23 dezembro 2005

Balanço do ano

O Brasil viveu mais um ano de descaso pela educação, em que as escolas públicas continuaram tendo uma média de 20% de aulas vagas, as aulas dadas continuam ruins, a avaliação e a recuperação continuada dos alunos não são feitas na maioria das escolas, a reposição de aulas é uma farsa que todos os alunos e pais de alunos conhecem bem. A violência nas escolas continua grande, mas finalmente a mídia começou a abordar o aspecto tabu, ou seja, a violência que o aluno sofre dentro da própria escola, como conseqüência de um sistema perverso que privilegia o professor e o profissional da educação, até hoje vistos como vítimas. Mais uma vez o Brasil vivenciou uma greve de 90 dias na educação, que prejudicou milhares de alunos. O ponto positivo é a atitude tomada pelos pais de alunos do Colégio Pedro II no Rio de Janeiro, com a campanha A EDUCAÇÃO É ESSENCIAL E NÃO PODE PARAR. Acrescentamos: E PRECISA MELHORAR!
Parabéns para esses pais e que outros grupos consigam se unir com a mesma firmeza e determinação. O Brasil, que é um país grande, só se tornará um grande país quando todos os seus cidadãos tiverem as mesmas oportunidades nos bancos escolares.
A todos os alunos e pais de alunos do Brasil desejamos um 2006 com muita educação de qualidade!

14 dezembro 2005

ETE Zona Sul exclui população carente

A rede Paula Souza de Ensino Técnico está inaugurando em São Paulo a ETE Zona Sul, no Jardim São Luiz, periferia de Santo Amaro. Os paulistanos sabem como essa região é carente e a iniciativa em si é louvável: construir uma escola que vai oferecer cursos profissionalizantes à população local. O problema é que, mesmo numa região tão carente, o vestibulinho da Paula Souza abocanha dos candidatos um mínimo de R$ 26,00, além de ser muito concorrido. Conclusão: mais uma vez a Paula Souza mostra ser uma rede de exclusão, além da “reestruturação” do ensino técnico sofrida anos atrás, quando milhares de alunos foram excluídos, alunos que poderiam hoje estar formados e trabalhando pelo desenvolvimento do País.

Fazemos então um apelo aos interessados para que SE UNAM E PEÇAM ISENÇÃO da taxa do vestibulinho, pois será uma vergonha excluir novamente alunos carentes. A data de inscrição ao vestibulinho para os cursos de Eletrônica e Administração vai até o dia 22/12. Locais para inscrição: Subprefeitura de M´Boi Mirim (Estrada de Riviera, 394 – Jd. São Luiz) e ETE GV (Rua Clóvis Bueno de Azevedo, 70 – Ipiranga).

04 dezembro 2005

Do Rio de Janeiro para o Brasil

Como já informamos em novembro, pais do Colégio Pedro II, no Rio de Janeiro, cansados de uma greve que durou 90 dias, estão coletando assinaturas para encaminhar a Brasília um Projeto de Lei que torna a educação ESSENCIAL neste País (se você é aluno ou pai de aluno de escolas públicas, já está careca de saber que ela NÃO É essencial...). Se esse projeto for aprovado, toda greve na Educação será considerada ilegal, no Brasil inteiro! Esperamos que os pais de todo o País entendam a importância de um projeto como esse, principalmente por ser uma iniciativa da própria comunidade. É claro que alguns tentarão acusar esses pais de "manipuladores" ou "candidatos a cargos políticos", isso sempre acontece, são manobras comuns para tentar abortar medidas que realmente podem modificar o status quo. Pais do Colégio Pedro II, PARABÉNS novamente, tanto pela iniciativa, quanto pelas passeatas que pudemos acompanhar através da mídia. Esperamos que muitos outros pais, de outras escolas do Rio de Janeiro e de outras cidades do Brasil inteiro, coloquem sua assinatura no projeto! Está na hora de a sociedade brasileira perceber a importância da união de todos os Estados em torno de assuntos que afetam o desenvolvimento do País! Assinem a petição entrando aqui http://petitiononline.com/alunado/petition.html