Bibliotecas fechadas


A sociedade brasileira ainda não despertou para o segundo maior problema da rede pública de ensino. Você já adivinhou qual é o primeiro? Não, não é a qualidade de ensino! Esse só vem em terceiro lugar. Para começar a atingir um mínimo de qualidade de ensino dentro de uma escola, é necessário partir de duas premissas:


  1. Professor em sala de aula
  2. Biblioteca ativa
Nenhuma das escolas públicas classificadas entre as primeiras no ranking nacional tem 25% ou mais de aulas vagas e a biblioteca fechada!

A questão das aulas vagas começou a ser levantada recentemente pelos artigos do Gustavo Ioschpe na Veja, mas o problema das bibliotecas fechadas ainda não despertou o interesse da mídia nem do INEP(T), que nunca fez um levantamento oficial sobre o número de bibliotecas ativas dentro das escolas, ou seja, aquelas que têm um número mínimo de volumes para permitir um mínimo de pesquisa, e aquelas que estão abertas à consulta e à retirada dos livros pelos alunos.

Leia o texto da professora Glória Reis sobre um caso que deveria ocupar a mídia nacional, mas ficou restrito a um jornal local.

Saiu no Jornal da Tarde de hoje: "Moradores da Vila Zelina, na Zona Leste, encontram livros de autores como Machado de Assis e Guimarães Rosa amontoados em sacos de lixo. Eles foram descartados pela Emef Ruth Lopes."

Meu comentário:
Foi em São Paulo, mas poderia ser em qualquer escola pública do Brasil. Quando ainda trabalhava em escola pública (foram várias), em todas, eu constatava o total descuido com os livros. Para começar, as bibliotecas ficavam sempre fechadas. Aluno entrar na biblioteca era um "desrespeito". Em algumas, funcionavam como sala de professores, ou sala dos coordenadores, ou sala de xerox, e os livros eram apenas para acumular poeira e cupim.
Em duas escolas assisti também a uma jogada no lixo de milhares de livros, pilhas e pilhas que nem foram abertas. Novinhos em folha. Quando questionei, só me responderam que eram muito antigos, desatualizados, só serviam para o lixo. Ainda deu tempo de pegar a última remessa, que levei para o projeto que planejava executar quando me aposentasse. Mas me fizeram uma recomendação: não contar que recebera os livros da escola porque não podiam dar os livros. Então, ainda deve ser isso: no lixo, pode; doar, não!

Leia mais sobre a malfadada notícia no A Balestra, do meu amigo Roberto Balestra, que me repassou a informação.
Glória Reis

Leia também nosso texto de 2007 sobre bibliotecas fechadas e perceba como é frustrante bater constantemente na mesma tecla sem ver resultados:
http://educaforum.blogspot.com/2007/09/bibliotecas-fechadas.html

Vale a pena também relembrar a epopéia das mães da EMEF Imperatriz Dona Amélia, na tentativa de reabrir a sala de leitura da escola, após DOIS ANOS de inatividade...
http://educaforum.blogspot.com/2007/11/mais-uma-da-emef-imperatriz-dona-amlia.html
Sr. Secretário Alexandre Schneider, vai continuar dormindo em cima dessa questão?...

Comentários

Sonia/ Conselheira do Imperatriz disse…
Giulia,

O que é DECRETO?

Conforme o dicionário, decreto é uma detreminação/ ordem por escrito, pelo chefe do estado ou de outra autoridade superior.

Então, por que o DECRETO da SALA DE LEITURA no. 45.654 de 27/12/04, que tem seu funcionamento disciplinado pela PORTARIA 104/06-SME, NÃO É ACATADO pela direção da grande maioria das escolas????????????????

Na EMEF IMPERATRIZ, a direção vem nos enrolando, há muito tempo...
O absurdo maior é que nem edital para OSL (Orientador de Sala de Leitura) foi feito.
Essa direção quer um OSL do círculo de amigos dela. Pois, ela só abre para professores da própria escola, como não tem ninguém, as crianças ficam sem sala de leitura.
Uma das pessoas que ela indicou para Sala de Leitura, sabe quem foi? Foi a professora de matemática, que tem por "hábito" chamar seus alunos de burros, intelijudos, humilhá-los e constrangê-los, e até perseguí-los cruelmente, como ela fez com meu filho.
Para mim, só resta orar para que alguém (SME) tenha a vontade e disponibilidade para apurar todas as irregularidades dentro desta escola.

Beijos
Giulia disse…
Sônia, vocês não foram enrolados somente pela direção da escola! A própria SME dormiu em cima do assunto, como mostra a troca de mensagens que vocês sabiamente guardaram. O assunto biblioteca chegou a ser abordado na Apuração Preliminar?
Ricardo Rayol disse…
caraca só tem problema grave mas de fácil solução. Ainda não entendi até hoje porque não há um programa de incentivo à leitura. (sei que há mas não funciona ehehe).
Giulia disse…
Olá, Ricardo, você acertou na mosca! É um problema de fácil solução, só depende de vontade política e/ou da boa vontade dos professores. Tem escolas onde eles fazem mutirão pra recuperar a biblioteca. Você já viu isso em filme americano, não viu?
Acontece que boa vontade é mercadoria rara, neste país.
Agora, a cara de pau da SME, enrolando essas mães durante um ano inteiro e NÃO RESOLVENDO o problema é dura de engolir!
Sandra disse…
Eu acho que essas mães deveriam procurar o MINISTERIO PÚBLICO.
MÁRIO QUINTANA ESCREVEU ISSO EM 1973. disse…
Aprendi a escrever lendo, da mesma forma que se aprende a falar ouvindo.
Naturalmente, quase sem querer, numa espécie de método subliminar...
...Mas se essas crianças, coitadas, nunca adquiraram o hábito da leitura, como saberão um dia escrever?

Sonia/Conselheira-Imperatriz
Giulia disse…
Sonia, apesar de ser muito bom e útil a família ter o hábito da leitura, não acredite que somente essas crianças possam ser bem alfabetizadas. ENSINAR A LER E ESCREVER tem que ser na escola! Os próprios professores NÃO têm o hábito da leitura e esse é o principal problema. Aula de leitura e escrita tem que ser com LEITURA E ESCRITA, não com enrolação! Você viu o post sobre a professora da favela Heliópolis que alfabetizou seus 31 alunos (TODOS!) no primeiro ano? Se ela pode em um ano, porque os outros não podem em quatro???
Beatiz Cooke disse…
Problemas há em todo lugar mas, precisamos ter amor e carinho para com a escola e principalmente com os professores, nossos mestres.E temos q pensar principalmente que somos o futuro do mundo e tendemos a copiar os adultos.
Bruna disse…
Sou aluna da escola Imperatriz Dona Amélia sou da
Comentário:

Antes a escola não tinha professores, não tinha cortina, não tinha ventilador.

Agora o pouco que tem você não dão valor.
Só denunciam a escola.
Falar bem?
Aii essas mães não falam né..
Criticar é o objetivo delas..
Quando sera que elas vão ver que elas tão prejudicando os próprios filhos?
Quando elas vão parar de fazer essa denuncias absurdas?
AchO assim, não ta feliz com a escola, os encomodado que se mudem.
Essas mães não fizeram faculdade para poder falar desse jeito com a Sr.Diretora, elas falam de um jeito como se a Diretora não fosse um nada.
Elas são se formaram para ser professora de SALA DE LEITA..
Vamos pensar um pouco nesses absurdos..

Obrigada.
Bruna disse…
Sou aluna da escola Imperatriz Dona Amélia.
Comentário:

Antes a escola não tinha professores, não tinha cortinas, não tinha ventiladores.

Agora o pouco que tem vocês não dão valor.
Só denunciam a escola.
Falar bem?
Aii essas mães não falam né..
Criticar é o objetivo delas..
Quando sera que elas vão ver que elas tão prejudicando os próprios filhos?
Quando elas vão parar de fazer essa denuncias absurdas?
AchO assim, não ta feliz com a escola, os encomodado que se mudem.
Essas mães não fizeram faculdade para poder falar desse jeito com a Sr.Diretora, elas falam de um jeito como se a Diretora não fosse um nada.
Elas não se formaram para ser professora de SALA DE LEITA..
Vamos pensar um pouco nesses absurdos..

Obrigada.
Hillary disse…
Sou aluna da escola Imperatriz Dona Amélia.

Um absudo é falar que a gente não temos sala de leitura, esse ano tivemos pouco, mais tivemos.
Veio uma professora para nos dar a aula.
Bom não tenho nem o que falar dessa escola e dessa direção.
Todos são exelentes.

Obrigada.
Beatriz Cooke disse…
Meu Estou muito chateada com esta situação!!!Sou aluna dessa escola a 7 aninhos.E nunca aconteceu isso, sendo que esta escola esta sempre indo de pior para melhor.Essa direção é 10 sem comentários.Os professores dão a vida por esta escola.

ObrigadO!!

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola