Plano Municipal de Educação de São Paulo: plenário vazio


Impressionante, a pequena participação de entidades e cidadãos à primeira audiência temática de discussão do Plano Municipal de Educação de São Paulo, na Câmara Municipal. Deu a impressão de haver um boicote...

Mas o importante é que foi dado início ao trabalho, pois o Plano já está com dois anos de atraso, e ficou claro que o PL 415/2012 precisa de muitos ajustes.

Devido ao número mínimo de profissionais presentes, não pôde ser aprofundado o principal assunto em pauta nessa data - a valorização do professor. Mauro e eu, porém, pudemos fazer diversas colocações a respeito do financiamento da educação, da gestão democrática e da qualidade da educação. Queremos, nesta primeira fase de discussão do projeto, que haja um levantamento sobre a forma como são aplicadas as verbas destinadas à manutenção e ao desenvolvimento do ensino, sobre a forma como é realizada a eleição dos Conselhos de Escola e sobre o motivo pelo qual os alunos recebem apenas 75% das aulas durante o ano letivo. A íntegra das nossas propostas você pode ver clicando neste link.

Assista aos vídeos abaixo e mande seus comentários.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola