Pular para o conteúdo principal

A escola tabu nº 42 - Quinta mensagem da mãe do aluno expulso


Nada é tão ruim que não possa piorar!!! Segue mais uma mensagem recebida hoje dessa mãe, sendo que estamos informando o nome da escola, pois até o momento não houve qualquer sinal de solução por parte da Secretaria da Educação, para onde encaminhamos o assunto, aos cuidados do Vice Secretário, João Palma. Trata-se da EE Prof. Genésio Machado, em Sorocaba.

Estou ficando apavorada, pois aqui não consigo nada a respeito da rematrícula do meu filho, voltei falar com a supervisora de ensino, ela conversou com a diretora da escola e veio com muita calminha falando que não tem problema, no começo do ano eu volte a falar com ela para ver onde ele vai ser transferido. Então significa que ela não resolveu nada e que meu filho vai ser mesmo expulso.
Eu perguntei à supervisora quanto ao fato da vice diretora ter dado os meus dados para a família do menino com o qual meu filho brigou fora da escola. A vice diretora me colocou contra a outra familia, e tbm colocou a outra família contra mim...e ela tá numa boa... Ela passou o problema para a delegacia e se safou dessa. Estou indignada, não aguento mais, ela fez isso para aparecer algo contra meu filho, para terem algum motivo contra ele. Fui na delegacia hoje e o escrivão falou que não tinha nada a ver eu e a outra familia ter de ir fazer BO, que td podia ser resolvido na escola... E eu ainda tenho de ouvir isso? Pq ele não fala então para escola isso? Falei: foi a escola que mandou, então tem de falar com eles. Ele me disse então: se a escola mandar você bater a cabeça na parede, você vai? Olha que situação, affe...
Olha, o escrivão falou para mim ir na escola, sentar na frente da vice diretora e pedir a rematrícula, e aí não sair de lá sem uma solução, que passe o tempo que for, é para mim ficar lá. Falei que eles podem chamar a polícia para mim, aí ele disse que o soldado não vai fazer nada, ele vai perguntar o que vc quer e vc diz: quero rematrícula, e ficar lá até eles fazerem ou darem por escrito que não vão fazer. Mas acho que vou me desgastar demais, já tou muito triste com td isso. E agora vai rolar processo pela briga das crianças, sendo que td podia ser resolvido na escola, e a vice diretora que armou tudo tá de fora, ela fez td isso para que? para poder ter motivo de expulsar meu filho.

NOTA DO EDUCAFÓRUM - Se você tiver lido as mensagens anteriores com atenção, vai saber que esse aluno está sendo expulso simplesmente porque repetiu de ano por faltas. A escola não quer alunos repetentes, que pioram sua nota no IDESP. A briga dos dois alunos foi FORA DA ESCOLA e aconteceu depois de a escola ter negado a rematrícula. A vice-diretora passou os dados da família desse meninos para a outra família e vice-versa, orientando que fossem à delegacia de polícia para fazer BO. Foi uma forma de terem algo no prontuário do aluno para justificar a expulsão. Em sua ingenuidade, os pais foram para o DP!!! Isso mostra a que ponto chega a perversidade de certas figuras que se dizem "educadores".

Leia as mensagens anteriores dessa mãe clicando nos links:



Comentários

Anônimo disse…
Descupla a minha sinceridade, mas isso é COMUM nas escolas!
Acontece que essa mãe resolveu por a boca no trombone, é o que todas deveriam fazer.

Conclusão, vai sobrar confusão, mas só para mãe. Só lamento.
Giulia disse…
É verdade, é COMUM, o que não é comum é essa mãe ter vindo a público denunciar. E ela merece todo o apoio do mundo por sua coragem. Ou vamos continuar a valorizar a omissão, anônimo?
cremilda disse…
Peraí
Não existe rematricula.
Aluno está matriculado e cadastrado na Prodesp e pronto.
Rematrícula é invenção para arrecadar uma graninha a mais no final do ano ou para escolher aluno.
A escola diz que não faz a rematricula e a mãe desiste, o aluno fica como desistente.
Anônimo disse…
Essa mãe merece um troféu, e deve ser ouvida pelo dirigente e pela supervisão da escola, com muito carinho! ela claramente pede socorro! e nessa hora ela mostra fragilidade que os supervisores e diretores se aproveitam para massacra-la. é um jogo sujo! e cade a coordenadoria? essa vice e a diretora devem receber uma punição. q vergonha!
Giulia disse…
Dirigente e supervisão de escola? rsrs

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Recebemos a seguinte mensagem de Manaus e a respondemos no comentário. Dê também sua opinião!
Sou ex-Conselheiro Tutelar e hoje trabalho como consultor de projetos sociais na Prefeitura. No entanto, estou sempre envolvido com o problema de atitudes arbitrárias em escolas públicas onde alunos são expulsos ou suspensos sem qualquer critério legal. Por este motivo gostaria de estar recebendo informações mais detalhadas sobre a legalidade desse procedimento adotado pelas escolas. Até que ponto a escola teria poderes para expulsar alunos, ou trata-se de um ato totalmente ilegal? Favor encaminhar informações jurídicas sobre o caso.

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola

Este é certamente o problema mais grave da escola brasileira: a expulsão de alunos. Além de não ser inclusiva, ela é inóspita para os alunos já matriculados e, na primeira oportunidade, eles são "convidados" a sair da escola, ou então, sumariamente expulsos. E aqui sempre fazemos o mesmo apelo aos pais: não permita que seu filho seja expulso, procure entender o que está por trás dessa atitude da escola! Tenha a coragem de enfrentar essa questão de cabeça erguida, não seja mais uma vítima de um sistema de exclusão.
Já falamos aqui exaustivamente sobre a expulsão na rede pública de ensino, que se dá de várias formas: "oficialmente", através do Conselho de Escola,  através de manobras dos diretores de escola, ou de forma "branca".

A expulsão na rede particular é tão ou até mais frequente do que na pública, e isso também já demostramos aqui diversas vezes. Mas na rede particular ela costuma ser melhor disfarçada, através de um "convite" para buscar …

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

De vez em quando a gente atende uns pais de alunos bem descontrolados, difícil manter a linha. Faço questão de reproduzir aqui toda a troca de mensagens com um cidadão que quase me tirou do sério... rs
Dia 4 de setembro "Por um acaso deparei com seu site. Gostaria de que me informassem se é LÍCITO aluno de escola pública ser agraciado; com merenda substanciosa ; material escolar, transporte, uniforme e até tablets, pelos quais pouco se exige de cuidados e/ou devolução; pelos PODERES PÚBLICOS, enquanto que alunos de escolas particulares, cujo custo é elevado e que foi assumidos pelos pais como opção, para que tenham uma escola  de melhor qualidade; não é fornecida merenda, material, livros, transporte,nem tablets em pé de IGUALDADE? Será que os cursos das escolas particulares são regidos por diretrizes, normas, conteúdos, ou programas de entidades estranhas ao Ministério da Educação do Governo Federal? Será que as crianças das escolas particulares não são Cidadãos Brasileiros? Será…