Ameaça resolve???...

É frustrante quando o respeito às leis é condicionado a ameaças e não compreendido como forma de prevenir problemas e dores de cabeça para a coletividade.

Uma mãe nos relatou que a filha havia perdido um livro dentro da escola em 2011 (!) e em 2012 ficou  o ano inteirinho sem o mesmo, pois a escola exigia uma taxa absurda a título de "multa" para fornecer-lhe outro. Respondemos dando uma orientação e recebemos a seguinte resposta:

Hoje eu quero agradecer pela ajuda, minha filha havia esquecido o livro didático na escola no ano de 2011, e por isso ela ficou o ano inteiro de 2012 sem o livro dessa matéria, eu até tentei entrar em acordo com a escola, mas eles queriam que eu pagasse 100 reais pelo livro que é distribuído gratuitamente, então esse ano (2013), pedi socorro a vocês...e...resolveu! Apenas pronunciei com toda educação as palavras CRIME e Ministério Publico, deu tudo certo. Obrigada...

Alguém acha que "deu tudo certo"?...Aguarmos as opiniões de vocês.

Comentários

Claro que não deu certo. Até isso ser necessário pra "resolver" as questões, não haverá sentido na palavra Educação. Perdeu o livro, ok! Sermão, advertência, qualquer coiaa. Agora, negar o acesso àquilo que é gratuito, NÃO!
Giulia disse…
Mas a cobrança de taxas ilegais na rede pública é uma constante e precisa ser denunciada. Infelizmente os pais se dão satisfeitos quando são "isentados", como essa mãe, e não se preocupam que "amanhã" a escola poderá fazer o mesmo com outros pais e alunos!
Saverio disse…
A escola ta certa de dar uma punicao para a crianca.
Giulia disse…
Saverio, em primeiro lugar a "punição" não foi para a criança, ou melhor, foi sim, no sentido de que ela ficou sem o livro. O mais grave da questão é a escola querer cobrar taxas sobre um bem que é gratuito, isso é crime de estelionato!