A escola tabu nº 19 - O reinado da APEOESP na Sul 3


Faz tempo que a Cremilda está pedindo para o Secretário Paulo Renato entregar de vez a Secretaria da Educação para a APEOESP. É irônico, claro, mas reflete uma realidade. Pelo menos numa das diretorias de ensino, a Sul 3, a APEOESP está dominando, a ponto de fazer reuniões dentro das escolas e da própria diretoria de ensino. É óbvio que o dirigente da Sul 3 ou não conhece a legislação, ou está tão certo da impunidade que fica totalmente à vontade para receber os sindicalistas e permitir seus "comícios" dentro das próprias escolas.

O que mais nos deixou estarrecidos foi saber que semana passada, na EE Lucas Roschel Rasquinho, essa escola castigada pelos profissionais da banda podre que querem derrubar a diretora, por ter exigido deles assiduidade, pontualidade e trabalho, foi feita uma reunião da APEOESP, com a participação de duas supervisoras da Sul 3. Mais uma reunião para arquitetar o afastamento definitivo da diretora. Isso, numa escola onde já estaria instalada uma comissão de investigação e mais uma equipe da corregedoria! Investigando o quê, se até reunião da APEOESP é feita dentro da escola???

Desde o post Uma história sórdida, portanto, as coisas pioraram ainda mais na EE Lucas Roschel Rasquinho e entornaram de vez na EE Joaquim Álvares Cruz, cuja diretora resolveu se afastar de vez, após ter sido ameaçada por elementos da banda podre da escola, que prometeram recebê-la "com paus e pedras" caso resolvesse voltar. Não se trata de ameaças no sentido figurado, mas reais. A escola é localizada no extremo sul da Capital, o caminho passa por 15 km de estrada de terra e o prédio não possui segurança alguma. Cabe aqui uma reflexão sobre o exemplo que esses "educadores" dão aos seus alunos, incitando-os à violência contra a diretora. Sim, pois é assim que a coisa funciona: a APEOESP faz menifestações e reuniões nas escolas incitando a comunidade escolar contra os diretores que dão prioridade ao aluno, que cortam o ponto do professor relapso, que exigem trabalho de qualidade...

O professor José Benedito prometeu chamar os diretores e ex-diretores da Sul 3, que estão sendo ou já foram derrubados pela APEOESP, para uma reunião esclarecedora. Esperamos que o faça pessoalmente, pois, se deixar a tarefa para a sua assessoria, a reunião não será agendada. Pois a diretora da EE Joaquim Alvares Cruz, antes de renunciar ao cargo de diretora e voltar à sala de aula na escola onde é efetiva, tentou durante vários dias falar com o coordenador da COGSP e foi barrada por sua assessoria. Provavelmente a APEOESP, após dominar a diretoria de ensino Sul 3, já está dominando também a assessoria da COGSP. Cuidado, professor José Benedito, não diga que não avisamos!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola