13 junho 2010

Bullying na revista Nova Escola


Em reportagem de capa, a revista Nova Escola aborda o bullying e mostra que combater essa violência passa pela escola.

Pela primeira vez na mídia, o bullying é tratado de forma correta, ou seja, não como um tipo de "perversão" da criança e do adolescente, provocado pela falta de educação no seio da família. O enfoque da revista é mais voltado para o Cyber bullying, mas a abordagem é ampla.

Quem tem filhos na rede pública de ensino sabe que, na escola, qualquer tipo de agressão física ou verbal entre alunos costuma resultar em gritaria, repressão, suspensão e muitas vezes expulsão de algum deles. Não se busca qualquer meio pedagógico, o fato é sumariamente "solucionado" tirando-se da frente o agressor. Simples assim!

Parabéns à Nova Escola por ter reconhecido que a escola precisa tratar o bullying de forma pedagógica. Leia a matéria clicando aqui. Mesmo assim, a Nova Escola não recebe nossa avaliação "Mídia nota dez", pois não basta abordar as agressões entre crianças e adolescentes. Existem, na rede pública de ensino, mais dois sérios problemas:
  • o bullying estimulado por profissionais do ensino Leia aqui

  • o bullying realizado por profissionais do ensino. Leia aqui

Como já comentamos, a Nova Escola é a melhor revista de educação do país, falta-lhe porém o compromisso e a honestidade de revelar as falhas da classe docente, à qual é dirigida. Infelizmente, aqui também o corporativismo fala mais alto.


Nenhum comentário: