A escola tabu nº 22 - Sadismo em todos os níveis

Se a escola brasileira é tabu desde a primeira infância, onde a criança pode ser vítima dos piores crimes sem que os pais tenham a mínima noção, nas escolas militares é que certamente se escondem os maiores segredos. Nessas, não haverá câmeras de vídeo para revelar os abusos de autoridade, a crueldade, a arrogância de um sistema de "ensino" baseado na subjugação dos mais novos aos mais velhos. E mais: se até nos graus inferiores os alunos são proibidos de usar o celular, imagine o que aconteceria a um aluno de escola militar que se atrevesse a filmar cenas de abuso!





Esta notícia surpreende apenas por ter vindo a público. A divulgação é devida a alguns pais desesperados por notícias, que em nenhum caso viriam da escola. Já dá para imaginar o resultado dessa "sindicância": mais uma vez as vítimas serão culpadas do crime a que foram submetidas, ou seja, correr sob o sol com peso nas costas e sem hidratação. O almirante só faltou dizer que esses alunos eram "mulherzinhas"; e pode apostar que nos bastidores a fala foi essa mesma, rs...

Agradecemos à professora Glória Reis por ter divulgado essa notícia, que certamente não vai ocupar as primeiras páginas dos jornais, como tudo que diz respeito às violações de direito que ocorrem nas escolas brasileiras.

Comentários

victorzazuela disse…
o país está tomado pela impunidade, arrogâcia e intolerância.
Anônimo disse…
Se realmente aconteceu da forma que foi dita é um caso isolado. O Colégio Militar deve formar homens e não molengas que ouvem funk e fumam maconha.

Olegário
Giulia disse…
Sem comentários, Olegário, rs...
cremilda disse…
Olegário....
Você deve fazer parte da turma que tem saudade da palmatória.
Bater em mulher é crime.
Bater em homem é crime. Lesão Corporal
Bater em criança e adolescente é para educar ???
Vc deve fazer parte daquele exército de saudosistas que aprenderam apanhando e acham que tem que se ensinar batendo..

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola