Expulsão de escola: segue nova orientação para os pais



Já que este blog é o "campeão" no recebimento de denúncias sobre expulsão de alunos, segue a última mensagem recebida e nossa resposta-padrão,  pois muitos pais ainda não conhecem o caminho das pedras que leva à reintegração dos alunos na escola. Muitas vezes a direção da escola volta atrás apenas por medo de ser responsabilizada judicialmente. Apesar de não haver pesquisas internacionais sobre o assunto, pois seria um tremendo vexame para qualquer país receber esse troféu, sabemos por experiência própria que o Brasil é o campeão mundial em expulsão escolar. Sabemos também como essa questão é angustiante para os pais, por isso não cansamos de repetir a lenga-lenga, mesmo cansando os frequentadores do blog....

Fui chamada  a comparecer na escola pela professora do meu filho  para resolver um assunto relacionado ao uso do celular na sala de aula. Chegando lá , ela me relatou os fatos quando o secretário da escola interrompeu a conversa e de forma muito grosseira disse: "se é sobre o aluno nem precisa falar mais nada, já liguei paraa  diretora e ela falou que o aluno vai ser transferido, porque já aconteceu outro fato ele não teria uma segunda chance". Eu  e a professora ficamos assustadas com a atitude dele, e eu perguntei por que que não me foi dito nada sobre o acontecido, pra chegar ao  ponto do meu filho ser expulso, e pedi para que ele abaixasse o tom de voz. Ninguém  soube me explicar nada, ele apenas disse que não iria mais falar comigo e se eu quisesse saber de alguma coisa, teria que falar com a diretora, que não se encontrava na instituição e não fui informada quando poderia falar com ela. Sou leiga no assunto, ao meu ver acho que foi abuso de poder e constrangimento, pela forma que ele me tratou, sendo que tais assuntos eu deveria ser chamada pela diretora em particular, não na frente de todos, não cabia a ele  fazer isso. Às vezes acho que pode ser pessoal, pois ano passado meu filho sofreu agressão na interior da escola por outros alunos, e a responsável pela escola pediu para que fosse resolvido internamente, entre eu e os pais dos alunos. Não aceitei, fiz boletim de ocorrência e o processo está em aberto. Desde então sinto que ele sofre algum tipo  de "perseguição ", por parte da direção.
Peço ajuda no que devo fazer, a escola pode expulsá-lo ou transferi-lo, onde é que o meu filho vai estudar??


Nossa resposta:

A atitude da direção dessa escola é absolutamente autoritária. Mostre a legislação contida no post abaixo e diga que entraremos em contato com as autoridades do Rio de Janeiro se essa perseguição continuar!

http://educaforum.blogspot.com.br/2014/03/legislacao-da-educacao-anote-ai.html

Comentários

Anônimo disse…
Olá! Gostaria de parabenizar o blog e esclarecer uma dúvida, se possível.
Dois adolescentes de 15 e 15 anoa foram expulsos de uma escola em SP essa semana. Motivo: em uma conversa informal no transporte escolar, ambos teceram palavras baixas relacionadas à vice-diretora. Uma colega de classe gravou os insultis e levou o caso à direção. A decisão de expulsá-los foi tomado pela vice e a diretora sem conversar com os outros profs sobre o ocorrido. Detalhe: os dois são excelentes alunos e caso o Conselho aprovasse a reintegração de ambos, a vice-diretora deixaria o cargo alegando sofrer ameaças totalmente incoerentes, como por ex, medo de um dos alunos que jamais encostaria um dedo nela. Como proceder?Obrigada.
Giulia disse…
Pois é, mais um caso de abuso de autoridade. Mande e-mail para educaforum@hotmail.com com mais detalhes, para podermos analisar melhor o caso: a escola é pública ou particular? Os pais foram notificados por escrito? A vice-diretora fez algum pronunciamento público sobre o assunto? etc etc

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola