A última da EMEF Imperatriz Dona Amélia


Você, que acompanhou a "epopéia" dessa EMEF, acredite se quiser: um aluno de onze anos, que foi pessoalmente à Secretaria da Educação contar para o Secretário que está sofrendo perseguição dentro da escola, foi "convidado" a escolher outra unidade escolar...

Leia a seguir o 4º documento que enviamos ao Secretário:

E d u c a F ó r u m

Sr. Alexandre Alves Schneider
Secretário da Educação do Município de São Paulo
claudiaoliveira@prefeitura.sp.gov.br
Cópia Sr. Waldecir Navarrete Pelissoni
Chefe de Gabinete
wpelissoni@prefeitura.sp.gov.br
Cópia para Sra. Hatsue Ito
Coordenadora de Ensino de S. Mateus
smecesaomateusadm@prefeitura.sp.gov.br

Ref.: Graves denúncias sobre a EMEF Imperatriz Dona Amélia – São Mateus - 4º documento

Sr. Secretário,

Pela quarta vez pedimos sua interferência imediata na solução dos graves problemas relatados durante os últimos dois meses nas três mensagens anteriores, aqui coladas.

Temos hoje absoluta certeza de que V.Sa. não foi informada pessoalmente do assunto, nem soube que no dia 8 de outubro, quando estivemos na Secretaria para entregar-lhe o primeiro documento, junto com pais de alunos da EMEF Imperatriz Dona Amélia, algumas crianças acompanharam esses pais. Essas crianças estavam dispostas a contar-lhe pessoalmente as perseguições que estavam sofrendo dentro da escola e ficaram muito frustradas de não poder conhecê-lo. Mas é claro que uma pessoa tão ocupada como o Sr. Secretário da Educação não teria tempo para ouvir a fala de alunos! Mesmo assim a sua secretária, Sra. Cláudia, os recebeu e ouviu da boca dessas crianças a forma como são tratadas dentro da escola. Ela as parabenizou por sua coragem e sinceridade e disse que se empenharia pessoalmente para que sua escola voltasse a ser um lugar digno e tranqüilo.

De lá para cá, Sr. Secretário, a vida escolar dessas crianças ficou cada vez mais difícil, pois estão sendo discriminadas e hostilizadas ao máximo. Um dos garotos que tentou lhe falar no dia 8 de outubro está sendo perseguido de tal forma pela professora de matemática que sua mãe não está permitindo que ele freqüente essas aulas. Nós do EducaFórum e a própria mãe do aluno telefonamos diversas vezes para a SME na semana passada para pedir providências.

A gota d´água, Sr. Secretário, aquilo que nunca poderíamos imaginar, foi a proposta que a mãe do aluno recebeu por telefone da sua secretária, Sra. Cláudia: que o garoto seja transferido para outra escola, "para o bem dele mesmo"! É isso que se faz com uma criança de onze anos que tem a coragem de se expor ao ponto de visitar o próprio Secretário da Educação?

O que está ocorrendo na SME, Sr. Secretário??? Uma criança que se dirige pessoalmente à Secretaria, na tentativa de contar para a autoridade máxima as perseguições que está sofrendo em sala de aula, é convidada a se retirar da escola??? Quem é que a Secretaria está tentando proteger? Sabemos que muitos maus professores são bons cabos eleitorais, mas não podemos acreditar que um Secretário da Educação, cujo papel é essencialmente pedagógico, possa compactuar com atitudes desse tipo! É por esse motivo que não conseguimos acreditar que a proposta feita à mãe do aluno seja do seu conhecimento.

Também não conseguimos acreditar que tantas graves irregularidades ocorridas nessa escola sejam simplesmente empurradas para o ano que vem, na "torcida" de que os pais que as denunciaram tirem seus filhos da escola!!! Sr. Secretário, orientamos os pais do aluno a não aceitar vaga em nenhuma outra escola do bairro, como foi oferecido por sua secretária. Se realmente for do interesse da família mudar o garoto de escola, a SME deverá oferecer ao aluno e à sua irmã vaga em escola particular, inclusive porque a professora da irmã do garoto disse que "foi proibida" de conversar com a mãe dela. A perseguição já está atingindo também a irmã do aluno e, caso ambos mudem para outra escola da rede municipal, continuarão com a pecha de "filhos de pais barraqueiros", como são chamados os poucos pais de escolas públicas que ousam denunciar irregularidades.

Francamente, Sr. Secretário, a situação está insustentável e informamos que no começo da semana estaremos novamente visitando a SME, para cobrarmos providências imediatas. Caso queira agendar a reunião, por favor, responda este e-mail. Caso contrário, iremos quando tivermos disponibilidade.

Atenciosamente
EducaFórum e Movimento Ideamos
Clique nos links para ler os documentos anteriores:

Comentários

Professor Anônimo disse…
E ainda por cima, a Diretora Maria do Socorro quer passar um documento para os professores assinarem pedindo a saída dos alunos das mães denunciantes da escola.
Gostaria de dizer que eu não compactuo com esse absurdo e que meus amigos de trabalho não façam parte dessa podridão.
Os filhos dessas mães são alunos maravilhosos bem educados e tiram notas boas.
Anônimo disse…
O aluno tem 12 anos.
E não 11 anos.
Giulia disse…
Anônimo, você acha que o mais importante nessa história é a idade do aluno?...
Anônimo disse…
Sim...
Sou aquele(a) que lhe "sorri"... disse…
Os pais não vão às escolas públicas porque o espírito corporativista não quer "estranhos" fiscalizando o "serviço educação". A corporação só dá "boas vindas" aos pais que "pagam taxas" ou que vão à escola para pintar muros, ou varrer o pátio ou limpar banheiros. São escorraçados os pais que querem participar da proposta educacional e fiscalizar as escolas públicas.
Essa direção é péssima, nem horário cumpre... até tem gente pra assinar o ponto... O que ela fez como supervisora, nós não sabemos, mas sabemos que coisa boa não foi, pois aceitou ser rebaixada...
Anônimo disse…
EU SOU ESTUNDANTE DA EMEF IMPERATRIZ DONA AMELIA E QUERIA DIZER QUE ESSA ESCOLA É ÓTIMA,MARAVILHOSA.................
NUNCA VI NADA DISSO QUE ESTÁ POSTADO AQUI........

VI SIM MÃES QUE NÃO TINHAM NADA PRA FAZER E IAM XINGAR A ESCOLA,IAM TIRAR NOSSOS PASSEIOS....
COM RECLAMAÇÕES INEXISTENTES
ESTAVA PRESENTE DIA 8 DE OUTUBRO E VI O NIVEL DAS MAES.......
NÃO SABIAM CONVERSAR SÓ BERRAR.....
FALAVAM MAIS ALTOS QUE TODOS...E AIMD AQUERIAM ESTAR CERTAS....

POIS ESTOU AQUI PRA FALAR QUE NÃO EXISTI ISSO NA IMPERATRIZ....
E QUEM NÃO ACREDITAR EM MIM VÁ ATE A ESCOLA E CONFIRA VOCÊS MESMOS....
PERGUNTEM PARA ALUNOS DA MESMA SERIE DO CITADO OU DE OUTRAS SERIES


VÃO....................
Anônimo disse…
Na ralidade essas mães nãO trabalham, e querem cuidar da vida dos outros, como ja cuidam da vida de tds e sobra um tempinho querem cuidar até do papelzinhO que as crianças jogam no chão.Eu acho assim se seu filho está numa escola da pefeitura e vc esta tão imcomodada assim muda seu filho de escola minha senhora por que se vocês tem tanto tempo assim para cuidar da escola esse tempo da para vocês trabalharem e pagar uma escola "boa" para seus filhos.....
Sei que as senhoras paga seu imposto e tem direito de que seus filhos estudem lá na Imperatriz ou em qualquer outra escola púlblica mais as senhoras estão emcomodades se mudem, isso pra mim é caso gravissimo acho bom as senhoras preocurarem um psicólugo ou um asílo que tenha a paciência com as senhOras por quê não é facìl...
Anônimo disse…
Essas mães que fazem denuncias e mais denuncias deveriam ser transformadas em voluntarias pelo poder publico, da vara da infancia e do adolescente e terem que ficar dentro da escola por 12 horas obrigatoriamente para ver o que realmente acontece. essa historia de perseguição e coisa de quem nao tem nada o que fazer na vida. Por que nao pegam uma vassoura e vao ajudar a limpar a inundice que os alunos deixam apos sairem da escola? Por que nao se juntam e comprem tinta para pintar as pixações que a escola sofre? por que nao vao ate o secretario e exigir que tampem as goteiras onde seus filhos estudam? Essa escola como tantas outras possum profissionais da melhor qualidade, especilaista , mestrandos e etc. agora o que esses pais tem?
os profissionais nao sao babas, nem pagem. e outra coisas a educação vem de casa, e infelizmente isso é raro nesta escola, pois os alunos em sua grande maioria, sao malcriados, falam palavrões, nao estudam e so querem o leito no final do mes. Creio que esses pais estao fora da realidade da escola, Se a direção abre mão das ecxigencias previstas em Lei, os pais reclama, se Segue a Lei os pais reclamam, entao o que querem ?
SODOMA E GAMORRA?
A LEi é para Todos, o ECa é para todos a Constituição brasileira é para todos.
Então senhores abracem a causa de uma escola de qualidade e passem a participar do efetivo trabalho da escola, pois falar e facil fazer é dificil.
Os comentarios dos pais sao falsos e deveriam ser enquadrados em LEi e serem obrigados a indenizarem a escola. Isso é a verdade
Mas a escola nao faz isso pois nao quer ver pais de alunos prestanto serviços comunitarios, pois se entende que a escola é um local de todos e como somos sere humanos aberta ao dialogo e sempre respeitando a todos. Agora pessoas SAtanicas querem fazer uma tempestade em copo d´água.
Simplismente irrizorio essa situação
Lamento por isso estar acontecendo.
cremilda disse…
Giulia
Você não acha que se essas mães reclamarem na radio Terra.Tipo assim:
Uma reclama num dia, no outro vai a outra...
E o aluno também, poderia ir acompanhado, que se ele contar vão dizer que é mentira....
Anônimo disse…
ola eu sou ex aluno da escola e sinto informar que isso acontece dez de 1997 eu sofri muito nessa escola e nao esqueci nenhum momento da negligencia da diretoria dos professores e da diretoria quanto a mim
Giulia disse…
Oi, Anônimo, é muito triste mesmo o que aconteceu nessa escola. Depois das nossas denúncias, a comunidade ficou muito preocupada com perseguições e nunca mais nos deu notícias. Infelizmente, só a união faz a força, se a comunidade se amedrontar, nada muda...

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola