O esquema III

Quem tiver o hábito de ler com atenção este blog (aquela meia dúzia de três ou quatro que aguentam toda a nossa chaaaatice) vai poder acabar de montar o quebra-cabeça que começamos a desvendar há 15 anos. Caso outra meia dúzia de três ou quatro queira tentar entender, recomendamos ler os textos anteriores, O esquema e O esquema II, além do nosso relato sobre o processo administrativo na EE Padre Josué, em São João da Boa Vista:

http://educaforum.blogspot.com/2008/09/o-esquema.html
http://educaforum.blogspot.com/2008/10/o-esquema-ii.html
http://educaforum.blogspot.com/2008/10/churrasquinho-de-me.html

O texto a seguir é a “cereja do bolo”. Trata-se de uma das inúmeras mensagens que recebemos sobre o esquema de corrupção nas escolas estaduais de Araraquara, SP. História veeeelha e muito, muito suja! A mensagem é assinada e o conteúdo é público, pois a denunciante sofreu processo, no entanto preservamos seu nome, como sempre fazemos quando percebemos que a corda vai arrebentar do lado mais fraco.

Vamos lá:

O esquema consistia no seguinte: a verba chegava às escolas e a dirigente de ensino, Sandra Rossato, na certeza da impunidade, mandava pegar notas fiscais frias, fazer a prestação de contas e repassar uma quantia em dinheiro para ela. E ninguém denunciava. Eu sou diretora de escola afastada porque me cansei desse esquema, fiquei completamente exausta, comecei a falar "não" e quem falava "não" para ela ia para o cativeiro, ou seja, ficava afastado até à exoneração. Antes de mim dois foram exonerados pelos mesmos motivos, mas os dois fecharam o bico, não denunciaram.Quando me removi para uma outra escola, a dirigente e os supervisores acabaram com a minha reputação, mandaram os alunos fazer quebra-quebra e manifestações contra mim, juntaram-se aos professores que participavam do esquema e tinham regalias na escola, ou seja, não davam aulas, havia no período noturno alunos-fantasmas, classes inexistentes e mesmo assim recebiam por essas aulas. No papel era uma coisa e na real uma outra bem diferente. A escola estava completamente esvaziada e a assistente de planejamento era obrigada a fazer o quadro com informações montadas, fictícias. Houve um escândalo, abafado pela secretaria da educação, e a dirigente se aposentou como supervisora de ensino, respondendo hoje ao processo nº 95/2006 na 3ª unidade processante, mas ela possui forte proteção política e ameaça todos que se atrevem a atravessar seu caminho. Teve o envolvimento de um escritório de contabilidade que fornecia os talões de notas frias, uma funcionária desse escritório foi atropelada em um suposto acidente, ela estava de moto e o motorista fugiu. A funcionária, de apenas 24 anos, sabia demais e pagou com a morte.Outra funcionária está ameaçada de morte e tem muito medo.Lutamos agora para que a dirigente, com toda a sua influencia política, não saia isenta, livre, impune, que ela seja responsabilizada por seus atos pensados,muito bem planejados, pois durou 10 anos.O esquema é enorme, até a FDE é suspeita, pois só apurou 22 escolas e só diretores foram processados, nenhum supervisor, sendo que todos eram coniventes e paus mandados da dirigente. A FDE fez uma média e encerrou a apuração alegando dificuldades de checar todos os diretores de escola.Os supervisores de ensino sabiam do esquema e obedeciam à dirigente quando ela ordenava que desse cabo de um diretor, difamando-o na cidade como ladrão e corrupto, ordenando o fim da carreira e orquestrando sua exoneração.Muito dinheiro da educação foi para o bolso de muita gente, tem que ser devolvido e os culpados punidos. Não é possível que só prejudiquem os pequenos, os mais fracos, como sempre foi.

Qual o seu palpite para o fim dessa história?...

A propósito: algum paralelo com a EE Amadeu Amaral, outra escola "esvaziada" onde foi promovido um quebra-quebra?...
Leia aqui: http://educaforum.blogspot.com/2008/11/estamos-de-luto.html

Comentários

Anônimo disse…
Esse mesmo esquema acontece na Diretoria de Ensino da Sul 3 quando da dirigente Vera Ilse e a diretora do Lucas e do Vargem Grande e outras escolas tb. sao envolvidas Notas fiscais frias é o que mais tem do Lucas e V.Grande II
. o dirigente lá sabe ele é continuação . A escola Washington está envolvida em rolo como esse ,está no MP E pode investigar outras diretorias que o esquema é o mesmo.
Anônimo disse…
Aqueles professores que denunciaram o Lucas que se cudem ,porque o esquema lá é complicado.Cadê a policia para investigar isso . è caso de polícia . Este caso desta dirigente também deve ser investigado pela polícia e não por comissão de coniventes.
Pais Online disse…
Giulia,

Sim, é exatamente assim, esse tipo de esquema está difundido em toda a rede (tanto estadual como municipal) e obviamente o pessoal da secretaria sabe que essa corrupção existe porque praticamente todos eles são servidores que já passaram pelas escolas, diretorias e coordenadorias antes de chegar lá. O problema é que são corporativistas, antes de cidadãos, o que faz com que preferem fechar os olhos e dificultar a fiscalização da sociedade (veja o caso da Secretaria de Educação de SP que deletou sumariamente toda a informação sobre o valor das diferentes verbas que cada APM de cada escola recebe). Quando não da para esconder os casos mais esdruxúlos, no máximo aposentam o culpado mais cedo que passa a receber uma polpuda renda e vai feliz da vida pra casa rindo da cara do contribuinte trouxa. Parabéns a essa diretora, se todas fossem como ela e a nossa querida Glória, o ensino público iria mudar rapidamente para melhor.
Ana Claudia disse…
Giulia, parabéns pela matéria, muito bem elaborada, clara e chocante, oportuna para esse momento onde as máscaras estão caindo e vindo a tona o descaso com o público que frequenta e acredita na escola pública. Dirigente como essa deve ser exterminada da educação.
Araraquara é a realidade nojenta e sórdida das escolas publicas estaduais, onde os alunos são relegados, excluidos, não são vistos com humanidade e respeito.
Devemos lutar por eles, devemos lutar contra dirigentes como essa que envergonha, que cheira mal, que empobrece a Educação Paulista.
Mais uma vez parabéns. Obrigada Deus por existirem pessoas como a Giulia que resgata e salva vidas.
Anônimo disse…
São quase todas as diretorias que estão no mesmo esquema, e a SEE sabe e
abafa.È caso de polícia, é roubo.Alguem tem que tomar p0rovidenia e até proteger a diretora
que denunciou.
Anônimo disse…
Aqui na Sul 3 uma dirigente agia assim, e um professor foi denunciar e ela começou a perseguir o cara até em outra diretoria , ele teve que mudar até de diretoria, depois sumiu da educação.Não aguentou,Essa dirigente teve um problema grave com a escola chmada Washington em Interlagos.Hoje está aposentada,dexou de ser dirigente e passou a ser supervisora da diretoria ,mas lá ela que mandava e o esquema continuava.Responde um processinho que não vai dá em nada. o valor roubado dos cofres publicos é mais de um milhão de rombo. Se não acreditarem pode ir investigar.O nome dessa sortuda é Vera Ilse
Maria Petenatti disse…
Marina Petenatti - Professora em Taquaritinga - SP

Giulia, é muito grave o que stá acontecendo na educação pública do estado de São Paulo, com essa história que a APM gerencia a verba muita dirigente aliada aos diretores corruptos roubaram milhões de reais as verbas começaram a vir nas contas das aPMs em 1996 na gestão Rose Neubauer tem diirgente que está na diretoria por mais de 10 anos quanto não levou dá uma olhada no estacionamento das escolas e da diretoria de ensino, na minha diretoria de ensino a dirigente anda de carro importado foi denunciada e nada aconteceu com ela e o mesmo vai acontecer com essa de Arararaquara que tem deputados do PSDB de lá apoiando.
E a FDE não é cobrada, não é ela que repassava a verba e os pais que assinam os cheques para serem trocados por notas fiscais frias?
E os professores que assinam junto com o diretor a verba de despesa miuda levam também?
E a verba Federal a maior que chega agora no fianl do ano a maioria das escolas recebem mais de 14,000,00 mil reais, o governo federal manda para as escolas comprarem material didaticos, cadernos, melhorar o espaço pedagógico e o que é feito.
Giulia uma sugestão que tal você abrir uma pesquisa:
Pais vcs são convocados a participar da APM, participa do plano de prioridades.
Sabe onde é gasto o dinheiro?
Sabe quanto a escola de seu filho rebe de verba anual?
Tem prestação de contas afixado em local visivel?
Só assina os cheques em branco da APM ou vai as compras com o diretor?
Quantos pais assinam cheques em branco para o diretor?
Bem é uma sugestão pelo menos mantem acesa a chama dessa denuncia e lembra que a dirigente de Araraquara será julgada ainda esse ano.
Sei porque sou de diretoria de ensino vizinha ela é uma malandrona ficou 10 anos roubando, todo mundo sabe e fica calado, tenho pena dessa diretora que senão fizermos algo a cabeça dela vai rolar.
Mara Silvia disse…
Giulia boa tarde, alguém do jurídico de vocês foi dar uma olhada no Processo dessa dirigente de Araraquara, não pode virar pizza não essa "ladra" de alunos tem que pegar cadeia.
digo isso porque tem como chegar lá e pedir explicações desse processo, eles falam que é só o interessado mas se for lá com requerimento alegando ser de interesse público porque foi um desvio de verba milionário.
Giulia e se fizessemos no seu blog um abaixo assinado virtual exigindo d aSecretaria apunição dessa diirgente, dos diretores que de fato rubaram dinheiro para si porque estamos sabendo que tem diretor dessa diretoria que comprou pesqueiro minha cara, eos lindinhos e lindinhas dos superviosres de esnino que estão lá no trono achando que nad avai sobrar para eles.
Podemos fazer um para pedir justiça, e outro para processar os supervisores de ensino que estão lá no bem bom só rindo do circo ou fogo no dos outros e desses diretores que ficaram lá sem que a FDE os processasse.
Ah Giulia faççça vai cair bem isso contra a corrupção vamos mostrar a nossa força para a secretaria da educação.
Essa diretora me inspirou vamos lá pessoal fazendoa diferença.
Cadeia para os ladrões da educação.
Wagner disse…
Wagner - diretor São José do Rio preto
Giulia vamos as preliminares...,
o interior do Estado de SP confia no seu taco, se vc rompeu com a secretaria da educação, não significa que eles deixaram de ter responsabilidade com a educação e muito menos com que um blog de importancia nacional denuncia e defende o seu blog tem a razaão ser das coisas, convicção.
Força, o que se rompe, para o velho, para o podre, para o que não tem conserto, para fazer novos caminhos, novas frentes, constrói-se novas pontes.

E um olá pessoal, precisamos nos unir contra esses protótipos de dirigente de ensino.
Já pensou o que seria deste pais se não existissem denunciantes de atos ilicitos, esse país seria uma terra de corruptos.
Agora se nós desestimularmos os denunciantes porque tudo vira pizza e depois só eles são perseguidos e colocados na cruz tbém não vamos ser coniventes com o infrator e com a corrupção?
Que mais pessoas denunciem, que se identifiquem, que mude essa educação.
Afinal de que lado estamos?
Do ladrão do bandido ou da vitima oprimida?
Giulia convoca a todos para irmos até a secretaria da educação para ou afastar todos os diretores de escola ou retornar ao cargo os afastados.
E fora da secretaria da educação essa dirigente Sandra Rossato punição pra ela punição.
quero ver logo um CLAMOR PÚBLICO no seu blog, Giulia.
Sempre em frente todos pela educação.
Rose disse…
Giulia, nós estamos lutando não podemos nos desanimar sabemos que lidamos com gente da pior especie agora deixar de acreditar porque?
"Se você não está pronto para morrer por alguma coisa, você não está pronto para viver". (Martin Luter King Jr.) Quero acreditar que Giulia vive esse lutar contra gente grande e corrupta que só visa dinheiro e status.Que morre sempre por alguma coisa não podemos nos conformar com o Pisar nas pessoas, o desrespeitar como senão fossemos nada É possivel essa dirigente de ensino sair impune depois de tanta corrupção? já vi muita coisa acontecer até isso, mas antes de contarmos com a imprensa, com espaços como o seu.
Quero saber de você mesmo seremos vencidos pela impunidade.
E o que pode ser feito para não sairmos perdedores e enfraquecidos?
Quais são as luzes que podem se acender Giulia? Vamos amiga é agora.
Anônimo disse…
A diretoria de Itapecerica da Serra tinha uma dirigente que foi afastada por corrupção,mas so afastaram.
DIRETORIA DE ITAPECIRICA DA SERRA PRECISA SER INVESTIGADA.
Amanda Angelica disse…
Sou Amanda Angelica da Diretoria de Ensino de Jaboticabal
Giulia, a situação de Sandra Rossato está preta a SEE está cheia de provas contra ela, estou acompanhando tudo e vi o processo é gravissimo se ela for absolvida a secretaria da educação está perdida porque todos os documentos do processo estão espalhados com algumas pessoas que estão só esperando ela se livrar e ai o barraco vai começar, manifestações, passeatas, greve de fome e muita coisa acontecer e vai ficar na história vc vai ver
Giulia disse…
Minha gente, estou custando a acreditar que uma legião de profissionais da educação vai colocar seu nome, sobrenome e documento em um abaixo-assinado contra a corrupção! Não acredito mesmo. E mesmo que o façam, assinar papel é muito pouco. Brasília está entupida de abaixo-assinados com milhões de assinaturas que não deram em absolutamente nada. Então sugiro o seguinte: se realmente uma turma estiver a fim de ir à SEE cobrar solução para os processos administrativos entulhados, eu topo.
Cortamos as relações amigáveis porque nos sentimos "usados" pela Secretaria: nos atendiam com cafezinho e gentileza, mas na hora de tomar providências, faziam o contrário do que diziam. Ficou assim: a SEE continuou permitindo e até promovendo a expulsão de alunos e a perseguição dos denunciantes, mas dava a impressão de que era o contrário, porque eles divulgavam por aí que estavam em "parceria" conosco... Igualzinho à época do Chalita, que pregava a "pedagogia do afeto" enquanto a Secretaria expulsava alunos a rodo. E todos acreditavam naquela hipocrisia!!!
Então, se for para ir lá e cobrar com firmeza, nós vamos. Só que é o seguinte: precisamos de pelo menos 15 pessoas com história comprovada de desmandos em escola ou diretoria de ensino, dispostas a irem no dia que for. Por menos do que isso não vamos voltar para aquele "antro". Agora é a hora da verdade! Os que realmente tiverem a fim de ir pessoalmente, mandem e-mail contando seu caso, nome da escola, telefone, RG e tudo mais que puderem informar. Só vamos para a SEE novamente se estivermos, no mínimo, em vinte pessoas, levando denúncias de no mínimo dez escolas, com fatos concretos e comprovados. Lembro que o nosso e-mail é educaforum@hotmail.com.
Vamos ver...
Anônimo disse…
Giulia pode esperar que só de Araraquara e região vou levar de 56 escolas com documentos comprovando todos os atos de corrupções, notas fiscais frias, prestações de contas, cópias de documentos que a Ana Claudia, do Hermilo Machado, a Ivani foi depor a favor dele na justiça comum denunciando a Sandra de ter armado todo o processo administrativo que acabou por exonerá-lo, tem procuração que a Ivani de Lucca deu ao denunciante lhe dando carta branca para denunciar o esquema de Sandra Rossato, dos supervisores de ensino, do Sigeo Kitatani e dos diretores de escola, veja só ela deu um procuração para ele lhe dando plenos direitos em falar em seu nome no dia 06/12/2005 mas no dia 08/12/2005 ela cancelou, pois foi ameaçada de morte e de perda da aposentadoria por Maria e Lourdes e Sandra Rossato.
em todos os distritos policiais tem processos de notas fiscais frias e crime de peculato e tem da policia federal com depoimentos que comprovam as ordem que Sandra Rossato, Sigeo Kitatani e o supervisores de ensino, Ana Claudia declara isso, como a Célia proprietária do escritório e os donos dos estabelecimentos que nunca venderam nada as escolas.
Determinavam para que assim fosse executadas, perseguições a diretores e a professores e funcionários, as orquestrações de quebra-quebra, manifestações de alunos menores, manipulados, induzidos, isso é crime as manipulações de professores contra diretores manipulados e organizados pelos supervisores de ensino que usaram menores, ou seja, foram sala por sala induzir alunos tanto na escola Léa quanto na escola Augusto Césa, eles agiam como officy boy de luxo de Sandra Rossato se dirigiam até a escola com dinheiro vivo para os professores comprarem apitos, buzinas, faixas, cartolinas,tambores etc, foram 02 dias de manifestações nas duas escolas e a secretaria da educação tem conhecimento dos casos, e os pais desses alunos também vão conosco vamos ter que contratar um ônibus. Agora o professor coordenador da minha escola que quebrou tudo no período noturno, destruindo a escola, carteiras, todos os vidros das portas, esse ficou louco e pelas ultimas informações esse professor está internado em um hospital psiquiátrico Caibar Schutel aqui de Araraquara e tem uma diretora Solange Brito, não é a Monteiro que tentou virar o jogo processando os denunciantes e o jornal tribuna impressa e perdeu o processo eu tenho uma cópia é uma bomba lá ela confessa o esquema de desvio de milhões de reais, muito grana muito dinheiro foi para o bolso dessa gente e ela processa o jornal e o denunciante alegando que ficou com depressão e outras, mas a escola dela Angelina Lia Rolfsen é a escola que mais que mais mesmo usufruiu do esquema sem dó ou piedade do dinheiro publico, essa diretora lembre-se Solange Brito nadou de braçada durante 10 anos e está mesma escola que lesou, será fazendo o que agora coma s verbas? Dizem que comprou carro zero, casa, viajou e depois das denuncias coitadinha teve síndrome do pânico, que peninha dela, depois de usar tantas talões cheios de um monte de proprietários de estabelecimentos fantasmas, ela gostava muito de usar de notas fiscais frias e compradas e ainda denunciou a Sandra Rossato como mandante e os supervisores de ensino com aliado e seus paus mandados ou seja coniventes e ainda tem mais vou pedir mais documentos ao denunciante, que ousaram apoiar quem os denunciou e ainda vou levar provas contra todos os supervisores de ensino dessas escolas que praticaram as irregularidades a mando e por ordem de Sandra Rossato.
Quanto aos casos de pedofilia são dois casos que tenho conhecimento e estão sendo investigados no ministério público, um deles com medo de ser preso se exonerou do estado dia 29/09/2008 - publicado em DOE dia 30/09/2008, mas posso levar a fita onde pai denunciam na radio da cidade, e aguarde.
Agora serei a Fabiana por enquanto ta Giulia? E outro e-mail te enviarei, pois a perseguição aqui está muito grave e posso sofrer até um acidente como a moça de 24 anos que sabia de mais.
Estão me pressionando, ameaçando me processar, estão querendo me obrigar a fazer boletim de ocorrência negando as denuncias na secretaria da educação, na policia em todos os órgãos eles digitam e me obrigam a assinar isto é a nova dirigente e os supervisores e os meus colegas diretores que tem notas fiscais frias compradas, falsas, é o fim e querem me obrigar a e acusar o denunciante.
Para você ver que isso não é um lugar do bem é uma tortura mental o que estou sofrendo, mental e emocional estou ficando doente, mas em SP não tenho medo de falar e vou falar tudo o que sei.
Mas por enquanto aqui vou ficar em silencio, amordaçada.
Abraços.
Fabi e outros aguarde....
batalhador disse…
Está dando para perceber que em todas as diretorias de ensino o esquema é o mesmo .Tanto faz a localidade , interior , Norte, Sul, Leste ou Oeste todos agem da mesma forma .
O primeiro passo tomado por essa corja é deixar o denunciante louco , passar por desequilibrado ...

O mesmo aconteceu nas escolas da DE norte 2 quando o Sr , ex dirigente e ex coordenador geral da COGSP ainda estava no cargo.Ele fez de tudo para que as denuncias contra "suas" escolas fossem arquivadas e ficou revoltado qdo o processo da diretora da EE David Eugenio seguiu em frente.

As denuncias eram graves , desvio de verbas da APM ,notas fiscais frias ,maus tratos a alunos, pais e funcionarios, tudo isso seguido de ameaças de mortes , assédio moral , sexual,torturas e terrorismo.Um esquema montado pelos superiores ( dirigente, supervisora , diretora , vice , coordenadora e funcionarios lambe botas).

Quando assumiu o cargo de coordenador geral da COGSP , o dito cujo se lamentava o tempo todo sobre a sindicancia da EE David que virou processo , dizia que estava transtornado e como seus "colegas" tinham deixado isso acontecer.

Como da pra perceber é uma corja só.Todos trabalham em beneficio próprio e tentando o tempo todo destruir aquele que tem coragem de denunciar.

A SEE deveria fazer uma varredura em todas as escolas estaduais, operação pente fino , em busca de notas fiscais falsas.Existe uma firma na zona norte de SP que é especialista nisso , só vende notas ( frias)para escolas públicas.Tem uma secretaria que trabalhou numa dessas escolas q era a campeã em sujeira desse tipo.

ACORDA GOVERNADOR ...PRECISAMOS AGIR URGENTE.
QUANTOS AINDA PRECISARÃO MORRER POR CONTA DISSO TUDO.NA EE DAVID EUGENIO FORAM TRÊS.

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola