Que tipo de monstro? - A série 8



Vídeo produzido por Mauro Alves da Silva

Lembram da "vovozinha", dona do berçário Bebê Feliz (!) em Goiânia, que durante 8 anos agrediu e torturou crianças de até 4 anos, até ser desmascarada por uma funcionária que conseguiu gravar seus crimes? Isso foi divulgado em novembro e finalmente... foi feita justiça, rsrs! Após 3 meses atrás das grades, a "vovozinha" está finalmente em liberdade, pronta para outra, pois seus advogados conseguiram habeas corpus. Simples assim, no Brasil! Mais simples ainda quando se trata de "educadores", seres angelicais que por algum motivo (será que Freud explica?...) gozam do irrestrito apoio da sociedade brasileira, mesmo que cometam crimes hediondos.

De acordo com o Correio Brasiliense do dia 5 de março, o crime da "vovozinha" foi desclassificado e passou de tortura para simples maus tratos, passíveis de detenção de um ano ou... pagamento de multa. Assista no final deste outro vídeo (paciência, ele é longo) que se trata claramente de uma psicopata, pois nega as torturas e alega que se trata do seu "jeito de educar".

Em um país pedófobo como o Brasil, onde foi necessário e mesmo assim inútil criar o Estatuto da Criança e do Adolescente, um crime como esse não comove a sociedade, sabe por que? Quem o cometeu veste o manto sagrado da "educação". Além disso, mesmo tratando-se de um berçário pago, os clientes são de baixa renda. Você já sabe como essa história sórdida vai acabar, não é?

Leia mais posts da série Que tipo de monstro?:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola