Balanço do ano


Mais uma vez, o resumo é de “embromation”. Durante todo o ano fomos “enrolados” das mais variadas formas pelas mais variadas autoridades. A última novidade se refere à biblioteca fechada da EMEF Imperatriz Dona Amélia. Leia o histórico aqui http://educaforum.blogspot.com/2007/11/mais-uma-da-emef-imperatriz-dona-amlia.html. Havíamos recebido a informação de que o edital para Orientador de Sala de Leitura já teria sido publicado. Ledo engano! Na última reunião de Conselho de Escola foi comunicado que ainda nem mesmo os professores da própria EMEF foram “convidados” a se candidatar e que o assunto está sendo empurrado para o próximo ano letivo. Trata-se de um caso exemplar, considerando que 90% das escolas públicas brasileiras têm suas bibliotecas fechadas por falta de funcionários e/ou de boa vontade dos professores. Desafiamos o INEP(T), que durante a gestão da hoje Secretária Estadual da Educação, Maria Helena de Castro, “não conseguiu” fazer essa pesquisa, a contradizer a percentagem que levantamos com base nas informações de pais e alunos.

A falta de bibliotecas ativas (o básico do básico do pedagógico dentro de uma escola!) é o maior símbolo do descaso com a educação pública no Brasil, comparável apenas ao fenômeno da AULA VAGA, essa vergonha nacional que rouba dos alunos 20 a 50% da carga horária anual.

O balanço deste ano reafirma que a corporação continua dominando o ensino público em todo o país. A “dominação” do ensino público pela corporação é um fenômeno que se apóia em outro fenômeno: os filhos dos profissionais da educação estudam na rede particular. Simples assim! Por que eles teriam alguma preocupação com os filhos “dos outros”? A solução eles não querem: permitir aos usuários da rede pública compartilhar e fiscalizar a gestão das escolas dos próprios filhos, através de Conselhos de Escola eleitos de forma democrática.

Mesmo cansados de tanto descaso, não queremos deixar de repetir a solução que apontamos há pelo menos quinze anos e que mais uma vez encaminhamos às autoridades: http://educaforum.blogspot.com/2007/12/o-faroeste-geral.html.

Algumas iniciativas podem render frutos a curto prazo:

  • A convocação dos pais de alunos para a eleição democrática dos Conselhos de Escola, através de campanha publicitária veiculada em nível nacional.
  • A criação de uma Promotoria da Educação, proposta feita por pais de alunos na 1ª Conferência Estadual de Educação Básica de São Paulo.
  • A criação de Disk-Denúncias ATIVOS em cada Secretaria da Educação.
  • A demissão dos maus diretores de escola.

Mas também sabemos que nossas autoridades têm MUITA PREGUIÇA, especialmente em final de ano e antes do Carnaval, que ninguém é de ferro, rsrs.

Para você que, como nós, só consegue encostar a cabeça no travesseiro após ter feito o possível e o impossível para mudar o status quo, desejamos um 2008 com mais igualdade, mais solidariedade, mais justiça, mais FE-LI-CI-DA-DE!

Comentários

SECRETÁRIA DA EMEF "I. D. A." disse…
PRECISAMOS DE FELICIDADE E PAZ PRINCIPALMENTE NO ANO DE 2008,PARA ESSAS MÃES DA EMEF IMPERATRIZ DONA AMÉLIA.
ELAS JÁ NO COMEÇO DO ANO QUE SE PREPAREM QUE A DIRETORA JÁ FALOU AOS QUATRO VENTOS QUE VAI PEGAR PESADO COM ELAS E PRINCIPALMENTE COM OS SEUS "FILHOS" E O SEU ÓDIO POR ELAS É MUITO GRANDE.
POR ISSO TODOS OS DIAS EU FAÇO MUITAS ORAÇÕES PARA ESSAS PESSOAS TEREM MUITA FORÇA. NÃO AGUENTEI A BARRA E POR ISSO SAI FORA.
Giulia disse…
Olá, ex-secretária da emef, é com muita tristeza que vemos mais alguém sair fora por não agüentar a barra... Imagine então os pais de alunos que não podem mudar os filhos de escola! De qualquer forma, agradecemos sua sinceridade e suas orações pelas mães de alunos.
Santa disse…
Giulia querida,

Desejo que o ano de 2008 seja de grandes realizações e muita saúde. E que você continue sempre assim, no bom combate, defendendo a educação e a democracia brasileira. Um beijo.


PS: mensagem rápida, estou em viagem volto só no próximo ano. Obrigada por tudo.
costas quentes disse…
ESSA ESCOLINHA JÁ DEU NO SACO!

GIULIA, DESISTE ISSO NÃO VAI DAR EM NADA...

A SRA. HATSUE TEM COSTAS QUENTES...
Giulia disse…
"Costas quentes" (ou "Pé frio"?, rsrs), você não entendeu o espírito do nosso trabalho! Nosso objetivo aqui é averiguar e publicar fatos. A última informação que recebemos sobre a EMEF foi da reunião de Conselho de Escola da semana passada, em que veio à tona que nem mesmo o edital para eleição do Orientador de Sala de Leitura havia sido providenciado! Como não se indignar com o fato de que a biblioteca de uma escola permanece fechada DURANTE DOIS ANOS, sem que ninguém mexa uma palha??? E ainda por cima depois de publicarmos uma troca de 15 MENSAGENS DAS MÃES DE ALUNOS COM OS RESPONSÁVEIS DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO! Enquanto se trata da omissão da direção da escola, a gente já sabe que o motivo é represália. Mas depois de publicar OS NOMES DOS RESPONSÁVEIS DA SME que receberam uma enxurrada de mensagens das mães durante o ano inteiro e NÃO MEXERAM UMA PALHA SEQUER, podemos deixar de dar essa informação??????
Quanto a "dar em nada", já faz dois anos que "não está dando em nada"... O que mudou?...
costas quentes disse…
Não estamos contra vc e sim com dó, por isso do aviso. Quanto mais vc mexe mais cheira mal.
De tudo isso valeu por uma coisa a direção e a supervisão estão desesperadas e descontroladas com a situação.
Giulia disse…
"Costas quentes", se for verdade que você não é pé frio (rsrs), veja você mesmo: o fato de a direção e a supervisão da escola estarem "desesperadas e descontroladas" já é um sinal de que está valendo a pena mexer nesse angu. Nosso lema é aquele ditado que nem lembro mais quem inventou: não se pode enganar a todos, em todos os lugares, o tempo todo!