Pular para o conteúdo principal

A voz dos pais nº 5 - Pais esclarecendo outros pais


Recebemos hoje uma linda mensagem de Sonia Regina, uma mãe que nos escreve há algum tempo e em cuja escola os alunos são tratados aos berros, alguns professores os chamam de "burros" e os humilham na frente dos colegas, a direção da escola grita ou ironiza os pais que se atrevem a fazer alguma crítica. Além disso, a aula vaga corre solta, o bullying é praticado sem que haja qualquer trabalho pedagógico para incentivar os alunos à prática da solidariedade, aliás, em alguns casos são os próprios "docentes" a praticá-lo contra os alunos que lhes foram confiados...

Muito triste, mas nada diferente do que ocorre na maioria das escolas, não é mesmo? A diferença, quem a faz, são pais e mães como a Sonia Regina. Segue sua mensagem e nossa resposta:

Quero agradecer  a vocês do Blog EducaFórum... pois graças a ele venho aprendendo como defender meus filhos em uma escola pública.
Lendo o Blog de vocês descobri que nós pais não estamos sozinhos e que sim podemos entrar em uma escola pública para reclamar o direito de nossos filhos de cabeça erguida e sem medo de represálias.
Nos dois últimos anos foi muito difícil, porque para todos os lados que se corre não temos apoio e a coisa mais fácil de se encontrar são pais descontentes sem saber como se defender e defender seus filhos.
Todos os dias, quando levo meus filhos na escola, fico no portão esperando que se feche para ir para casa tranquila e lá se ouvem coisas absurdas. Lendo o Blog de vocês descobri que neste pontos somos culpados porque se lêssemos mais sobre direitos e deveres das crianças e adolescentes saberíamos como nos defender e defender nossos filhos. Não é fácil mas pode ser feito.
E agora sempre que ouvir um pai reclamar de algo darei o endereço de vocês online para que eles leiam e aprendam a se defender.
Obrigada pelo apoio e continuem assim. Se existissem mais pessoas como vocês aí sim teríamos um país justo e digno para se viver.
Sonia Regina, mãe de dois alunos da rede pública na cidade de São Paulo


Cara Sonia Regina,

Infelizmente não temos condições de responder de forma detalhada a todas as mensagens dos pais que nos procuram. No entanto, mesmo rapidamente ou durante as madrugadas, fazemos questão de escrever algumas linhas de incentivo e ficamos felizes de saber que alguns pais, como você, aprendem a reagir aos desmandos e autoritarismos da escola, lendo os textos e casos que comentamos aqui no blog. A melhor forma de defender os direitos de seus filhos na escola é a que você tem aprendido: enfrentar diretores de escola, supervisores de ensino e professores, de igual para igual e de cabeça erguida! 

Por isso, continue de olho em tudo o que acontece na escola de seus filhos e procure orientar outros pais. Apenas discordamos de um ponto da sua mensagem: os pais não são "culpados" por não lerem mais sobre os direitos e deveres de crianças e adolescentes. A maioria dos pais, simplesmente, não sabe onde buscar essas informações, outros não têm escolaridade suficiente para compreender certos textos, às vezes nem mesmo os artigos da legislação que publicamos em nosso blog, tão claros de se entender para quem tem um pouco de conhecimentos. Então é extremamente valiosa a ação de outros pais e mães, como você, que está disposta a divulgar e a retransmitir seus conhecimentos. São pequenas sementes que vão germinando, crescendo e aos poucos dando frutos. 

O nosso sistema de ensino está nas mãos de uma corporação que não tem compromisso com o futuro do Brasil. O "capital" mais valioso do país, ou seja, as crianças e adolescentes, costuma ser desprezado na escola, onde a maior preocupação  é "não dar trabalho" para diretores, professores, funcionários, supervisores e dirigentes de ensino, sendo que o trabalho é a ferramenta que promove o progresso de um país - ou não é??? Continue nos informando sobre a escola dos seus filhos e conte conosco para ajudarmos no que for possível. A imagem no topo do texto é uma homenagem para você e para todos os pais que nos apoiam com suas mensagens e comentários.

Grande abraço,
EducaFórum
Giulia Pierro - Vera Vaz - Cremilda Teixeira - Caroline Miles - Paula Carvalho

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Recebemos a seguinte mensagem de Manaus e a respondemos no comentário. Dê também sua opinião!
Sou ex-Conselheiro Tutelar e hoje trabalho como consultor de projetos sociais na Prefeitura. No entanto, estou sempre envolvido com o problema de atitudes arbitrárias em escolas públicas onde alunos são expulsos ou suspensos sem qualquer critério legal. Por este motivo gostaria de estar recebendo informações mais detalhadas sobre a legalidade desse procedimento adotado pelas escolas. Até que ponto a escola teria poderes para expulsar alunos, ou trata-se de um ato totalmente ilegal? Favor encaminhar informações jurídicas sobre o caso.

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola

Este é certamente o problema mais grave da escola brasileira: a expulsão de alunos. Além de não ser inclusiva, ela é inóspita para os alunos já matriculados e, na primeira oportunidade, eles são "convidados" a sair da escola, ou então, sumariamente expulsos. E aqui sempre fazemos o mesmo apelo aos pais: não permita que seu filho seja expulso, procure entender o que está por trás dessa atitude da escola! Tenha a coragem de enfrentar essa questão de cabeça erguida, não seja mais uma vítima de um sistema de exclusão.
Já falamos aqui exaustivamente sobre a expulsão na rede pública de ensino, que se dá de várias formas: "oficialmente", através do Conselho de Escola,  através de manobras dos diretores de escola, ou de forma "branca".

A expulsão na rede particular é tão ou até mais frequente do que na pública, e isso também já demostramos aqui diversas vezes. Mas na rede particular ela costuma ser melhor disfarçada, através de um "convite" para buscar …

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

De vez em quando a gente atende uns pais de alunos bem descontrolados, difícil manter a linha. Faço questão de reproduzir aqui toda a troca de mensagens com um cidadão que quase me tirou do sério... rs
Dia 4 de setembro "Por um acaso deparei com seu site. Gostaria de que me informassem se é LÍCITO aluno de escola pública ser agraciado; com merenda substanciosa ; material escolar, transporte, uniforme e até tablets, pelos quais pouco se exige de cuidados e/ou devolução; pelos PODERES PÚBLICOS, enquanto que alunos de escolas particulares, cujo custo é elevado e que foi assumidos pelos pais como opção, para que tenham uma escola  de melhor qualidade; não é fornecida merenda, material, livros, transporte,nem tablets em pé de IGUALDADE? Será que os cursos das escolas particulares são regidos por diretrizes, normas, conteúdos, ou programas de entidades estranhas ao Ministério da Educação do Governo Federal? Será que as crianças das escolas particulares não são Cidadãos Brasileiros? Será…