Pular para o conteúdo principal

Escolinha de 1,99 vende uniforme e exige o uso

Voltamos ao assunto uniforme, esse que é o mais "importante" nas escolas públicas que apresentam os piores índices de qualidade. É o caso da EE Aroldo de Azevedo, em São Paulo, que se organizou de forma "brilhante" para garantir que todos os alunos comprem e usem o uniforme. Muitos pais acreditam que são OBRIGADOS a adquiri-lo, pois pensam que o Conselho de Escola é soberano e que suas decisões podem passar por cima da legislação.

Essa escola bem sabe que está infringindo a Lei Estadual nº 3.913 e o próprio ECA, que garante o acesso à sala de aula para todos os alunos em qualquer situação, mas usa do seu autoritarismo porque pensa que a Secretaria da Educação vai fechar um olho...

Que a SEE é caolha, isso estamos cansados de saber, por isso fazemos questão de lhe emprestar nossos "óculos" e na semana que vem iremos formalizar mais esta denúncia.

A EE Aroldo de Azevedo  se organizou no seguinte ESQUEMA para forçar os pais e alunos a adquirir o uniforme:
  • Até o dia 20 de março é "tolerado" o uso de camiseta sem o novo emblema da escola. 
  • Até o dia 20 de abril é "tolerado" o uso de outra calça que não seja do uniforme.
  • Até o dia 20 de maio é "tolerado" o uso de outro blusão que não seja do uniforme.
Após as datas estipuladas, os alunos que "transgredirem" essa NORMA ILEGAL terão negado o acesso à sala de aula, o que contraria a Constituição e a própria Legislação Estadual. Durma-se com um barulho desses!!

Mais uma vez repetimos que o caso da EE Aroldo de Azevedo não é isolado: MUITAS ESCOLAS PÚBLICAS obrigam os pais a adquirir o uniforme e esse é um dos motivos que mais provocam a evasão de alunos, discriminados e humilhados por ter de "mendigar" algumas peças junto à escola. Tem mais: a confecção e venda do uniforme está quase sempre ligada a casos de corrupção, NUNCA investigados...

Tudo isto só é possível em um país onde o processo democrático ainda não está consolidado!

Leia mais sobre o assunto clicando aqui e veja acima o modelito que o EducaFórum desenvolveu totalmente "di grátis" para as escolas, rs. O de cima é sugerido para o Ensino Médio; o debaixo, para o Ensino Fundamental.

Comentários

Anônimo disse…
você ainda não viu nada

e na EE Maud Sá Miranda Monteiro diretoria sul 2 os alunos são obrigados a usar uniforme e na EE Maria Petronila Diretoria sul 1 os alunos são obrigados a usar uniform dos pés a cabeça
Anônimo disse…
Sugiro que colham mais informações, sou pai de aluno e afirmo que a idéia das camisetas partiu dos alunos, para evitar a entrada de estranhos e melhorar a segurança de todos.Em reuniões coletivas,recebemos
a idéia e todos aceitaram, há muito tempo, não tinhamos tanto esforço em trabalhar, como temos nesta direção, encerrando, ficou certo que, quem não tivesse condições, ganharia a camiseta.
Anônimo disse…
Entendo a indignação de vossas reclamações, no entanto, acredito que o uniforme trata-se não apenas um objeto qualquer e sim a camisa de um time, na qual, nessa situação a instituição de ensino, por isso acredito que a questão do uso dos uniformes não deve ser encarado como uma obrigação, mas sim em prazer de vestir a camisa, assim como temos o prazer de vestir a camisa do Corinthians, Palmeiras, Seleção Brasileira. Deveríamos discutir a gratuidade dos uniformes e não quanto ao seu uso.

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Recebemos a seguinte mensagem de Manaus e a respondemos no comentário. Dê também sua opinião!
Sou ex-Conselheiro Tutelar e hoje trabalho como consultor de projetos sociais na Prefeitura. No entanto, estou sempre envolvido com o problema de atitudes arbitrárias em escolas públicas onde alunos são expulsos ou suspensos sem qualquer critério legal. Por este motivo gostaria de estar recebendo informações mais detalhadas sobre a legalidade desse procedimento adotado pelas escolas. Até que ponto a escola teria poderes para expulsar alunos, ou trata-se de um ato totalmente ilegal? Favor encaminhar informações jurídicas sobre o caso.

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola

Este é certamente o problema mais grave da escola brasileira: a expulsão de alunos. Além de não ser inclusiva, ela é inóspita para os alunos já matriculados e, na primeira oportunidade, eles são "convidados" a sair da escola, ou então, sumariamente expulsos. E aqui sempre fazemos o mesmo apelo aos pais: não permita que seu filho seja expulso, procure entender o que está por trás dessa atitude da escola! Tenha a coragem de enfrentar essa questão de cabeça erguida, não seja mais uma vítima de um sistema de exclusão.
Já falamos aqui exaustivamente sobre a expulsão na rede pública de ensino, que se dá de várias formas: "oficialmente", através do Conselho de Escola,  através de manobras dos diretores de escola, ou de forma "branca".

A expulsão na rede particular é tão ou até mais frequente do que na pública, e isso também já demostramos aqui diversas vezes. Mas na rede particular ela costuma ser melhor disfarçada, através de um "convite" para buscar …

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

De vez em quando a gente atende uns pais de alunos bem descontrolados, difícil manter a linha. Faço questão de reproduzir aqui toda a troca de mensagens com um cidadão que quase me tirou do sério... rs
Dia 4 de setembro "Por um acaso deparei com seu site. Gostaria de que me informassem se é LÍCITO aluno de escola pública ser agraciado; com merenda substanciosa ; material escolar, transporte, uniforme e até tablets, pelos quais pouco se exige de cuidados e/ou devolução; pelos PODERES PÚBLICOS, enquanto que alunos de escolas particulares, cujo custo é elevado e que foi assumidos pelos pais como opção, para que tenham uma escola  de melhor qualidade; não é fornecida merenda, material, livros, transporte,nem tablets em pé de IGUALDADE? Será que os cursos das escolas particulares são regidos por diretrizes, normas, conteúdos, ou programas de entidades estranhas ao Ministério da Educação do Governo Federal? Será que as crianças das escolas particulares não são Cidadãos Brasileiros? Será…