Retrospectiva 2010 demora



A retrospectiva 2010 vai demorar ainda alguns dias, até conhecermos o desfecho de algumas questões importantes. Já adiantamos, porém, que foi um dos piores anos da década, se não o pior. Como sempre falamos - e comprovamos aqui - a qualidade do ensino não é o maior problema da educação brasileira. Muito piores são a corrupção, a omissão daqueles que estão em cargos estratégicos e, principalmente, o desprezo para com o aluno da rede pública, considerado cidadão de segunda classe.

Para diminuir a ansiedade, seguem abaixo os links das retrospectivas 2008 e 2009. Assim, quando sair a retrospectiva 2010, será mais fácil entender o tamanho do rombo...

Aliás, já está bem clara a piora de 2008 para 2009, pois em 2008 ainda tínhamos "algo a comemorar", a ponto de termos feito um post sobre as mensagens positivas recebidas durante o ano. Em 2009 elas quase sumiram e em 2010 não recebemos absolutamente nenhuma! É claro que existem, no Brasil, escolas públicas que merecem respeito, mas são a minoria absoluta e nada garante a continuidade dos bons exemplos, pois não há uma política que possa garantir essa continuidade.

A política atual é do QUANTO PIOR, MELHOR, como você viu recentemente no caso dos diretores de escola da DE Sul 3 que foram escorraçados pela banda podre, em conluio com a APEOESP, por cobrarem pontualidade, assiduidade e TRABALHO DE QUALIDADE dos professores. As últimas vítimas dessa corja não receberam qualquer apoio de seus superiores, certamente envolvidos nas tramóias que as condenaram, sendo que

A diretora da EE. Lucas Roschel Rasquinho conseguiu elevar consideravelmente o IDESP da escola, que ficou acima da média.

A diretora da EE Joaquim Alvares Cruz teve seu projeto de gestão selecionado entre os melhores pelo programa Mais Educação do governo federal.

Elas foram "premiadas" com calúnias e difamações em relatórios públicos repletos de mentiras, que foram aceitos pela SEE sem questionamentos. Aliás, já cansamos de denunciar a parcialidade das apurações preliminares realizadas pelas diretorias de ensino, essas LATAS DO LIXO DA EDUCAÇÃO.

Professor José Benedito, estamos cobrando a reunião em seu gabinete dos diretores escorraçados pela banda podre, junto com o dirigente da Sul 3, ainda este ano! Marque dia e horário e providencie carros para buscar esses diretores. Estamos de olho e não vamos esquecer do assunto. Sua omissão vai ser interpretada como conivência!

Sobre a ilustração acima: de um modo geral, as diretorias de ensino são ninhos de cobras sobre os quais pousam ingênuas borboletas...



Comentários

Anônimo disse…
Fui aluno da escola da publica,e li a materia postada no blog do Educaforum, e concordo plenamente. Pois hoje em dia há uma enorme falta de etica nas redes, não somente nas publicas mas em todas.
Infelizmente tem acontecido tudo o que foi postado no bolg.Será que os responsaveis(secretarios da educação, governadores e acessores) estão vendo isto?ou será que estão fazendo de questão de não ver.
A população tbm está de olho, espero que tomem as devidas providências para mudar tudo isso.
Parabéns ao Blog, por nos dar a oportunidade de nos expressar.
cremilda disse…
Essa onda de diretora abandonar a escola e deixar a banda podre tomar conta é geral na zona sul
Giulia,

Pelo menos uma boa notícia: o pior secretario de educação de SP pediu demissão... Paulo Renato de Sousafoi quem criou e distribuiu as 22.500 "Cartilhas dos Corvos" nas escolas públicas...
cremilda disse…
Lembra que o Samuel disse na penúltima reunião conosco na Cogesp?
Ele disse que foi o diregente que mais cessou mandato de diretora.
Claro, todas que a Apeoep mandou ele enfiou o rabinho no meio das pernas e obedeceu.
Eram por volta de 20.
E ali ficou muito claro que é assim
Ou escreve na cartilha da Banda Podre ou a Apeoesp vem na frente da escola, panfleta,invade a escola, faz reuiniões lá dentro e as professoras ficam em estado de greve por quanto tempo for preciso.
Então as diretoras assinam ponto uma vez por semana e deixam a escola com a Banda Podre ou pede para sair...
Um metodo comum é aproveitar o momento que a diretora está frágil e pedir que ela assine uma carta de demissão, que depois ele usa na hora que bem entender.
Então a Rose Newbauer tinha razão quando fez aquelas declaraçoes na Alesp em uma Audiência Pública...
Giulia disse…
Muita sujeira no reino desta "Dinamarca"...

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola