Prêmio IgNóbil de Educação 2010


Todo ano, no mês da criança e do professor, a Academia Real de Ciências Ocultas de Piratininga confere esse prêmio às experiências, projetos ou pesquisas que mais desonram nosso sistema educacional.

Este ano o prêmio vai para a escola estadual Vinícius de Moraes, em Campo Mourão, PR, onde duas alunas foram mortas e enterradas pelo caseiro, que confessou os crimes, mas nem precisaria, pois as provas parecem mais do que contundentes. Entretanto, o caso parou apenas na mídia local, que aliás tratou o assunto com luvas de pelica. Leia sobre este crime nosso post Que tipo de monstro? - A série 3.

Este ano, a "educação" ofereceu um verdadeiro circo de horrores para quem tivesse olhos de ver e ouvidos e ouvir. Diferente dos anos passados, quando os premiados receberam o IgNóbil por questões antipedagógicas, 2010 foi marcado por graves crimes de violência física e psicológica contra alunos, cometidos por quem estava sendo pago por mim, por você, por todos nós, para zelar pela integridade e segurança desses alunos. O mais grave desses crimes, um CRIME HEDIONDO, foi premiado com o Ignóbil 2010. Sinal dos tempos? Talvez, pois a indiferença da mídia com respeito aos crimes da escola vem crescendo ano a ano.

Leia também o post Que tipo de monstro? - A série e Que tipo de monstro? - A série 2 , para checar mais alguns dos crimes violentos cometidos este ano em escolas da rede pública.

E assista aqui os vencedores do prêmio IgNóbil de Educação dos anos passados:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola