal

A escola que deseduca XIV - Que educadores são esses???

Fiquei com muitas dúvidas sobre a categoria em que deveria inserir este post. O certo seria na série "A escola tabu", mas, graças à menina Isadora, que criou o Diário de Classe mais lido do Brasil, os maus tratos e o abuso moral de que são vítimas nossos alunos da rede pública de ensino começam a ser divulgados em larga escala, através do Facebook. Eles mostram claramente como a escola pode também deseducar nossos alunos, de forma inclusive a provocar traumas.

Vejam por exemplo este vídeo e os comentários da Isadora, clicando aqui. Muito revelador este trecho do comentário dela:

"Quando postei um vídeo dia 25-09 de uma professora sendo agredida por um aluno, até agora tem 17.121 curtidas, 8.575 comentários e 26.953 compartilhamentos, tá postado aqui, é só olhar. Sabe quantos professores reclamaram da filmagem de celular do aluno nesse vídeo? Não vi nenhum... Agora, quando um aluno filma mostrando um professor agindo assim, eles são vítimas de uma ditadura das redes sociais..."

Outro vídeo bem interessante:





É engraçado que o Diário Catarinense publicou outro vídeo, dos alunos da mesma professora, criticando a Isadora por ter postado essa filmagem e dizendo que a professora é ótima etc. e tal. Realmente, as crianças e jovens brasileiros têm sua autoestima tão baixa que não se incomodam em serem chamados de MERDA por uma professora, em sala de aula!... Ou então eles foram manipulados pela direção da escola para se manifestarem a favor da professora, o que também seria um sinal de que sua personalidade já estaria sendo afetada. Tudo isto é muito sério, inclusive porque muitas vezes os próprios pais dos alunos são manipulados pela direção das escolas, quando não, influenciados pela mídia, que de modo geral só apoia a classe "docente", já que filho de jornalista estuda na rede particular, onde o professor pode ser demitido se se atrever a chamar a classe de MERDA...

Os comentários dos professores nas postagens da Isadora são um "espetáculo" à parte! Nós do EducaFórum fomos os primeiros a exigir a retirada da internet do Orkut "Professoras Assassinas", na década passada, por ser altamente ofensivo às crianças e jovens do Brasil, mas hoje nos arrependemos, pois, se o conteúdo ainda fosse acessível, poderíamos  comparar as mensagens daquelas "educadoras" com as postadas no Diário de Classe da Isadora. Tudo igual! Uma tremenda falta de respeito com a nossa infância e juventude, com seres em desenvolvimento que precisam receber exemplos de civilidade e não serem tratados como gado. Realmente, o Brasil é um país que detesta suas crianças e jovens, principalmente os mais pobres e aqueles que não se conformam em serem considerados cidadãos de segunda classe!

Nós também pedimos câmeras de vídeo em todas as salas de aula, demos essa sugestão para a Secretaria da Educação de São Paulo já em 2008, leia clicando aqui. A "resposta" dada foi a proibição de os alunos usarem o celular em sala de aula! Aliás, na rede pública de ensino, por aqui, os celulares são sumariamente confiscados e recebemos muitos apelos de pais revoltados por precisarem se comunicar com seus filhos devido a imprevistos, mas o celular apreendido simplesmente não é devolvido.

Parabéns, Isadora, continue firme, você está conseguindo mostrar para o Brasil inteiro a ESCOLA TABU, aquela que só poderia ser vista através do buraco da fechadura!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Recebemos a seguinte mensagem de Manaus e a respondemos no comentário. Dê também sua opinião!
Sou ex-Conselheiro Tutelar e hoje trabalho como consultor de projetos sociais na Prefeitura. No entanto, estou sempre envolvido com o problema de atitudes arbitrárias em escolas públicas onde alunos são expulsos ou suspensos sem qualquer critério legal. Por este motivo gostaria de estar recebendo informações mais detalhadas sobre a legalidade desse procedimento adotado pelas escolas. Até que ponto a escola teria poderes para expulsar alunos, ou trata-se de um ato totalmente ilegal? Favor encaminhar informações jurídicas sobre o caso.

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola

Este é certamente o problema mais grave da escola brasileira: a expulsão de alunos. Além de não ser inclusiva, ela é inóspita para os alunos já matriculados e, na primeira oportunidade, eles são "convidados" a sair da escola, ou então, sumariamente expulsos. E aqui sempre fazemos o mesmo apelo aos pais: não permita que seu filho seja expulso, procure entender o que está por trás dessa atitude da escola! Tenha a coragem de enfrentar essa questão de cabeça erguida, não seja mais uma vítima de um sistema de exclusão.
Já falamos aqui exaustivamente sobre a expulsão na rede pública de ensino, que se dá de várias formas: "oficialmente", através do Conselho de Escola,  através de manobras dos diretores de escola, ou de forma "branca".

A expulsão na rede particular é tão ou até mais frequente do que na pública, e isso também já demostramos aqui diversas vezes. Mas na rede particular ela costuma ser melhor disfarçada, através de um "convite" para buscar …

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

De vez em quando a gente atende uns pais de alunos bem descontrolados, difícil manter a linha. Faço questão de reproduzir aqui toda a troca de mensagens com um cidadão que quase me tirou do sério... rs
Dia 4 de setembro "Por um acaso deparei com seu site. Gostaria de que me informassem se é LÍCITO aluno de escola pública ser agraciado; com merenda substanciosa ; material escolar, transporte, uniforme e até tablets, pelos quais pouco se exige de cuidados e/ou devolução; pelos PODERES PÚBLICOS, enquanto que alunos de escolas particulares, cujo custo é elevado e que foi assumidos pelos pais como opção, para que tenham uma escola  de melhor qualidade; não é fornecida merenda, material, livros, transporte,nem tablets em pé de IGUALDADE? Será que os cursos das escolas particulares são regidos por diretrizes, normas, conteúdos, ou programas de entidades estranhas ao Ministério da Educação do Governo Federal? Será que as crianças das escolas particulares não são Cidadãos Brasileiros? Será…