Padula, o eterno


Dizem as más línguas que o Padula vai finalmente realizar seu sonho de se tornar secretário estadual da educação em São Paulo. Se isso acontecer, nada mudará, será apenas a continuidade do status quo. Ele já está "secretário de fato", se não de direito, há uns anos. Ele é quem sempre nos vetou o acesso direto aos diversos secretários que foram esquentando a cadeira nos últimos anos, de trás para frente: Hermann Voorwald, Paulo Renato, Maria Helena de Castro, Maria Lúcia Vasconcellos, Gabriel Chalita.

Durante esse secretariado de fato do Padula, a Secretaria da Educação foi se tornando altamente excludente, fechando escolas, expulsando alunos a torto e direito e tolerando os maiores crimes contra o patrimônio, desde a queima de livros em praça pública até o desvio de milhões de verbas do ensino, cujo maior rombo se deu na Diretoria de Ensino de Araraquara.

O pior dos boatos que estão circulando é que o Padula escolheria o José Benedito, nossa pessoa de confiança, como seu secretário adjunto. Tu quoque, Benedictus?!

As más línguas ainda falam que o santo do homem é muito forte e que exige sacrifícios humanos... Isso já sabemos, basta ver o número de expulsões de alunos no Ensino Médio. Deus proteja os alunos da rede estadual de ensino!

Comentários

Anônimo disse…
Força Doutor Padula!!! Firme contra estas bruxas!
cremilda disse…
Olha aí a banda podre se manifestando e aplaudindo o Padula...
Força ele tem , anOnimo...é que o povo não sabia que era ele que manda.
Ele manda só no sapatinho, agora vamos ver como é que fica...

Postagens mais visitadas deste blog

A expulsão é legal?

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola