Que tipo de monstro? - A Série 2

Dando continuidade a esta série assustadora, segue link para matéria sobre aluno de 11 anos:

Garoto diz que foi torturado por diretora de colégio no Rio

Como sempre comentamos aqui, o caso não é raro. Lembrem o caso da EE Lucas Roschel Rasquinho, que acabou de se tornar uma escola modelo graças à nova direção e cuja antiga diretora torceu o dedo de uma aluna. Maus tratos, torturas físicas e psicológicas de alunos por parte de quem deveria cuidar deles são muito comuns na escola e só ocorrem pela certeza da impunidade. Tomara que os pais desse garoto resolvam não apenas processar a diretora, mas também a prefeitura do Rio de Janeiro por esse crime ocorrido numa escola da sua rede.

Clique para ver a primeira matéria da série Que tipo de monstro?
Mais uma vez coloca-se a questão: quando é que a qualidade do ensino se tornará o maior problema da educaçaõ pública no país?...

Comentários

Hellen Marah disse…
sim infelizmente eles existem eu mesmo sou prova disso eu era uma menina quando sofri horrores nas mãos de uma professora de uma escola publica, e lá se vão 20 anos dos quais até hoje tenho traumas ea Depressão que ainda me acompanha, na época ela nos ameaçava dizendo que era conhecida da diretora da escola e que poderiamos ir até o Secretário da Educação; que quem perderia seria nós (os alunos) nunca ela (afinal nos eéramos o lado mais fraco da corda e tínhamos medo muito medo de deunciá-la) não esqueço das minhas colegas soluçando diante daquele "monstro impiedoso vestido de educadora" ! só quem passa é que sabe, os outros ´não querem comprender, porque não aconteceu com o filho deles !

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola